Jogos de aventura

Por Erick Figueiredo, do Home Office

Reprodução/TechTudo

It Takes Two é uma experiência bastante diferente de tudo o que há no atual mercado de games. Sendo um jogo totalmente em Co-Op, seu objetivo principal não é salvar o mundo ou competir com um segundo jogador. A missão do game é fazer com que amigos se ajudem e melhorem seus laços de amizade. O título da Electronic Arts (EA) oferece uma sensação de que ambos os jogadores são importantes para o avanço da história. Confira, no review a seguir, a análise do TechTudo sobre It Takes Two.

O jogo está disponível para PlayStation 4 (PS4), PlayStation 5 (PS5), Xbox One, Xbox Series X/S e PC. Vale dizer, portanto, que a versão testada pelo TechTudo foi a de PS4.

A narrativa apresenta um tema que não é muito representado em histórias: A separação de um casal — Foto: Reprodução/TechTudo

Quer comprar consoles, jogos e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Uma experiência única

It Takes Two é um jogo totalmente em Co-Op que requer dois usuários para ser jogado. Sendo mais específico, o game obriga que você possua um amigo para jogá-lo. De início, pode parecer ser estranho que o título tenha esse requerimento, entretanto, logo fica óbvio por que existe esta exigência.

Sua história aborda uma questão interessante e pouco utilizada na narrativa de games: separação. Os protagonistas da aventura são os pais da pequena Rose, Cody e May. O casal está planejando se separar e a criança, ao receber a notícia, acaba por dar início à aventura ao desejar que os dois continuem juntos. Os parentes da garota acabam indo parar dentro do corpo de dois bonecos criados por ela e agora precisam retornar até a jovem, encarando diversos desafios no caminho.

Essa missão não é fácil, pois existem muitos desafios que a dupla precisa encarar, desde insetos que querem acabar com os bonecos, até objetos inanimados que ganham vida. Se esses obstáculos ainda não fossem o bastante, o casal ainda precisa lidar com a “ajuda” do Dr. Hakim, um livro de autoajuda que recebeu o objetivo de ajudar a relação dos dois.

A história toda é bem tranquila e explicada de uma forma muito divertida e leve. O jogo em si tem muitos momentos cômicos que parecem ter saído de um desenho animado. Conforme o jogador vai avançando na aventura, mais doidas as coisas vão ficando.

Criatividade é o que não falta aqui

Personagens estranhos fazem parte da aventura — Foto: Reprodução/TechTudo

It Takes Two é uma experiência cheia de criatividade e que não tem medo de colocar surpresas inesperadas no caminho dos jogadores. A todo momento algo novo aparece na aventura: a jogabilidade muda de um jogo de plataforma para um estilo diferente e o mundo se abre mais e mais.

A ideia de um jogo co-op plataforma não é algo novo. Apesar disso, o jeito como It Takes Two oferece esta experiência é o que o separa de outros games. O design do título requer que os dois jogadores estejam em sintonia e se ajudem, como em uma relação social. Ambos precisam fazer a sua parte, para que no final as coisas deem certo.

Muitas das soluções de desafios não são algo tão óbvio quanto o esperado. Alguns requerem que os jogadores pensem de uma forma inesperada, e nada é mais divertido do que descobrir uma solução que em outros jogos não seria permitido.

Jogabilidade

Ambos os jogadores podem enxergar a tela do outro — Foto: Reprodução/TechTudo

It Takes Two é um jogo de plataforma em que dois jogadores devem ajudar a superar desafios. Contudo, ao longo da aventura, outros estilos de jogabilidade aparecem durante algumas partes do game. Atirar em vespas como em um jogo de tiro em terceira pessoa, controlar um avião e até participar de uma luta 1 a 1 como em Street Fighter.

Essa transição de jogabilidade é feita de uma forma bem tranquila. O jogo oferece momentos de tranquilidade para se acostumar com a novidade antes dos desafios aparecerem. Outra facilidade que merece destaque é o controle dos personagens, que é bem simples: basta utilizar apenas um botão para pular e outro para ativar botões e certas ações.

O foco maior da aventura é na solução de desafios e trabalhar juntos para resolver os desafios da plataforma. Entretanto, ainda existem momentos de combate, seja contra inimigos simples ou contra chefões específicos. Os duelos contra os adversários ao final dos cenários são desafiadores. Os jogadores precisam desviar de uma série de ataques antes de trabalharem juntos para realizar um contra-ataque.

Mesmo que algum player seja punido com ataques, não é preciso ter medo de sofrer represálias. O jogo opera em um sistema de vidas infinitas enquanto o parceiro estiver vivo. Se os dois morrerem, a dupla retorna de um checkpoint. Este sistema permite que mesmo aqueles que não forem habilidosos afetem a jogabilidade e, mais uma vez, incentiva o trabalho em equipe para prosseguir quando for necessário.

É possível encontrar alguns mini games ao explorar os cenários — Foto: Reprodução/TechTudo

Além da jornada normal, também é possível encontrar mini-games que colocam os jogadores para competir um contra o outro. Não há uma recompensa óbvia na hora de completá-los, mas eles são bem divertidos e servem como uma boa forma de distração.

Outro destaque é a forma como o jogo apresenta a aventura aos usuários. Com a tela dividida ao meio, a dupla consegue enxergar tudo o que o parceiro vê. Isso pode atrapalhar de início, mas acaba sendo bastante útil conforme você vai se acostumando. Entretanto, a falta de uma opção de focar apenas em uma única tela pode ser algo ruim, principalmente se a televisão utilizada não for muito grande.

Gráficos e sons

O jogo encanta pelos seus cenários belos e variados — Foto: Reprodução/TechTudo

It Takes Two é um jogo muito bonito mesmo que ele não utilize todo o poder do hardware que está disponível. Os cenários são enormes e possuem bastante detalhes interessantes. Como os personagens são bonecos, os desenvolvedores usaram a oportunidade para oferecer particularidades únicas em cada um dos locais visitados.

Os modelos dos personagens também são bem detalhados e bonitos. Efeitos de iluminação são bem utilizados e, em alguns casos, ajudam até mesmo a passar uma certa sensação de aventura aos jogadores. Os gráficos ajudam a transmitir a mensagem que os bonecos controlados foram criados por uma garotinha e que tudo à sua volta é realmente um mundo mágico.

Complementando os bons gráficos estão os efeitos sonoros e vozes. A música do jogo é muito boa, utilizando melodias que podem ser reconhecidas de desenhos e filmes antigos. As melodias mudam conforme a ação na tela, e se tornam mais veloz quando cenas de ação acontecem, e calma quando a dupla de heróis estão apenas descobrindo coisas novas.

As vozes dos personagens também são muito boas e bem adequadas aos bonecos e outras criaturas que são encontradas na aventura. Existem alguns casos de voz bem icônicas que ajudam a caracterizar um ou outro personagem, como o livro Dr.Hakim, que possui voz de galã mexicano, ou o esquadrão de esquilos que possuem vozes de soldados de filme americanos.

É bem divertido que os desenvolvedores quiseram dar essa variedade aos seus personagens e tornar a experiência em algo ainda mais legal. Apesar de não existir dublagem em português, legendas em nossa língua estão disponíveis e isso ajuda bastante.

Conclusão

It Takes Two é um jogo divertido, que oferece uma experiência bastante única e que deve agradar usuários que procuram um game co-op. Este é um título que vai testar o relacionamento da dupla, ao oferecer uma aventura cheia de desafios e momentos bem agradáveis. Entretanto, a falta de uma opção singleplayer e a ausência de um desafio real pode acabar atrapalhando no final.

8.1

Jogo é uma ótima experiência com uma narrativa interessante e bons gráficos

It Takes Two apresenta uma nova forma de co-op que vai testar bastante o trabalho em equipe de dois jogadores. A experiência é bem interessante, com uma narrativa que apresenta temas não explorados no meio e bons gráficos.
Jogabilidade
7.5
Gráficos
8
Diversão
9
Enredo
8.5
Som
7.5
5 jogos com os melhores gráficos do PS4 e Xbox One

5 jogos com os melhores gráficos do PS4 e Xbox One

Mais do TechTudo