Jogos de ação

NOTA tt
7.3

Review The Powerpuff Girls: Defenders of Townsville

The Powerpuff Girls Defenders of Townsville traz as Meninas Super Poderosas que continuam duronas. O jogo surpreende com uma jogabilidade interessante e que não é moleza, apesar de um pouco repetitiva.

Lílian Moreira
por
em

The Powerpuff Girls Defenders of Townsville é o jogo das fofas e meigas, mas também duronas, Meninas Super Poderosas. Que o cor-de-rosa da tela nem a fofura das garotas deixe enganar: não é um mero jogo comercial que sem o merchandising do desenho não teria nada. A jogabilidade surpreende, misturando metroidvania com shooter 2D e capacidade de voar. A falha fica por conta da repetição. Confira!

The Powerpuff Girls Defenders of Townsville: aprenda a jogar o game

The Powerpuff Girls: Defenders of Townsville (Foto: Divulgação)The Powerpuff Girls: Defenders of Townsville (Foto: Divulgação)


História do game

O jogo começa como a maioria dos desenhos da série: tudo está bem em Townsville até as Meninas Super Poderosas receberem uma ligação do prefeito com mais um ataque do vilão Macaco Loco. Elas correm para salvar o dia mais uma vez e se surpreendem com uma emboscada. Era tudo um plano para atraí-las ao local onde Macaco Loco as atinge com sua nova arma: um raio que as faz esquecer de seus poderes.

A missão das meninas é então recuperar suas memórias aos poucos. Começamos com Docinho, que vai se lembrando até de coisas básicas, como dar um soco ou voar. Depois jogamos com Florzinha e Lindinha para recuperar seus poderes e vencer o mal.

Jogabilidade

Docinho percorre salas bidimensionais matando monstros, buscando novos poderes e salvando as outras Meninas, que tem habilidades diferentes e depois podem ser alternadas. Cada poder adicionado faz com que o jogador volte a salas anteriores para buscar power-ups antes impossíveis de alcançar.

A evolução dos poderes é bem interessante, com a proposta de recuperá-los um a um, apesar de ser essencialmente um jogo de ação e aventura, nesse aspecto se assemelha um pouco a um dungeon crawler, mas não existem recompensas na forma de nenhum tipo de dinheiro, elas são os próprios poderes, vida ou defesa.

The Powerpuff Girls: Defenders of Townsville explorar e coletar power-ups (Foto: Divulgação)The Powerpuff Girls: Defenders of Townsville explorar e coletar power-ups (Foto: Divulgação)

A estrutura de exploração das salas parece um jogo estilo metroidvania e com o principal ataque sendo um raio à distância, lembra um shooter 2D com o diferencial da movimentação por voo. A jogabilidade é boa por esse lado, no entanto algumas coisas o deixam cansativo.

Os inimigos mais comuns são robôs redondos que causam danos com tiros ou ao encostar. Cada um tem um comportamento específico, como seguir ou ficar parados até explodir, mas de certa forma são bem repetitivos, redondos e cinza com rosa, sem muita variação.

Explorar as salas e matar os robôs é divertido, a estrutura é aberta e não existe uma ordem específica para percorrê-las, exceto pela limitação dos poderes. A estrutura fica um pouco cansativa pois as salas são similares e caso o jogador se confunda pode ter que dar várias voltas nos mesmos lugares, com os inimigos retornando exatamente ao mesmo lugar.

The Powerpuff Girls: Defenders of Townsville ataques diferentes (Foto: Divulgação)The Powerpuff Girls: Defenders of Townsville ataques diferentes (Foto: Divulgação)

Apesar de ter alguns elementos repetitivos a jogabilidade tem alguns momentos de fluidez e o jogo é relativamente curto. O modo principal pode ser zerado em cerca de quatro horas, o que abre um modo especial onde já se começa com as três meninas de uma vez e com habilidades mais fortes.

Gráficos e som

É possível escolher entre o estilo do cartoon clássico das Meninas Super Poderosas ou o visual dos desenhos mais modernos, ambos seguindo o estilo da animação da TV. Todos os menus são cor-de-rosa, mas as cavernas são cinzentas e amarronzadas. É possível escolher o nível de detalhes para pesar menos em computadores mais lentos ou notebooks.

The Powerpuff Girls: Defenders of Townsville visual clássico e moderno (Foto: Divulgação)The Powerpuff Girls: Defenders of Townsville visual clássico e moderno (Foto: Divulgação)

O som é um pouco repetitivo e às vezes deixa o jogador com vontade de deixar no mudo. Cada Menina tem cerca de três falas apenas, que são alternadas a cada soco ou ataque. Como o jogo consiste, essencialmente, em voar e bater em bichos o tempo todo, essas falas enjoam o jogador até o limite.

Localização

Os vídeos tem legendas em português, mas não dublagens. Nesse ponto é suficiente, mas a falha fica por conta dos menus e caixas de texto, que às vezes mostram pequenos erros de tradução, como uma tela escrito “Salvar Sala” quando claramente quer dizer “Sala para salvar”. Os erros são pontuais e pequenos, não significam um prejuízo na jogabilidade, mas demonstram uma má finalização.

Conclusão

The Powerpuff Girls Defenders of Townsville é um jogo que vai além da franquia das Meninas Super Poderosas e poderia ser um título autêntico mesmo sem a marca. O grande ganho está na jogabilidade interessante que mistura vários gêneros dentro da ação e aventura. A principal falha está em ser repetitivo, mesmo com sua curta duração. Além disso a localização para português não foi bem finalizada, com erros óbvios que evidenciam um trabalho apressado.


Quais os melhores jogos baseados em desenho animado?
Comente no Fórum do TechTudo!

Nota TechTudo

NOTA tt
7.3
Gráficos
9
Jogabilidade
8
Diversão
6
Som
6

Prós

  • - Legenda em português
  • - Visual clássico e moderno

Contras

  • - Jogabilidade repetitiva
  • - Efeitos sonoros repetitivos
  • - Vilões repetitivos
  • - Localização falha
Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares