Celulares

Por Bruno de Blasi

Review Moto G7 Plus: a vez do notch no celular da Motorola Review Moto G7 Plus: a vez do notch no celular da Motorola
Bruno De Blasi/TechTudo

O Moto G7 Plus é o novo celular da Motorola, anunciado em fevereiro de 2019 com o preço sugerido de R$ 1.899. O smartphone, que chega ao mercado com ficha técnica intermediária, promete câmera dupla de alta qualidade, bateria de longa duração e design remodelado, com notch em forma de gota d'água. São duas cores: rubi (vermelho) e índigo (azul escuro). Para completar, o varejo online já pratica desconto de cerca de R$ 400.

O TechTudo testou o telefone da Motorola por algumas semanas para responder a pergunta que não cala: o Moto G7 Plus é bom? Saiba a resposta, bem como as especificações e os detalhes sobre o uso do lançamento nas linhas a seguir.

Moto G7 Plus: preço sugerido é de R$ 1.899 — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo Moto G7 Plus: preço sugerido é de R$ 1.899 — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Moto G7 Plus: preço sugerido é de R$ 1.899 — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Câmera dupla de alta qualidade

A câmera é um constante alvo de críticas nos celulares da Motorola. No passado, chegamos a criticar a empresa por causa de lentidão e cores lavadas. Felizmente, a realidade do Moto G7 Plus é outra: o smartphone surpreendeu por apresentar imagens ricas em nitidez e detalhes, apesar de as cores continuarem a decepcionar um pouco. O modelo oferece câmera dupla de 16 e 5 megapixels.

Moto G7 Plus: câmera dupla é de 16 e 5 megapixels — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo Moto G7 Plus: câmera dupla é de 16 e 5 megapixels — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Moto G7 Plus: câmera dupla é de 16 e 5 megapixels — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

O que impressiona, porém, é a performance em ambientes noturnos. Os resultados são ótimos para um celular nessa faixa de preço, apesar da perceptível queda de qualidade. Em primeiro lugar, a abertura de lente (f/1.7) permitiu uma foto bem clara mesmo nos últimos momentos de sol. O sensor também é digno de aplausos, já que as cores permaneceram fiéis à realidade.

Moto G7 Plus: fotos noturnas impressionam em análise do TechTudo — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo Moto G7 Plus: fotos noturnas impressionam em análise do TechTudo — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Moto G7 Plus: fotos noturnas impressionam em análise do TechTudo — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Moto G7 Plus: câmera conta com abertura de f/1.7 e estabilização óptica — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo Moto G7 Plus: câmera conta com abertura de f/1.7 e estabilização óptica — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Moto G7 Plus: câmera conta com abertura de f/1.7 e estabilização óptica — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Uma das principais novidades da nova geração, o estabilizador de imagens merece destaque por auxiliar com que as imagens não fiquem tremidas, especialmente à noite, quando a câmera do celular exige mais tempo de exposição. O recurso também foi uma mão na roda ao produzir vídeos e GIFs.

O Modo Retrato, que desfoca o fundo e ressalta o protagonista, é rápido na hora de detectar o contorno do objeto ou pessoa, mas não é totalmente preciso. A recomendação é ajustar a intensidade do efeito bokeh antes de capturar a imagem.

Moto G7 Plus: celular conta com suporte ao popular Modo Retrato — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo Moto G7 Plus: celular conta com suporte ao popular Modo Retrato — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Moto G7 Plus: celular conta com suporte ao popular Modo Retrato — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Também é possível utilizar o efeito bokeh na câmera frontal. Ou seja, o Modo Retrato é aplicável em selfies, o que é muito bem-vindo, tendo em vista o nível de precisão agradável para um smartphone sem câmera frontal dupla. Vale lembrar que a intensidade do recurso também é ajustável, recurso que a própria Samsung oferece faz algum tempo.

A câmera de selfies (12 megapixels) repete o mesmo sucesso do conjunto principal, com resultados muito bons. Porém, permanece a crítica feita ao Moto G7: o flash faz falta em festas e eventos noturnos.

Moto G7 Plus: câmera frontal é de 12 megapixels; celular tira selfies com efeito bokeh (direita) — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo Moto G7 Plus: câmera frontal é de 12 megapixels; celular tira selfies com efeito bokeh (direita) — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Moto G7 Plus: câmera frontal é de 12 megapixels; celular tira selfies com efeito bokeh (direita) — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Tela com notch

Diferentemente das gerações anteriores, o Moto G7 Plus não traz modificações visuais em relação à edição tradicional, o Moto G7. O design é o mesmo, assim como o notch em forma de gota d'água que abriga a câmera de selfies e reduz as bordas ao redor da tela.

Além do acabamento em índigo, o Moto G7 Plus traz uma edição especial em tons avermelhados, comercialmente chamada de rubi. Trata-se de um efeito bastante bonito, que coloca o celular intermediário na mesma prateleira de iPhone 8, OnePlus 6 e Galaxy S9, todos lançados também em vermelho.

Moto G7 Plus: notch em forma de gota marca presença no smartphone da Motorola — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo Moto G7 Plus: notch em forma de gota marca presença no smartphone da Motorola — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Moto G7 Plus: notch em forma de gota marca presença no smartphone da Motorola — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Assim como o notch, o celular pega emprestado do Moto G7 tanto a tela de 6,24 polegadas quanto a resolução Full HD+ (2270 x 1080 pixels). O display entrega imagens de alta qualidade, com cores atraentes e ricas em detalhes, ideais para ler e ver filmes e séries.

O leitor de impressões digitais se encontra na traseira. O acabamento é em vidro e repete as características da geração anterior, o Moto G6 Plus – inclusive o calombo da câmera. Vale destacar também as laterais curvas que garantem conforto ao segurá-lo nas mãos.

Moto G7 Plus: celular está disponível em índigo e rubi — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo Moto G7 Plus: celular está disponível em índigo e rubi — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Moto G7 Plus: celular está disponível em índigo e rubi — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Bom desempenho, mas...

O Moto G7 Plus é o único lançamento da linha em 2019 com processador Snapdragon 636 em vez do Snapdragon 632, presente no Moto G7, no Moto G7 Play e no Moto G7 Power. Além disso, o celular está disponível exclusivamente com memória RAM de 4 GB.

Podemos dizer que o aparelho cumpre a promessa de entregar desempenho satisfatório no dia a dia em apps de redes sociais (Twitter, Facebook, Instagram e LinkedIn) e produtividade (Simplenote, Gmail e PowerPoint), entre outros, mas há alguns pontos a serem observados. A começar pelos travamentos incômodos na multitarefa quando jogos e outros apps mais pesados estão em ação. Isso não aconteceu em momento algum com o Moto G7, por exemplo, que traz processador menos potente – ao menos na teoria.

Moto G7 Plus: ficha técnica é formada pelo processador Snapdragon 636 e RAM de 4 GB — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo Moto G7 Plus: ficha técnica é formada pelo processador Snapdragon 636 e RAM de 4 GB — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Moto G7 Plus: ficha técnica é formada pelo processador Snapdragon 636 e RAM de 4 GB — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Problemas também aconteceram com o app da Netflix. O celular travou ao minimizar o software para exibir a tela inicial. No momento, eu estava assistindo filme com a tela cheia, com outros aplicativos minimizados.

Moto G7 Plus: celular apresenta travamentos durante a troca de apps — Foto: Reprodução/Bruno De Blasi Moto G7 Plus: celular apresenta travamentos durante a troca de apps — Foto: Reprodução/Bruno De Blasi

Moto G7 Plus: celular apresenta travamentos durante a troca de apps — Foto: Reprodução/Bruno De Blasi

São casos isolados que não comprometem a experiência total. Mesmo assim, é um comportamento inesperado para um smartphone cuja proposta é entregar mais potência que as demais variantes da linha G7.

O armazenamento é de 64 GB, uma quantidade que vem se tornando padrão em celulares intermediários lançados nos últimos meses. O espaço é ideal para guardar bastantes fotos, vídeos, músicas, entre outros tipos de arquivos.

Moto G7 Plus: armazenamento é de 64 GB com suporte a cartão microSD — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo Moto G7 Plus: armazenamento é de 64 GB com suporte a cartão microSD — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Moto G7 Plus: armazenamento é de 64 GB com suporte a cartão microSD — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Bateria para um dia inteiro

O Moto G7 Plus perdeu um pouco de capacidade da bateria, se comparado com a geração anterior. De 3.200 mAh, a nova geração conta com 3.000 mAh. Mas será que isso afeta a autonomia? Pelo contrário, especialmente com uso intenso.

O celular passou 15 horas e 30 minutos longe da tomada durante nosso experimento. O conjunto de testes incluiu acesso a redes sociais, apps de produtividade, ligação por sete minutos, música no Spotify por pouco mais de duas horas e streaming de vídeo por uma hora.

A autonomia ultrapassou as 24 horas em dias menos movimentados, com uso moderado de recursos e apps.

Moto G7 Plus: bateria é destaque em análise do TechTudo — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo Moto G7 Plus: bateria é destaque em análise do TechTudo — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Moto G7 Plus: bateria é destaque em análise do TechTudo — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Um dos destaques do novo celular é o carregador TurboPower de 27 W, que, segundo a Motorola, "carrega de 0% a 100% da bateria em menos de uma hora". Mais uma vez, a promessa é cumprida.

Ainda que o carregador seja um ponto positivo, convém lembrar que o cabo de dados segue o padrão USB-C ponta a ponta, tornando mais difícil de plugá-lo a adaptadores de smartphones mais antigos ou mesmo a notebooks.

Fica a dica: caso compre o Moto G7 Plus, vale investir em um cabo USB-C extra para conectá-lo em qualquer computador.

Moto G7 Plus: carregador TurboPower promete carga completa em 1h — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo Moto G7 Plus: carregador TurboPower promete carga completa em 1h — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Moto G7 Plus: carregador TurboPower promete carga completa em 1h — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Android 9 (Pie) de fábrica

O Moto G7 Plus chega ao mercado com a versão mais recente do Android, o Android 9 (Pie), e com poucas modificações. O celular segue a tendência da empresa e traz recursos próprios, como a opção de chacoalhar o smartphone para acessar a câmera. A navegação por gestos também marca presença.

Moto G7 Plus: celular chega com Android 9 (Pie) de fábrica — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo Moto G7 Plus: celular chega com Android 9 (Pie) de fábrica — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Moto G7 Plus: celular chega com Android 9 (Pie) de fábrica — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

A TV digital era um dos destaques do Moto G6 Plus. Em 2019, porém, o recurso ficou de fora. Ou seja, caso queira assistir aos seus programas favoritos, é preciso recorrer à internet e utilizar o plano de dados.

Moto G7 Plus é bom? Confira o resumo da ópera

O Moto G7 Plus supera as expectativas, especialmente quando o assunto é fotografia. As imagens mantêm um alto padrão de qualidade para um celular intermediário, mesmo em lugares com pouca iluminação, e ainda promete registros menos tremidos graças à estabilização ótica.

A bateria é outro sucesso por durar um dia inteiro e por ficar completa novamente após uma hora na tomada. Ou seja, estamos falando de um telefone cujo desempenho é satisfatório no cotidiano e ainda promete passar longos períodos fora do tomada.

Moto G7 Plus: celular surpreende durante os testes do TechTudo — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo Moto G7 Plus: celular surpreende durante os testes do TechTudo — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Moto G7 Plus: celular surpreende durante os testes do TechTudo — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

O smartphone, entretanto, não se resume a elogios. A começar pelos travamentos incômodos na multitarefa, que podem atrapalhar em momentos de pressa. O carregador com entrada USB-C também é outro agravante àqueles que o conectam ao computador, por exemplo.

O Moto G7 Plus chegou ao Brasil em fevereiro de 2019, com preço sugerido de R$ 1.899. Atualmente, o telefone está disponível no comércio eletrônico por cerca de R$ 1.480 na cor preta e R$ 1.560 na opção rubi.

Nova linha Moto G7 chega ao Brasil; veja preço e ficha técnica

Nova linha Moto G7 chega ao Brasil; veja preço e ficha técnica

8.6

Moto G7 Plus leva nota 8,6 em teste do TechTudo

Prós: Câmera de alta qualidade, bateria de longa duração, requer apenas 1h para recarregar a bateria e notch em forma de gota d'água. Contra: Carregador USB-C ponta a ponta e travamentos incômodos na multitarefa.
Design
9
Desempenho
8
Tela
8
Câmera
9
Bateria
9

Ficha técnica do Motorola Moto G7 Plus

  • Tamanho da tela: 6,24 polegadas
  • Resolução da tela: Full HD+ (2270 x 1080 pixels)
  • Câmera principal: dupla, 16 e 5 megapixels
  • Câmera frontal (selfie): 12 megapixels
  • Sistema: Android 9 (Pie)
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 636 (octa-core de até 1,8 GHz)
  • Memória RAM: 4 GB
  • Armazenamento (memória interna): 64 GB
  • Cartão microSD: compatível
  • Capacidade da bateria: 3.000 mAh
  • Dual SIM: sim
  • Dimensões: 157 x 75,3 x 8,27 mm
  • Peso: 172 gramas
  • Cores: rubi (vermelho) e índigo (azul escuro)
  • Data de lançamento no Brasil: 07.02.2019
  • Início das vendas no Brasil: 07.02.2019
  • Preço no Brasil: R$ 1.899

Mais do TechTudo