Celulares

Por Bruno de Blasi, da redação

Bruno De Blasi/TechTudo

Bom desempenho, armazenamento generoso e bateria duradoura: esse é o Galaxy J8, o celular intermediário da Samsung. O lançamento de 2018 traz memória RAM de 4 GB e armazenamento de 64 GB entre as especificações. No entanto, o principal destaque vai para a câmera dupla, característica antes vista apenas nos produtos mais caros da marca. O smartphone sai atualmente por cerca de R$ 1.300 no varejo online, a depender da oferta do dia.

Faz algumas semanas que o TechTudo vem testando o Galaxy J8. A seguir, saiba como foi a experiência.

Galaxy J8: Samsung tem celular barato com câmera dupla — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Ágil e espaçoso

O Galaxy J8 é uma boa opção de celular para quem procura boa performance sem gastar muito. Ele é ágil nas tarefas do dia a dia: aplicativos como WhatsApp, Twitter, Facebook, Gmail, Evernote e Netflix, entre outros, apresentaram desempenho satisfatório mesmo em multitarefa.

Outro ponto a se observar é a ausência de travamentos. Houve, apenas, casos isolados de lentidão, porém, nada incômodo. Tudo isso se deve à ficha técnica intermediária, com direito ao processador Snapdragon 450 (octa-core de até 1,8 GHz) e memória RAM de 4 GB, mesma quantidade do Moto G7 e Galaxy S9, por exemplo.

O smartphone também é espaçoso graças ao armazenamento de 64 GB, uma boa notícia para quem gosta de guardar fotos, vídeos, entre outros tipos de arquivos sem complicações. Caso queira mais, o celular ainda tem suporte a cartão de memória microSD de até 512 GB.

Galaxy J8: ficha técnica intermediária traz memória RAM de 4 GB e armazenamento de 64 GB — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Câmera faz bonito em ambientes iluminados

Um dos primeiros da linha Galaxy J com sistema de câmera dupla, o celular da Samsung traz sensores de 16 e 5 megapixels na traseira. O telefone tira fotos de boa qualidade durante o dia, com cores vivas e boa profundidade de campo.

Galaxy J8: câmera traseira tira fotos com cores vivas em lugares bem iluminados — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

O problema começa quando a luz fica mais escassa. À noite, a qualidade tende a cair perceptivelmente, tornando-se razoável. Além dos detalhes, as cores ficam mais frias ou até mesmo perdem a vivacidade, a depender da iluminação.

Galaxy J8: fotos noturnas são razoáveis — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

O sensor secundário serve apenas para auxiliar no Modo Retrato. O recurso é preciso e aplica o efeito bokeh em instantes. Assim como em outros celulares da Samsung, o Galaxy J8 permite ajustar a intensidade do desfoque do fundo.

A câmera de selfies também tem 16 megapixels, desta vez com resultados razoáveis. Uma boa pedida em fotos noturnas é o flash frontal, um recurso bastante interessante para ser utilizado em festas, por exemplo.

Galaxy J8: sistema de câmera dupla marca presença no celular — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Bateria não deixa na mão

O bom desempenho é alinhado à bateria de longa duração. São 3.500 mAh que rendem um dia inteiro de uso, levando em consideração o período entre a manhã e noite. Vale destacar que foram utilizados apps de redes sociais e produtividade com intensidade para alcançar este resultado.

Em casos de uso moderado, a autonomia se tornou ainda mais satisfatória. Isto porque o Galaxy J8 levou cerca de um dia e meio para descarregar. O celular, porém, não conta com sistema de recarga rápida.

Galaxy J8: autonomia é destaque em análise do TechTudo — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Tela decepcionante

A atual predileção da indústria por celulares mais alongadas se faz presente no Galaxy J8, que possui tela de 6 polegadas com bordas finas e cores vivas. A baixa resolução HD+ (1480 x 720) afeta diretamente a qualidade da tela, especialmente em textos.

Galaxy J8: tela de 6 polegadas tem bordas reduzidas — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

O problema maior está na ausência de um sensor de iluminação, o que impede o ajuste automático do brilho de acordo com o ambiente. A falta do recurso atrapalha bastante no dia a dia. Ir à rua, por exemplo, requer o ajuste manual obrigatório, pois a tela fica escura em lugares claros. Para isso, é preciso abrir a central de notificações e ajustá-lo automaticamente. O processo foi todo muito cansativo no Rio de Janeiro, uma cidade notadamente muito ensolarada.

Galaxy J8: celular requer ajuste manual do brilho — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Outro ponto negativo está na traseira do celular. Mesmo com boa ergonomia – ele cabe perfeitamente nas mãos –, a tampa é escorregadia. Vez ou outra, o Galaxy J8 ameaçou cair após movimentos bruscos. A capinha é um acessório recomendável.

Sistema Android e recursos Samsung

O Galaxy J8 sai de fábrica com o Android 8 (Oreo), sistema do Google anunciado em março de 2017 A expectativa é de que o telefone receba atualização para o Android 9 (Pie), mais recente, nos próximos meses.

O smartphone traz recursos exclusivos da Samsung, entre eles uma ferramenta que possibilita abrir duas instâncias simultâneas de WhatsApp e demais apps de chat – o chamado Dual Messenger. Também marcam presença os atalhos para abrir dois aplicativos ao mesmo tempo, chamados de Par de Apps.

Já a biometria ocorre de duas formas: leitor de impressões digitais, localizado na traseira do aparelho, e reconhecimento facial, a partir da câmera na superfície frontal.

Galaxy J8: leitor de impressões digitais está posicionado na traseira do celular — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Vale a pena comprar o Galaxy J8?

Há muito que considerar no Galaxy J8. Trata-se de um celular veloz e com armazenamento que dá e sobra para vídeos, fotos e músicas. Além disso, a bateria é um ponto que chamou bastante a atenção graças à sua duração. Sem dúvidas, é um telefone que promete não te deixar na mão durante o dia a dia.

A câmera também merece atenção pois não faz feio em ambientes bem iluminados, em que as cores vivas se sobressaem. Até os fãs de selfies têm o que comemorar com o flash frontal, uma grande ajuda em festas e passeios noturnos, entre outras ocasiões.

Apesar desses benefícios, fatores relacionados à tela desanimam bastante. A começar pela resolução HD+ (1480 x 720 pixels), cuja especificação come poeira de de concorrentes diretos, caso do Moto G6 com display Full HD+ e preço equivalente.

Outro ponto é a ausência do sensor de iluminação, que exige o ajuste manual e constante do brilho. O processo é incômodo, especialmente quando há pressa do usuário. Quantas vezes solicitei um Uber à tarde e não consegui ler, de imediato, as informações na tela? Situações assim foram constantes.

O Samsung Galaxy J8 chegou ao Brasil em julho de 2018 pelo preço de lançamento de R$ 1.899. Atualmente é encontrado no varejo online por cerca de R$ 1.300, uma bem-vinda redução de quase R$ 600. São três cores: preto, violeta e prata.

7.6

Galaxy J8 leva nota 7.6 em teste do TechTudo

Prós: bom desempenho, armazenamento generoso e bateria que dura um dia inteiro. Contra: tela com baixa resolução e ausência do sensor de iluminação.
Design
7
Desempenho
8.5
Tela
6
Câmera
8.5
Bateria
8

Ficha técnica do Samsung Galaxy J8

  • Tamanho da tela: 6 polegadas
  • Resolução da tela: HD+ (1480 x 720 pixels)
  • Painel da tela: Super AMOLED
  • Formato: 18:9
  • Câmera principal: dupla, 16 e 5 megapixels (f/1.7 e f/1.9)
  • Câmera frontal (selfie): 16 megapixels (f/1.9)
  • Sistema: Android 8 (Oreo)
  • Processador: Snapdragon 450
  • Memória RAM: 4 GB
  • Armazenamento (memória interna): 64 GB
  • Cartão de memória: microSD de até 512 GB
  • Capacidade da bateria: 3.500 mAh
  • Dual SIM: sim
  • Peso: 177 gramas
  • Cores: preto, violeta e prata
  • Início das vendas no Brasil: julho de 2018
  • Preço de lançamento: R$ 1.899
  • Preço atual: cerca de R$ 1.300

Galaxy J8: conheça o novo celular da Samsung

Galaxy J8: conheça o novo celular da Samsung

Mais do TechTudo