Publicidade

Por Felipe Vinha; Por TechTudo


Remember Me é a mais recente aposta da Capcom, que tenta criar uma nova franquia nesta época de transição para a futura geração de consoles. Com um enredo futurista e elementos similares a franquias de sucesso, o game até agrada, mas ainda precisa de muito mais para se firmar entre os títulos consagrados do mercado. Remember Me possui versões para PS3, Xbox 360 e PC.

Remember Me (Foto: Divulgação) (Foto: Remember Me (Foto: Divulgação)) — Foto: TechTudo

Enredo embolado demais

A história de Remember Me se passa no futuro, quando os seres humanos têm sua mente controlada por organizações de segurança. A protagonista Nilin é uma agente que investiga mentes criminosas, mas após sofrer de amnésia, precisa correr na tentativa de sobreviver e recuperar o seu passado.

Aos poucos tudo começa a fazer sentido para a protagonista – e para o jogador. Então é hora de se aprofundar mais em um cenário futurista que poderia ser algo bem marcante. Entretanto, as confusões do enredo tornam as longas explicações bastante entediantes. Afinal, é um tanto difícil associar tudo de uma só vez.

Uma mistura de Blade Runner com Assassin's Creed

A campanha principal de Remember Me agrada por construir uma ambientação futurista que lembra clássicos do cinema, como o aclamado Blade Runner. Dessa forma, o game não se limita a instalações e bases repletas de paredes e construções tecnológicas, trazendo também uma ideia de como seriam cidades simples integradas à tecnologia de ponta.

remember me (Foto: remember me) — Foto: TechTudo

A aventura leva o jogador por becos e vielas até grande galpões repletos de estruturas exploráveis. O esquema lembra bastante jogos como Assassin's Creed e Prince of Persia, obrigando o jogador a escalar paredes e se pendurar em plataformas para evoluir no jogo.

Infelizmente este e outros elementos não evitam que Remember Me seja uma aventura excessivamente linear. Dificilmente o jogador irá se deparar com uma situação em que não há como adivinhar por onde seguir. Para facilitar ainda mais, o game conta um sistema de localização, que aponta o caminho a ser seguido. Recurso comum em outros títulos recentes, como Dead Space 3 e BioShock Infinite.

É divertido entrar na mente das pessoas!

Se muitos questionam a criatividade do game em relação a elementos da jogabilidade, algo pode ser considerado incomparável: o sistema de investigação e manipulação de memórias. Chamado de Memory Remix, ele permite que Nilin entre na mente de pessoas e faça alterações para que se sintam culpadas ou inocentes.

Remember Me é aventura futurista (Foto: Divulgação) (Foto: Remember Me é aventura futurista (Foto: Divulgação)) — Foto: TechTudo

A forma com que isso é apresentado no jogo merece muitos elogios. Desde a criatividade para criar esse contexto, como a sua execução. Chega a ser divertido acompanhar e manipular elementos de uma cena para confundir a mente de um determinado personagem. Pena que o recurso só é usado poucas vezes dentro da campanha principal.

Sistema de combos refinado

Como arma principal, Remember Me traz um incrível sistema de combos com a personagem principal. Sendo assim, no lugar de pistolas, fuzis ou coisa parecida, é preciso distribuir golpes em todos que surgem em seu caminho, independentemente do tamanho.

Remember Me (Foto: Divulgação) (Foto: Remember Me (Foto: Divulgação)) — Foto: TechTudo

Isto cria uma atmosfera ainda mais única no game, permitindo que o jogador faça combinações simples que utilizam dois ou três botões diferentes no máximo. Esse mesmo sistema permite alterar os tipos de comandos disponíveis nas batalhas. Portanto, é possível golpear e encher sua energia, por exemplo.

Os comandos ficam mais complexos à medida com que se evolui na trama. Entretanto, a evolução do combate se dá de forma positiva, já que com certo domínio do sistema é possível eliminar um inimigo e encher as outras barras, seja de energia ou especial. O único problema é ficar atento para não perder o tempo certo de cada combinação.

Visual que agrada

Os primeiros trailers de divulgação não criavam expectativas diante do visual de Remember Me. Ao contrário de outras produções, que focam cenários e personagens bem detalhados em seu material de marketing, a Capcom nunca optou por seguir nesta mesma direção. Fica difícil saber o real motivo, já que o título conta com um visual que não deixa a desejar.

Remember Me (Foto: Divulgação) (Foto: Remember Me (Foto: Divulgação)) — Foto: TechTudo

Toda a ambientação citada no início deste review faz jus à comparação com outros clássicos da ficção científica. A riqueza de detalhes fica explícita em quase todos os cenários e animações e, mesmo que muitos personagens não tenham uma forma exata, sendo compostos por pequenas peças conectadas, ainda assim combinam bem com toda a ideologia da trama. Infelizmente a trilha sonora não acrescenta em qualidade ao resultado final, sendo um dos pontos fracos do jogo.

 Conclusão

Remember Me é uma nova franquia de Capcom que busca seu lugar ao sol. Com uma ambientação agradável e uma jogabilidade bem adaptada, o game tem tudo para evoluir em uma futura continuação. Já neste título de estreia há problemas com um enredo confuso e uma trilha sonora sem atrativos.

7

Gráficos
8
Jogabilidade
7
Diversão
7
Som
6

Prós

  • - Sistema de combos
  • - Visual agradável

Contras

  • - Enredo complexo demais
  • - Trilha sonora fraca

Mais do TechTudo