Fones de ouvido

Por Yuri Hildebrand, da Redação

Yuri Hildebrand/TechTudo

Freebuds 3 é o novo fone Bluetooth da Huawei no Brasil, que está à venda por R$ 1.299 na loja oficial da marca. O modelo tem design que lembra os AirPods, da Apple, e especificações que prometem bater de frente com o rival, além de preço mais baixo – os earbuds da maçã custam, pelo menos, R$ 1.349. O produto tem ainda cancelamento de ruído ativo, que pode ser configurado por meio de um app proprietário para celulares Android e iPhone (iOS), mas que não agradou durante os testes.

O destaque do acessório fica mesmo por conta da reprodução, que superou as expectativas, sobretudo em relação aos graves. Confira a seguir mais detalhes sobre a nossa avaliação do fone de ouvido totalmente sem fio da gigante chinesa e saiba se ele é uma boa opção de compra para você.

Freebuds 3 tem design que lembra os AirPods, da Apple; veja nossa avaliação do modelo — Foto: Yuri Hildebrand/TechTudo

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Design

O modelo é bastante parecido com os AirPods, sobretudo na opção branca. Há ainda uma versão em preto à venda no mercado brasileiro, e, em vista do dia dos namorados (14 de fevereiro), uma variante em vermelho também foi lançada em alguns países. Os fones são do tipo earbud e têm uma haste alongada na parte externa, o que facilita bastante o manuseio para ajustar o dispositivo no ouvido. A fixação do aparelho talvez seja o principal ponto negativo do produto, já que é necessário mexer de vez em quando para deixar o acessório firme.

Ao final da haste, com acabamento prateado, está o duto do microfone, que, de acordo com a fabricante, elimina o ruído do vento ao captar a voz do usuário. Durante ligações, de fato, o fone apresentou um bom desempenho, e as pessoas do outro lado da linha conseguiram compreender o que foi dito sem problemas.

Haste facilita o ajuste dos earbuds no ouvido do usuário — Foto: Yuri Hildebrand/TechTudo

Em relação ao estojo carregador, o visual arredondado é um pouco curioso, lembrando fones Bluetooth totalmente sem fio de entrada. Apesar disso, a case cabe facilmente no bolso e facilita o transporte dos earbuds. Ao todo, são dois LEDs na caixinha: um na parte inferior, que indica o nível de carga do conjunto e fica junto à entrada USB-C, e um dentro do acessório, que mostra a situação dos fones em si.

Desempenho: reprodução e captação

O que mais surpreendeu durante os testes foi, justamente, a qualidade da reprodução. Fones de ouvido totalmente sem fio, sobretudo com formato de earbuds, têm design que não ajuda na imersão do usuário ao ouvir músicas. Mas, no caso do Freebuds 3, o som não ficou para trás e apresentou uma boa definição. Os graves, por exemplo, tiveram um destaque positivo, e não necessariamente suprimiram as frequências mais altas, como pode acontecer em alguns casos. Escutar estilos como Jazz e Reggae, que têm baixos elaborados, foi bastante interessante no modelo da Huawei – o que não significa que outras variantes da música fiquem para trás.

Modelo surpreendeu em relação à reprodução de músicas — Foto: Yuri Hildebrand/TechTudo

O cancelamento de ruído, por sua vez, não fez muita diferença. Foi possível perceber o bloqueio de ruídos externos mais agudos na rua, como o som do vento e de movimentações mais distantes. Apesar disso, barulhos como de carros passando e pessoas conversando muito próximas continuaram aparecendo, atrapalhando a imersão completa que o recurso promete. É possível configurar a função no app AI Life, da marca, que fica disponível para Android e iPhone (iOS), mas o ajuste é confuso e não compensou o esforço.

Bateria

A fabricante promete quatro horas de uso contínuo com os earbuds no ouvido e até 20 horas com a carga disponível no estojo carregador. Os nossos testes não apresentaram muita diferença, e a bateria não foi realmente um empecilho no dia a dia. Para recarregar o modelo, há um cabo USB-C que acompanha o produto, e o processo é bem rápido: bastou cerca de uma hora para o LED aparecer na cor verde na parte inferior da case. Os fones, por sua vez, carregam totalmente em cerca de 30 minutos na caixinha, ou até menos. Há ainda a opção de carga sem fio por meio do padrão Q1, o que deve facilitar a vida de quem já tem outros dispositivos compatíveis com a função.

LEDs indicam o nível de carga da caixinha e dos earbuds — Foto: Yuri Hildebrand/TechTudo

Recursos e funcionalidades

Aqui, é importante destacar alguns pontos, entre eles a conexão do fone. O pareamento com o celular é automático após a primeira vez de uso, o que é bastante positivo, e a fabricante promete estabilidade nessa interação por conta do chip Kirin A1. Apesar disso, o Bluetooth, disponível no padrão 5.0 no Freebuds 3, apresentou diversas falhas. Uma simples caminhada apressada na rua foi suficiente para atrapalhar a reprodução, que teve engasgos bastante chatos. Até onde foi possível avaliar, a questão teria alguma relação com o nível de bateria dos earbuds, já que esses travamentos ficam mais frequentes após longos períodos de uso.

Os controles por meio da superfície sensível ao toque são simples, e também podem ser ajustados por meio do app AI Life. Apesar disso, são apenas duas ações – dois toques à direita e dois toques à esquerda – e diferentes possibilidades. O usuário pode escolher entre passar de música e interagir com assistentes virtuais como Google Assistente e Siri, ou ativar o cancelamento de ruído e pausar a reprodução, por exemplo, o que decepcionou bastante, de certa forma. Vale ressaltar que os AirPods, da Apple, têm configuração parecida, o que indica uma tendência do segmento.

O usuário pode configurar duas ações dentre diversas possibilidades por meio do app AI Life — Foto: Yuri Hildebrand/TechTudo

Freebuds 3 x AirPods

Os earbuds da Huawei chegam ao Brasil com preço oficial de R$ 1.299. Esse valor fica um pouco abaixo do principal concorrente: AirPods, da Apple. O modelo da maçã aparece por, pelo menos, R$ 1.349, enquanto sua versão com suporte ao carregamento sem fio custa R$ 1.679. Dessa forma, usuários que já contam com produtos da fabricante estadunidense podem não ver muitas vantagens em comprar o Freebuds 3.

Já para usuários de dispositivos Android ou que não fazem questão de montar um ecossistema voltado para uma única marca, o modelo pode ser uma boa oportunidade de contar com um fone Bluetooth totalmente sem fio do segmento premium. Além disso, a boa qualidade de reprodução e recursos como o pareamento rápido com celulares em geral também são pontos bastante interessantes do produto. Portanto, depende muito do que a pessoa busca na hora de comprar um fone de ouvido, já que as especificações e os tipos de uso são bastante parecidos em ambos os casos.

8.5

Surpreendeu

A qualidade de som é, de fato, um dos pontos positivos do fone Bluetooth da Huawei. Sua capacidade de reproduzir graves, médios e agudos bem definidos, chamou atenção, além do volume razoável. O design, por sua vez, não traz muitas novidades, já que segue o padrão utilizado pela Apple nos AirPods. De certa forma, é um rival à altura dos earbuds da maçã, e pode ser uma opção para usuários de celulares Android que buscam algo parecido.
Design
8
Reprodução
9
Captação
9
Recursos
8
Fone de ouvido: cinco dicas para conservar melhor o acessório

Fone de ouvido: cinco dicas para conservar melhor o acessório

Qual fone de ouvido é bom para uso geral? Dê sua opinião no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo