Jogos de RPG

NOTA tt
7.0

Review Path of Exile

Com jogabilidade muito parecida com games como Diablo, Path of Exile não traz grandes novidades ao estilo ARPG.

Felipe Velloso
por
em

Path of Exile é um RPG de ação no estilo Diablo 3 situado em um mundo sombrio de fantasia medieval. O jogo é gratuito, e tenta seguir uma nova tendência chamada de “micro transações éticas”, que basicamente significa que você não terá que pagar para ser bom no jogo.

Path of exile (Foto: Divulgação)Path of exile (Foto: Divulgação)

 

Em Path of Exile o jogador controla um único personagem em uma perspectiva isométrica e deve explorar diversos tipos de terrenos (desde florestas até masmorras e cavernas), enfrentando monstros e cumprindo Quests para os muitos NPCs do jogo. Todas as áreas exceto o hub principal são sempre aleatórias para manter a atmosfera de surpresa em todas as partidas.

Como é comum neste tipo de jogo, cada inimigo abatido ou baú aberto tem a porcentagem de chance de deixar certo item, que por sua vez também possui seus atributos e aberturas para runas aleatorizados pelo jogo. O objetivo de Path of Exile, como quase todos os jogos do mesmo gênero, é acumular tesouros e equipamento para deixar o seu personagem mais forte.

A história

O mundo de Wraeclast é um lugar perigoso e repleto de desafios (Foto: Divulgação)O mundo de Wraeclast é um lugar perigoso e repleto de desafios (Foto: Divulgação)

A narrativa de um jogo como Path of Exile é irrelevante, pois os desenvolvedores não parecem interessados em contar nada de interessante. Ao mesmo tempo que nenhum jogador que compra este jogo parece interessado na história, e sim por sua jogabilidade.

Basicamente o seu personagem acorda na costa de Wraeclast, um continente remoto que servia de prisão para criminosos e outros indivíduos não desejados. Agora ele deve enfrentar uma horda infinita de monstros, além da natureza selvagem do lugar e explorar as ruínas de um templo amaldiçoado ao lado de outros jogadores se ele desejar sobreviver.

Jogabilidade

Se você já jogou Diablo se sentirá em casa com Path of Exile, já que o jogo funciona exatamente igual a todos os RPG de ação da atualidade. O seu personagem percorre masmorras, sobe de nível, utiliza skills e poderes variados e acima de tudo coleciona equipamentos.

Path of Exile possui controles similares a outros Action RPGs tradicionais (Foto: Divulgação)Path of Exile possui controles similares a outros Action RPGs tradicionais (Foto: Divulgação)

 

No início de uma partida, os jogadores devem escolher entre seis classes que se dividem na especialização de determinados atributos. A última classe, o Scion, só é liberada após o final do jogo e ela tem sinergia com qualquer um dos três atributos principais. Nenhuma das classes bloqueia o uso de qualquer característica do jogo, ainda que certas habilidades serão mais baratas para quem tem afinidade com seus respectivos atributos.

O grande diferencial deste título está no funcionamento da sua progressão, que é quase toda baseada em itens. Ao invés de você ganhar novas habilidades e poderes conforme sobe de nível, eles estão diretamente atrelados as gemas que você encontra, então é possível achar uma gema que lhe dê a habilidade de soltar bolas de fogo, ou se curar.

Normalmente você as encontra pelos espólios do jogo, e pode colocá-las em diversos itens que você está usando para ganhar seus respectivos poderes. Uma luva como uma gema de cura, ou um arco que atira relâmpagos, todo tipo de combinação é possível. Cada uma das gemas também sobe de nível com você, aumentando gradualmente o seu poder.

A imensa skilltree de Path of Exile (Foto: Divulgação)A imensa skilltree de Path of Exile (Foto: Divulgação)

Outra grande diferença na progressão, são os diferentes tipos de habilidades passivas disponíveis quando você sobe de nível. São coisas como um aumento na sua defesa, ou mais dano com espadas. Este é certamente o mais complexo e gigantesco sistema criado para um jogo deste gênero, com milhares de opções disponíveis para cada jogador.

Apresentação

Visualmente Path of Exile pode ser considerado no máximo como competente, mas no fim, se encontra bem aquém dos demais jogos de seu gênero como Diablo e Torchlight. A maioria dos elementos visuais não é muito original e nem se destaca em particular. Os visuais não são nem os mais realistas e nem os mais criativos ou interessantes em termos de conceitos, tornando tudo um pouco sem graça.

Apesar de funcionais, os gráficos de Path of Exile estão aquém de seus pares (Foto: Divulgação)Apesar de funcionais, os gráficos de Path of Exile estão aquém de seus pares (Foto: Divulgação)

O aúdio de Path of Exile também não apresenta nenhum grande destaque. As melodias são boas e combinam com o tema do jogo, apesar de poderem se tornar um pouco repetitivas depois de muitas horas de griding na mesma masmorra.

Conclusão

Path of Exiles não traz muitas inovações a velha fórmula dos action RPGs baseados em Diablo. Tendo como grandes diferenciais apenas o seu sistema de progresso e o fato de ser gratuito. Para os fãs do gênero, será um prato cheio onde é possível passar muitas horas de diversão em busca dos melhores itens, mas pode parecer uma perda de tempo para quem não gosta tanto desse tipo de jogabilidade.

Qual melhor MMORPG em português? Opine no Fórum do TechTudo.

Nota TechTudo

NOTA tt
7.0
Gráficos
7
Jogabilidade
8
Diversão
7
Som
7

Prós

  • - Jogabilidade dinâmica e intuitiva
  • - Evolução do personagem
  • - Muita qualidade no modelo

Contras

  • - Visual genérico e enfadonho
  • - Pouca inovação em cenários
  • - Fácil demais de se jogar sozinho
Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Marlon Matheus
    2013-12-06T11:54:21

    Traduzindo: Uma porcaria inovada