Celulares

Por Bruno De Blasi

Review Galaxy A80: o primeiro celular Samsung com câmera que gira Review Galaxy A80: o primeiro celular Samsung com câmera que gira
Bruno De Blasi/TechTudo

A era dos celulares futuristas chegou ao Brasil. Esta é a mensagem passada pelo Galaxy A80, lançamento da Samsung que desembarcou em julho de 2019 com preço sugerido de R$ 3.499 e inédita câmera giratória que permite usar o potente conjunto fotográfico para absolutamente todas as situações do dia a dia – inclusive selfies. Assim como todo produto, ele traz os prós e contras que você conhece a partir de agora, no review do A80.

O smartphone entrega um visual de cair o queixo por não ter quase nenhuma borda ao redor da tela. De cara, podemos dizer que estamos falando de um telefone inovador, com desempenho impecável e ótima ficha técnica, mas com algumas pequenas falhas que podem incomodar bastante no dia a dia.

Confira o lançamento do Galaxy A80

Confira o lançamento do Galaxy A80

Poucas bordas e câmera giratória

O grande chamariz do Galaxy A80 é a câmera giratória. Trata-se de um mecanismo retrátil que desliza automaticamente para ocultar os sensores de selfies quando não estão em uso. Diferentemente de celulares como OnePlus 7 Pro, Oppo Find X, Vivo Nex S, o conjunto é único, o que significa que a câmera tripla muda de posição – vai para frente ou para trás conforme a necessidade.

E tudo funciona como mágica. Quer tirar selfies? Abra o aplicativo de câmera e toque em um único botão. Em questão de segundos, o motor levantará a base e o conjunto irá mudar de lado. Tudo acontece de um jeito simples, prático e rápido, e com qualquer nível de bateria – no nosso caso, testamos o recurso com apenas 3% de carga.

Galaxy A80: câmera deslizante é destaque em lançamento — Foto: Divulgação/Samsung

Galaxy A80: câmera deslizante é destaque em lançamento — Foto: Divulgação/Samsung

O reflexo dessa engenhosidade é visto diretamente na tela. Não há notch ou câmera dentro do display, muito menos bordas espessas na parte superior, com exceção de uma pequena protuberância imperceptível na porção inferior. É basicamente uma telona de 6,7 polegadas nas mãos do usuário, sem interferências.

O display também garante grandes elogios por conta da qualidade. Em todos os momentos, a tela se mostrou ótima para jogar e assistir a filmes e séries. Além das imagens com alta definição possíveis pela resolução Full HD+ (2400 x 1080 pixels), as cores vivas se sobressaem até mesmo em ambientes bastante iluminados.

Galaxy A80: celular apresenta tela com quase nenhuma borda — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo Galaxy A80: celular apresenta tela com quase nenhuma borda — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Galaxy A80: celular apresenta tela com quase nenhuma borda — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Todo esse aparato, no entanto, reflete na pegada. O Galaxy A80 não é escorregadio quando está nas mãos, mas desliza facilmente em qualquer superfície lisa, como livros e mesas de vidro, ele sai deslizando facilmente. Entretanto, estamos falando de um celular grandalhão e pesado, o que o torna desconfortável em diversos cenários. Não à toa, pressionar algo na parte superior da tela é um desafio, já que o dedão sai esbarrando em tudo. Nesses casos, é melhor usar as duas mãos.

Além disso, o Galaxy A80 é um celular que, pelo conjunto da obra, deixa alguns receios. Não porque o smartphone passa sensação de fragilidade, e sim porque a câmera deslizante requer alguns cuidados extras, pois, caso a parte mecânica seja danificada, será o adeus às selfies.

Ele também carece de resistência à água e poeira, característica que está presente em outros celulares na mesma faixa de preço e gerações antigas da linha Galaxy A. E a preocupação com a poeira não é exagerada, já que não foram poucas as vezes em que notei sujeira acumulada na parte interior da câmera, como podemos ver nas imagens a seguir.

Galaxy A80: acúmulo de poeira em câmera deslizante é ponto negativo em análise do TechTudo — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo Galaxy A80: acúmulo de poeira em câmera deslizante é ponto negativo em análise do TechTudo — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Galaxy A80: acúmulo de poeira em câmera deslizante é ponto negativo em análise do TechTudo — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Galaxy A80: acúmulo de poeira em câmera deslizante é ponto negativo em análise do TechTudo — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo Galaxy A80: acúmulo de poeira em câmera deslizante é ponto negativo em análise do TechTudo — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Galaxy A80: acúmulo de poeira em câmera deslizante é ponto negativo em análise do TechTudo — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Chega a dar arrepios ao imaginar os efeitos disso a longo prazo.

Câmera tripla (atrás e na frente)

Galaxy A80: câmera tripla pode ser usada para selfies — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo Galaxy A80: câmera tripla pode ser usada para selfies — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Galaxy A80: câmera tripla pode ser usada para selfies — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

O Galaxy A80 possui um sistema de câmera tripla que não chega a impressionar, mas realiza um bom trabalho. Ao todo, são três possibilidade: teleobjetiva; lente ultra wide ; e sensor 3D (também chamado de ToF), tal qual no Huawei P30 Pro e Galaxy Note 10 Plus, um 3D (ou ToF).

Comecemos pela câmera principal. São 48 megapixels com abertura de f/2.0, o que possibilita fotos ricas em detalhes e cores vivas. O celular também permite zoom digital de até oito vezes. A qualidade, no entanto, é bastante afetada caso você aproxime as imagens, apesar do sensor de alta resolução.

Galaxy A80: câmera principal conta com sensor de 48 megapixels — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo Galaxy A80: câmera principal conta com sensor de 48 megapixels — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Galaxy A80: câmera principal conta com sensor de 48 megapixels — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Galaxy A80: celular permite zoom de até 8x — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo Galaxy A80: celular permite zoom de até 8x — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Galaxy A80: celular permite zoom de até 8x — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

À noite, a qualidade passa por ligeira redução, mas nada gritante. Apesar da granulação, as cores permanecem vivas ou fiéis à realidade – a depender da luz do ambiente – e os detalhes não sofrem muitas avarias, como é recorrente em smartphones intermediários.

Galaxy A80: câmera principal rende bons resultados em fotos noturnas — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo Galaxy A80: câmera principal rende bons resultados em fotos noturnas — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Galaxy A80: câmera principal rende bons resultados em fotos noturnas — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Há ainda um sensor secundário com resolução de 8 megapixels e abertura de f/2.2. Com lente grande angular, ele é capaz de registrar uma parcela maior do ambiente com qualidade próxima à câmera principal.

Galaxy A80: câmera secundária conta com lente ultra wide — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo Galaxy A80: câmera secundária conta com lente ultra wide — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Galaxy A80: câmera secundária conta com lente ultra wide — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

À noite, no entanto, a redução da qualidade é bastante visível: pontos iluminados ficam estourados e a granulação excessiva também marca presença.

Galaxy A80: câmera secundária decepciona em fotos noturnas — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo Galaxy A80: câmera secundária decepciona em fotos noturnas — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Galaxy A80: câmera secundária decepciona em fotos noturnas — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

O terceiro sensor é responsável por capturar a profundidade de campo, uma boa pedida para recursos de realidade aumentada e para aplicar o popular Modo Retrato. No caso de fotos com o efeito bokeh, podemos dizer que a câmera 3D garante um resultado bastante preciso em qualquer nível de intensidade do filtro.

A intensidade do efeito bokeh pode ser ajustada tanto durante a captura da foto como na galeria. No app, há também a possibilidade de aplicar filtros personalizados na imagem, como deixar o fundo em preto e branco, por exemplo.

Galaxy A80: celular possui sensor 3D para fotos com o popular Modo Retrato e realidade aumentada — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo Galaxy A80: celular possui sensor 3D para fotos com o popular Modo Retrato e realidade aumentada — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Galaxy A80: celular possui sensor 3D para fotos com o popular Modo Retrato e realidade aumentada — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Galaxy A80: app Galeria permite aplicar efeitos distintos em fotos com o Modo Retrato — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo Galaxy A80: app Galeria permite aplicar efeitos distintos em fotos com o Modo Retrato — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Galaxy A80: app Galeria permite aplicar efeitos distintos em fotos com o Modo Retrato — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Smartphone também retira a cor do que está em segundo plano — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo Smartphone também retira a cor do que está em segundo plano — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Smartphone também retira a cor do que está em segundo plano — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Uma vez que o mesmo conjunto pode ser aproveitado para selfies, não há diferenças quando se trata de qualidade de imagem. Entretanto, algumas particularidades devem ser levadas em conta.

Diferentemente de quando o conjunto está na traseira, não é possível dar zoom nas selfies. Em todo o caso, o app disponibiliza três angulações fixas, do mais fechado para o mais aberto, o que é muito bem-vindo pois consegue comportar as mais variadas situações, como uma foto com vários amigos juntos, por exemplo.

Além disso, o flash LED do conjunto fotográfico não é acionado, como acontece quando está posicionado na traseira. O celular, em caso de selfies, utiliza a tela para iluminar o ambiente.

Galaxy A80: selfies podem ser capturadas em três ângulos — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo Galaxy A80: selfies podem ser capturadas em três ângulos — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Galaxy A80: selfies podem ser capturadas em três ângulos — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

O aplicativo de câmera traz uma modificação que é bastante confusa. Ao contrário do Galaxy A8 2018, por exemplo, não há uma opção para definir com quantos megapixels a imagem será feita. Os botões trazem dados desencontrados. No fim das contas, a melhor maneira de saber o peso e a resolução da imagem é por meio da área de "Detalhes" da foto, dentro da Galeria.

Galaxy A80: resolução de foto registrada com celular — Foto: Reprodução/Bruno De Blasi Galaxy A80: resolução de foto registrada com celular — Foto: Reprodução/Bruno De Blasi

Galaxy A80: resolução de foto registrada com celular — Foto: Reprodução/Bruno De Blasi

Desempenho veloz e sem engasgos

Uma das características mais impressionantes do Galaxy A80 é o desempenho. Mesmo sendo um celular do segmento intermediário, graças à ficha técnica formada por um processador octa-core de até 2,2 GHz e memória RAM de 8 GB, o lançamento apresenta performance digna de um smartphone premium. Ou seja, ele não deixa a desejar em momento algum.

Comecemos pelas tarefas do dia a dia: ele teve poder de fogo suficiente para rodar sem engasgos os principais aplicativos de produtividade (Evernote, Todoist, iA Writer, ProtonMail), redes sociais (WhatsApp, Telegram, Signal, Instagram e LinkedIn) e entretenimento (Globoplay, GloboNews Play, YouTube e Netflix).

Galaxy A80: ficha técnica engloba memória RAM de 8 GB — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo Galaxy A80: ficha técnica engloba memória RAM de 8 GB — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Galaxy A80: ficha técnica engloba memória RAM de 8 GB — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Já quando se trata de jogos, os resultados são ainda mais empolgantes. Títulos como PUBG correram em alta qualidade e sem lentidão durante o carregamento. O telefone também é compatível com o Fortnite, mas os gráficos não ultrapassaram a opção média.

O armazenamento generoso inclui 128 GB. No entanto, o Galaxy A80 traz uma particularidade rara em celulares da Samsung: a falta de suporte a cartões microSD. Dessa forma, não é possível expandir o espaço para guardar arquivos.

Galaxy A80: armazenamento é de 128 GB sem possibilidade de expansão — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo Galaxy A80: armazenamento é de 128 GB sem possibilidade de expansão — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Galaxy A80: armazenamento é de 128 GB sem possibilidade de expansão — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Bateria de longa duração

O Galaxy A80 é um celular com bateria de 3.700 mAh que promete passar um dia inteiro longe da tomada. Após um teste começou às 6h50 com uso intenso, o smartphone chegou às 22h ainda com 15% de carga, o que dá 15 horas e dez minutos de autonomia. Além dos apps de produtividade e rede social, a análise também contou com 3h20 de streaming de música, reprodução de vídeos por 55 minutos, cinco minutos de Subway Surfers, 55 minutos de PUBG e dez minutos de ligação.

A marca é interessante, especialmente para quem tem o dia atribulado. No entanto, o celular raramente ultrapassa a marca de um dia inteiro longe das tomadas, mesmo com uso moderado.

A recarga rápida requer apenas cerca de uma hora para completar a capacidade total do smartphone. O carregador, no entanto, repete a receita do Moto G7 Plus com o cabo USB-C ponta a ponta, o que impede a conexão do Galaxy A80 em computadores mais antigos e carros.

O Galaxy A80 também abandona outra tradição da Samsung: a saída para fone de ouvido chamada de P2. Dessa forma, o usuário deve lançar mão de um fone no padrão USB-C (presente na caixa), recorrer a um fone Bluetooth ou aderir a um adaptador.

Galaxy A80: saída para fones de ouvido fica de fora em lançamento — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo Galaxy A80: saída para fones de ouvido fica de fora em lançamento — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Galaxy A80: saída para fones de ouvido fica de fora em lançamento — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Android 9 (Pie) de fábrica

O Galaxy A80 chega ao consumidor com a versão mais recente do Android, o Android 9 (Pie). Tal como outros smartphones da marca, o lançamento traz modificações no sistema que vão desde o design da interface até a adição de recursos extras, como o Dual Messenger, que permite o uso de duas contas do WhatsApp simultaneamente.

Galaxy A80: lançamento traz Android 9 (Pie) de fábrica — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo Galaxy A80: lançamento traz Android 9 (Pie) de fábrica — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Galaxy A80: lançamento traz Android 9 (Pie) de fábrica — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

O leitor de impressões digitais está posicionado abaixo do display, da mesma forma que smartphones premium como o Xiaomi Mi 9. A biometria falha bastante, independentemente de o dedo estar limpo, sujo, seco ou molhado. É um resultado aquém do esperado, visto que outros celulares, como Galaxy S10 Plus e Huawei P30 Pro, foram mais ágeis durante os testes do TechTudo. Chega a ser desanimador para um celular que passa dos R$ 3.000.

Galaxy A80: leitor de impressões digitais sob a tela marca presença — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo Galaxy A80: leitor de impressões digitais sob a tela marca presença — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Galaxy A80: leitor de impressões digitais sob a tela marca presença — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Outro incômodo está na hora de realizar chamadas: o celular utiliza a vibração para emitir sons, em vez de optar pelo clássico falante na parte frontal. O resultado são ligações muito baixas ou muito altas. Além disso, o sensor de aproximação parece que não existe. Não é sempre que a tela desliga ao encostar o telefone no ouvido. Escutar áudios no WhatsApp, por exemplo, é uma experiência nada agradável, caso não utilize o viva voz ou fones de ouvido.

Ainda na cola da linha Galaxy S e Galaxy Note, o Galaxy A80 traz a assistente virtual Bixby. Com ela, você pode abrir apps, a câmera e acionar outras funções por meio do comando de voz. Pena que não entende português. Ou seja, é melhor ficar com o Google Assistente.

Galaxy A80: celular conta com Bixby — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo Galaxy A80: celular conta com Bixby — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Galaxy A80: celular conta com Bixby — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

E aí, vale a pena comprar o Galaxy A80?

Não há como definir de outra forma: o Galaxy A80 é impressionante. Mesmo na segunda semana de testes, a câmera giratória me impressionava. Da mesma maneira, foram poucas as vezes em que o lançamento não chamou a atenção das pessoas por perto. Dentre outros fatores ligados à tecnologia merecem ser exaltados está a telona que faz o smartphone brilhar aos olhos.

Entretanto, ele não é isento de falhas, como no leitor de impressões digitais digno de render episódios de impaciência. Os problemas durante as chamadas telefônicas também incomodam bastante. Não à toa, criei o hábito de sempre atendê-las com o fone de ouvido.

Ainda tem a poeira. Ora, eram necessárias apenas algumas horas para que a sujeira se tornasse visível novamente, mesmo com a base retraída.

Outro divisor de águas é o preço, que esbarra no teto de lançamentos premium de 2018 e 2019, que entregam processador melhor e possivelmente câmeras com maior qualidade. O Galaxy A80 chegou ao Brasil com o preço sugerido de R$ 3.499, mas já é encontrado por volta de R$ 2.975. A nível de comparação, o Galaxy S9 Plus e o Galaxy S10 estão à venda por cerca de R$ 2.550 e R$ 3.050, respectivamente, no comércio eletrônico.

8.8

Galaxy A80 leva nota 8,8 em teste do TechTudo

Prós: Câmera tripla com sensor 3D (ToF), tela gigantesca e de alta qualidade, desempenho impecável e bateria para um dia inteiro. Contras: Leitor de impressões digitais com muitas falhas, acúmulo de poeira, chamadas altas demais ou baixas demais e Bixby sem entender português.
Design
9
Desempenho
8.5
Tela
9.5
Câmera
8.5
Bateria
8.5

Ficha técnica do Galaxy A80

  • Tamanho da tela: 6,7 polegadas
  • Resolução da tela: Full HD+ (2400 x 1080 pixels)
  • Painel da tela: Super AMOLED
  • Câmera (giratória): tripla, 48 MP, 8 MP e 3D (ToF)
  • Sistema: Android 9 (Pie)
  • Processador: octa-core de até 2,2 GHz
  • Memória RAM: 8 GB
  • Armazenamento (memória interna): 128 GB
  • Cartão de memória: não há suporte
  • Capacidade da bateria: 3.700 mAh
  • Dual SIM: sim
  • Peso: 220 gramas
  • Cores: preto e rosê
  • Início das vendas no Brasil: julho de 2019
  • Preço de lançamento: R$ 3.499
  • Preço atual: cerca de R$ 2.975

Mais do TechTudo