Jogos

NOTA tt
10

Review Pokémon Sun/Moon

Jogos reinventam a série clássica e surpreendem

Caio Fagundes
por
em

Pokémon Sun e Pokémon Moon chegam ao Nintendo 3DS após muita expectativa. O momento não poderia ser mais oportuno: 20 anos após o lançamento dos primeiros jogos, a franquia vive o sucesso absoluto em todos os seus produtos. Sendo assim, Sun e Moon são a oportunidade de coroar um ano perfeito. Para isso, além das melhorias nos gráficos e na jogabilidade, toda a estrutura do game foi reinventada, e o resultado é excelente. Confira a análise completa.

Pokémon Sun & Moon revelam novas Ultra Beasts, Z-Moves e Alolan Forms

Reinventando o básico

O jogo começa com o seu personagem desembarcando em "Alola", continente que será sua nova casa. A introdução começa de uma forma relativamente tradicional: conhecer a cidade e encontrar o professor "Kukui" para escolher o seu Pokémon inicial. Após uma série de eventos inesperados, você começa a jornada pelos desafios do local.

Conhecer Alola é parte do objetivo central em Pokémon Sun e Moon (Foto: Divulgação/Nintendo)Conhecer Alola é parte do objetivo central em Pokémon Sun e Moon (Foto: Divulgação/Nintendo)

É nesse ponto que o jogo quebra a estrutura tradicional da série. Você recebe uma Pokédex, mas completá-la não faz parte do objetivo principal. Sua missão é concluir os desafios na tentativa de provar a sua força e de atingir amadurecimento pessoal. Cada uma das quatro ilhas possui trials únicos e para avançar na história é preciso concluir cada um deles.

Os desafios entram no lugar dos ginásios, e a mudança é extremamente bem-vinda. Além de renovar a série, eles proporcionam muito mais variedade e se encaixam perfeitamente no conceito criado para "Alola". Cada desafio é elaborado por um capitão, e as tarefas vão desde procurar ingredientes escondidos para criar uma sopa até caçar fantasmas em um mercado abandonado. O mais interessante é que os capitães participam ativamente na ajuda do personagem, o que gera um senso de coletividade ausente nos jogos anteriores.

Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone

Ao final de cada desafio você enfrenta um "Pokémon Totem", versões muito mais poderosas de Pokémon normais. A coletividade é um tema tão presente em "Alola" que até mesmo os próprios monstrinhos se ajudam nos combates. No caso dos trials, os Totens invocam outras criaturas nas batalhas, criando confrontos dois contra um. Os embates são extremamente divertidos e não deixam a desejar em relação aos combates contra líderes de ginásio.

A batalha final nos desafios de Sun e Moon é contra poderosos Pokémon (Foto: Divulgação/Nintendo)A batalha final nos desafios de Sun e Moon é contra poderosos Pokémon (Foto: Divulgação/Nintendo)

Após terminar os desafios, você enfrenta "Kahuna", um treinador escolhido para ser o protetor da ilha. Em geral, os "Kahunas" são personagens bastante presentes na história e tem uma participação fundamental. As batalhas contra eles são um pouco mais difíceis do que o normal, mas não há nada de muito especial além disso.

Novas mecânicas e Pokémon

Outra mudança excelente é a implementação de uma nova mecânica, os chamados "Z-moves". Esses ataques são golpes especiais com efeitos poderosos ou danos extremos, e cada treinador só pode usar um "Z-move" por combate. Para isso, o Pokémon que executar o golpe deve carregar uma pedra cujo tipo seja correspondente ao de seu ataque. Por exemplo, para executar um Z-move de fogo é necessária a pedra especial de fogo. A maioria das pedras são obtidas ao final de cada trial e batalhas contra "Kahunas", exceto por algumas raras exceções.

Os fãs mais atentos também vão perceber novidades que, embora não sejam centrais, melhoram de forma considerável a experiência do jogador. É o caso dos "HMs" que, extintos, deram lugar a um sistema de montarias com efeitos especiais, como quebrar pedras e se mover pela água. A solução é elegante, e não ter que se preocupar com "HMs" é um alívio enorme.

Novo sistema substitui HMs em Pokémon Sun e Moon (Foto: Divulgação/Nintendo)Novo sistema substitui HMs em Pokémon Sun e Moon (Foto: Divulgação/Nintendo)

O sistema de experiência voltou a ser como era na quinta geração. Agora, o valor obtido varia em relação à diferença entre o nível do seu Pokémon e o do oponente. Embora o sistema tenha sido criticado na primeira vez em que foi aplicado, ele funciona muito bem com o novo "Exp Share" que, assim como na geração passada, distribui a experiência para o time inteiro. A mudança pode parecer irrelevante, mas, na prática, isso abre espaço para montar uma equipe principal com mais de seis Pokémon sem a necessidade de treinar excessivamente, o que torna o jogo mais divertido.

Como de costume, novos Pokémon também foram introduzidos nessa geração. Embora alguns tenham designs um pouco estranhos, no geral o trabalho é mais interessante do que nas últimas gerações. Além disso, foi introduzido o conceito de variações regionais, as chamadas "Alolan Forms", que são Pokémons conhecidos que adquiriram novas características no continente, como é o caso de "Persian" e "Ninetales". Há também as misteriosas "Ultra Beasts", que têm a sua origem explicada ao longo do jogo.

Ambientação e história

Embora as mudanças na estrutura da série e no sistema de batalhas sejam muito bem executadas, esse não é o maior mérito do jogo. A parte mais incrível de Sun e Moon está no continente de "Alola" e nas suas histórias. Como já dito anteriormente, o tema central aqui é cooperação e coletividade, além de discussões interessantes sobre o papel família. Nunca um jogo de Pokémon foi tão maduro em seus temas, e o mais interessante é propor essas discussões com a habitual leveza de um jogo voltado ao público infantil.

Ambientação de Pokémon Sun e Moon é perfeita (Foto: Divulgação/Nintendo)Ambientação de Pokémon Sun e Moon é perfeita (Foto: Divulgação/Nintendo)

O trabalho de direção de arte é absolutamente impecável. As vilas e cidades possuem características únicas, e há uma tentativa de contar a história pelas locações. É comum encontrar casas nas quais, ao interagir com os objetos, você descobre pequenas histórias, a exemplo de um filho que fugiu de casa ou de um mercador que está passando por dificuldades financeiras. Uma pena o jogo não explorar tanto isso em "sidequests", mas ainda assim o resultado são ambientes mais realistas.

Infelizmente, alguns personagens são excessivamente caricatos. É o caso dos capangas do "Team Skull", que irritam um pouco com as gesticulações exageradas. Ao mesmo tempo, a cidade que funciona como base da equipe é um dos pontos altos no design de produção do jogo, com grafites espalhados para todos os lados e uma trilha sonora perfeita para o local. A estética é exagerada, mas funciona bem dentro da proposta de um jogo infantil.

Com isso, "Alola" se torna mais do que apenas um lugar e assume características de um personagem. Isso ajuda a incluir uma carga dramática aos eventos que estão acontecendo. A história central não costuma ser o destaque nos jogos de Pokémon, mas esse não é o caso em Sun e Moon. Essa é, sem dúvida alguma, a melhor história de todas as gerações, e os personagens são responsáveis diretos por esse sucesso.

Personagens são destaque em Pokémon Sun e Moon (Foto: Montagem/Caio Fagundes)Personagens são destaque em Pokémon Sun e Moon (Foto: Montagem/Caio Fagundes)

Sun e Moon apostam em um elenco central pequeno, mas que facilita no desenvolvimento pessoal de cada personagem. O destaque fica para a "Lillie", que é cativante e tem uma jornada de evolução formidável. Os coadjuvantes não são muito complexos, mas funcionam muito bem em momentos pontuais da narrativa.

Gráficos, trilha sonora e modo online

Nos aspectos mais técnicos, Pokémon Sun e Moon levam o hardware do 3DS ao limite. Os gráficos ficam lindos na tela do aparelho, e possivelmente são os mais bonitos do portátil. Infelizmente, os donos do modelo mais antigo vão enfrentar problemas de queda de frames por segundo nas batalhas em dupla e em algumas animações mais complexas. O problema é pontual, mas certamente incomoda em alguns momentos.

O destaque fica para as animações dos "Z-Moves", que são muito bem desenhadas e dão um caráter épico aos ataques. Ainda assim, elas são extremamente longas e se tornam cansativas após você repetir o mesmo golpe várias vezes. Faltou uma opção para desligar as animações desses golpes.

Animações de Z-Moves em Pokémon Sun e Moon são longas, porém belas (Divulgação/Nintendo)Animações de Z-Moves em Pokémon Sun e Moon são longas, porém belas (Divulgação/Nintendo)

Assim como os gráficos, a trilha sonora é belíssima e merece ser escutada. O uso de fones de ouvido é altamente recomendável para aproveitar ao máximo a ambientação criada. Ela é bastante eclética, e traz músicas clássicas e batidas de hip hop.

As funções online trazem de volta o "GTS" e o "Wonder Trade" da geração anterior. Além disso, há o "Festival Plaza", um lugar com mini games em que você pode interagir com outros jogadores, conseguir itens e outras coisas pequenas. A novidade serve para distrair, mas enjoa rapidamente. As batalhas continuam com a fórmula de sempre, embora os duelos em trio tenham sido trocados pelo divertido "Battle Royal", em que quatro jogadores se enfrentam ao mesmo tempo.

Conclusão

Pokémon Sun e Pokémon Moon são os melhores jogos da franquia até agora. A história cativante e o incrível trabalho na direção de arte resultam em um jogo empolgante e que vai além do básico “capturar, evoluir e batalhar” das versões anteriores. As novidades "refrescam" a série se reinventar após 20 anos repetindo a mesma forma. Ainda assim, tudo o que há de melhor em Pokémon está de volta nesse jogo, e os fãs da franquia definitivamente devem dar uma chance para o continente de "Alola".

Pokémon X & Y atendeu as suas expectativas? Comente no Fórum do TechTudo.

Nota TechTudo

NOTA tt
10
Gráficos
10
Jogabilidade
10
Diversão
10
Som
10

Prós

  • Z-Moves
  • História envolvente
  • Ótimos gráficos
  • Personagens cativantes
  • Desafios
  • Extinção dos HMs

Contras

  • Problemas pontuais de performance
Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Álan Machado
    2016-11-19T10:21:34  

    Pra quem jogou Final Fantasy, animações de golpes muito longos não é problema...

    recentes

    populares

    • Álan Machado
      2016-11-19T10:21:34  

      Com certeza... ficar mais de um minuto vendo Knights of the Round atacando...