Fones de ouvido

Por Beatriz Cardoso, do Home Office

Beatriz Cardoso/TechTudo

O Tune 220TWS é um fone de ouvido Bluetooth totalmente sem fio da JBL. Com design que o coloca como uma alternativa mais em conta a rivais premium como os AirPods, da Apple, o acessório tem bateria de três horas de duração por carga promete boa qualidade de reprodução. O modelo traz ainda botões de ação para atender chamadas telefônicas, dar play/pause e pular músicas sem precisar mexer no celular.

O fone Bluetooth está à venda na loja oficial da JBL por R$ 749, mas pode ser encontrado no varejo online por preços a partir de R$ 589,90, segundo pesquisa no Compare TechTudo. Veja no review a seguir o que achamos do JBL Tune 220TWS e se ele é uma boa opção para você.

Testamos o JBL Tune 220TWS e dizemos se ele é bom — Foto: Beatriz Cardoso/TechTudo

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Design

O JBL Tune 220TWS tem aparência discreta, com detalhes em metal e pintura Soft Touch, e fica disponível para comprar no site da fabricante no Brasil nas cores branca e preta. Os auriculares com ajuste universal — como a JBL chama o design do in-ear — foram bem nos testes e o fone encaixou na orelha sem problemas, sem causar desconforto mesmo depois de usá-los por mais de três horas seguidas. O Tune 220TWS não ameaça cair mesmo com movimentos bruscos da cabeça, mas esbarrar por acidente na ponta das hastes pode desencaixar os earbuds.

O aparelho também traz um botão físico em cada fone. No lado esquerdo, é possível avançar a música com um toque, ou reiniciar a faixa com dois cliques. O lado direito acumula mais funções: dar play/pause, chamar a assistente virtual; atender e desligar ligações; ativar e desativar o microfone durante chamadas.

Deixo aqui minha reclamação como canhota: os recursos mais úteis são exclusivos do lado direito do fone, e não há a opção de configurar os atalhos dos botões (diferente, por exemplo, do Galaxy Buds+, da Samsung) para poder adequar a experiência à minha realidade.

Tune 220TWS acompanha estojo recarregável e cabo USB — Foto: Beatriz Cardoso/TechTudo

O JBL Tune 220TWS vem com estojo carregador e um cabo microUSB com fio chato para evitar nós. O aparelho não inclui fonte de energia própria, de maneira que o usuário deve arranjar uma tomada ou carregar a case da JBL em outros dispositivos, como pela entrada USB do computador.

A case do Tune 220TWS tem os cantos arredondados, o que ajuda a amortecer quedas e prevenir riscos e arranhões sobre a superfície. O material que envolve o estojo é opaco e bom para remover poeira, além de impedir marcas de digitais ao manuseá-la. O interior da case traz três luzes LED brancas para indicar o percentual de bateria e informar o carregamento dos fones.

Conectividade

Fone Bluetooth da JBL pisca azul e branco para indicar conexão — Foto: Beatriz Cardoso/TechTudo

O JBL Tune 220TWS tem conexão Bluetooth 5.0 e é compatível com dispositivos Android e iPhone (iOS). Os fones entram automaticamente em modo de pareamento ao retirá-los do estojo e, em testes com um Samsung Galaxy A10, levaram cerca de cinco segundos para conectar ao smartphone. A conexão é estável, com poucos engasgos na reprodução da música. Ao afastar o Tune 220TWS do celular pareado por uns dez metros, com três paredes de obstáculo, ele toca o áudio com algumas interrupções ocasionais e breves.

As laterais da parte externa do fone trazem um par de LEDs em azul e branco para informar o status da conexão Bluetooth e a situação da bateria. É possível controlar o pareamento com toques nos botões físicos, com instruções como três cliques, toque longo de três ou cinco segundos, e assim por diante.

O aviso do Bluetooth via LED depende da cor acesa e da frequência do brilho (piscando ou aceso, por exemplo). As indicações das luzes podem ser um pouco complicadas de memorizar em um primeiro contato, mas não é nada que o uso do Tune 220TWS no cotidiano não resolva.

Desempenho

Fone JBL traz graves poderosos, como promete a fabricante — Foto: Beatriz Cardoso/TechTudo

O Tune 220TWS tem tecnologia JBL Pure Bass Sound, prometida pela fabricante como “a melhor qualidade de som” pelo poder dos graves. Cada fone tem um driver dinâmico de 12 mm com resposta de frequência de 20 Hz a 20 kHz. De fato, os baixos confirmaram o que indica a JBL, trazendo textura à música em reprodução. Os agudos também são de qualidade, e o som não distorceu mesmo no volume máximo.

O microfone integrado se saiu bem em chamadas telefônicas e áudios no WhatsApp. Ele capta bem a voz do usuário sem distorcê-la, de forma que não é preciso falar acima do volume normal, e ele não pega tanto o som ambiente para atrapalhar a conversa. O Tune 220TWS tem botões para atender ou recusar, e ativar ou mutar o microfone durante ligações.

JBL Tune 220TWS tem integração com assistentes virtuais — Foto: Beatriz Cardoso/TechTudo

Os botões também servem para ativar a assistente virtual do celular. No caso da Google Assistente no Galaxy A10, foi necessário cerca de quatro segundos para interromper a música e ativar a assistente, após dar os dois toques no fone direito. A canção é automaticamente retomada pelo Tune 220TWS depois de fechar a assistente.

O tempo de resposta de pausa do fone é de dois segundos, e ele demora cerca de oito segundos para desligar pelo comando de pressionar ambos os botões por cinco segundos. Os botões têm sensibilidade boa e é fácil encontrá-los ao usar o fone. Contudo, quem é mais bruto corre o risco de sentir certo desconforto ao pressioná-los enquanto estiver com o Tune 220TWS no ouvido.

Bateria

Estojo carregável do Tune 220TWS promete 19 horas de autonomia — Foto: Beatriz Cardoso/TechTudo

Cada carga do Tune 220TWS promete autonomia de três horas, sendo no total 19 horas de bateria com o estojo recarregável. Nos testes, ouvindo música majoritariamente pop com o volume quase no máximo, a bateria durou entre 2h17min e 2h37min.

Prevê-se menos de duas horas para recarregar o par de fones na case e, na prática, isso levou em média 1h e 50 minutos, nunca ultrapassando a estimativa da fabricante. Já o estojo demora cerca de 1h 39 minutos para carregar, enquanto, com o fone, o tempo cai para 1h e 34 minutos.

Então, a autonomia do fone Bluetooth deixa a desejar, já que é preciso esperar mais da metade da duração da carga apenas para carregar a bateria. Além disso, o Tune 220TWS não traz nenhum recurso “extra” para justificar a baixa autonomia como, por exemplo, cancelamento de ruído ativo.

Conclusão

Fone da JBL está à venda por menos de R$ 800 na loja oficial — Foto: Beatriz Cardoso/TechTudo

O Tune 220TWS está à venda na loja oficial da JBL por R$ 749. O que mais pesa para avaliar o custo-benefício do fone é a duração da bateria de apenas três horas. A ausência de fios é uma grande conveniência, mas ter sessões de música interrompidas pode ser tão inoportuno quanto optar por um fone de ouvido “tradicional” mais barato.

Por isso, é preciso pesar as prioridades na hora de escolher qual modelo comprar. O cenário fica melhor com o valor de R$ 589,90, preço mínimo no varejo, mas, ainda assim, é um preço acima de acessórios com fio no mercado nacional, por exemplo.

A JBL oferece outras opções que podem ser mais vantajosas, como o Tune 120TWS, que promete quatro horas de bateria por um valor R$ 150 abaixo do fone que testamos. Também há o rival Galaxy Buds+, disponível oficialmente por R$ 799 e com bateria de mais de 11 horas.

Não é possível comparar com certeza a potência de som do fone da Samsung com o da JBL, uma vez que a fabricante não informa dados específicos como resposta de frequência, mas o Galaxy Buds+ tem dois drivers por fone e três microfones, ficando bem à frente do Tune 220TWS por R$ 50 a mais. Por isso, o Tune 220TWS pode ser uma boa escolha para quem não se importa em pagar mais por som de qualidade, e não costuma ouvir música por longos períodos.

8.4

Graves surpreendem, mas bateria desagrada

JBL Tune 220TWS agrada na qualidade de som e design confortável, mas duração da bateria deixa a desejar.
Design
10
Funcionalidades
9
Desempenho
9
Custo-benefício
7
Bateria
7
Fone de ouvido: cinco dicas para conservar melhor o acessório

Fone de ouvido: cinco dicas para conservar melhor o acessório

Mais do TechTudo