Por Marlon Câmara, da Redação

Marlon Câmara/TechTudo

Sony WH-XB900N é um fone de ouvido bem interessante para quem busca um modelo sem fio de alto desempenho e que valoriza os graves das músicas. Com preço sugerido de R$ 1.299 no Brasil, o acessório capricha na qualidade de áudio, mas traz alguns detalhes que podem desagradar os usuários mais exigentes, como o exagero nas frequências baixas, por exemplo, além de questões no design. Confira nosso teste do fone da Sony e tire suas conclusões para saber se esse é o modelo ideal para você.

Sony WH-XB900N: fone de ouvido tem seu diferencial nos graves profundos e marcantes — Foto: Marlon Câmara/TechTudo

Design e conforto

Apesar de ter uma construção justa, sem ter apresentado qualquer problema durante os testes, o fone da Sony não inspira muita confiança. Isso porque ele é feito de plástico e é bem leve (254 gramas), o que deixa o acessório com um aspecto frágil e parecendo que pode se partir em uma mochila ou com o uso repetitivo no dia a dia.

Por outro lado, ele tem um acabamento e um design bem bonitos. Nas cores azul e preto, ele tem uma textura fosca e um formato interessante, o que o faz ornar muito bem na cabeça. Além disso, ele é capaz de dobrar, sendo bastante prático para carregar - ainda mais com a ajuda da sacolinha que acompanha o produto. No geral, é um fone de ouvido minimalista, com poucos botões e sem muita extravagância. Moderno e elegante.

O fone de ouvido WH-XB900N, da Sony, é feito de plástico e aparenta fragilidade — Foto: Marlon Câmara/TechTudo

No assunto conforto, o fone de ouvido também faz bonito. Como foi dito, ele é bem leve, o que já torna seu uso bastante tranquilo. As espumas na orelha também têm um ótimo acolchoado, o que garante que se use o acessório por algumas horas sem nem perceber que tem algo na sua cabeça.

Qualidade de som

Em questão de áudio, o WX-XB900N não deixa nada a desejar. Ele traz um som com médios e agudos muito bem definidos e equilibrados, enquanto capricha justamente no seu diferencial: os graves. As frequências mais baixas do fone são bem impressionantes, levando aos ouvidos aquele "soco" do deslocamento de ar quando os tons graves e as batidas aparecem.

Detalhe da espuma do fone de ouvido Sony WH-XB900N — Foto: Marlon Câmara/TechTudo

Para quem curte um som mais fechado, e de "sentir" a música, é um ótimo fone. Porém, é bom ter isso em mente: não é um tipo de som para qualquer um. Muitas vezes tudo o que o usuário quer é ter um equipamento que equilibre todas as frequências, sem destacar exatamente nenhum ponto específico, o que normalmente deixa o áudio mais aberto e leve. E aí o modelo da Sony pode acabar incomodando, já que ele realmente dá um destaque acima do comum para os graves e as batidas profundas. Na hora de escolher, é sempre bom ter isso em mente.

Modelos da JBL, como o Everest Elite 750NC, por exemplo, têm uma faixa de preço semelhante, também conta com um áudio muito bom, mas traz justamente essa característica de ser muito equilibrado. Durante os testes do TechTudo com o modelo rival foi possível perceber o grave, mas sem esse destaque todo do XB900N, tornando o som mais "aberto".

Saiba mais sobre outro possível rival no vídeo a seguir:

Fone de ouvido da Beats vale a pena? Analisamos o modelo top de linha

Fone de ouvido da Beats vale a pena? Analisamos o modelo top de linha

É importante lembrar, também, que com a ajuda do app Sony Headphones Connect, você pode equalizar um pouco melhor o seu som, conseguindo diminuir o som grave do fone, e destacar os demais tons. Claro que isso demanda um trabalho maior, mas se comprar o fone e ficar insatisfeito com algum quesito do áudio, sempre tem essa opção.

Em questão de isolamento, o WH-XB900N também cumpre bem o seu papel. Quando ele está tocando em bom volume, é praticamente tudo o que você vai ouvir. Porém, em volumes mais baixos, é bom deixar claro que alguns sons ambientes vazam. Então, se o seu interesse é colocar uma musiquinha ambiente e se desligar do mundo, não é o ideal. Na rua, provavelmente você ainda vai ouvir uma buzina ou um motor de carro por perto.

Visual do fone Sony WH-XB900N — Foto: Marlon Câmara/TechTudo

Funcionalidades

Apesar de ser um fone sem fio com conectividade Bluetooth, o modelo da Sony possui alguns atrativos extras. O primeiro deles é a conexão NFC, que possibilita conectar ao celular, por exemplo, só encostando na lateral do headphone. Durante nossos testes, foi um pouco difícil fazer o celular parear diretamente com o fone, precisando testar a conexão em várias posições até ela funcionar. Porém, após achar o lugar específico dos dois aparelhos (o ponto específico da tela do smartphone e o lugar da concha onde fica a logo do NFC), a tarefa se tornou mais simples.

Outro diferencial do WH-XB900N é sua interação com o aplicativo Sony Headphones Connect, disponível tanto para Android quanto para iOS. Entre as principais funcionalidades do app estão o controle do cancelamento de ruído, que pode ser aumentada, diminuída e variar entre os lados do fone, e o equalizador, que permite ao usuário escolher exatamente como gosta de ouvir seu áudio - controlando graves, médios e agudos com precisão. O aplicativo ainda traz outras funções, como as opções para adaptação ao ambiente, mas sem tanto destaque.

O fone WH-XB900N da Sony acompanha uma sacola para ajudar a transportar o acessório — Foto: Marlon Câmara/TechTudo

Já um ponto que pode dividir opiniões é em relação aos comandos que o headphone proporciona. Com uma interface de toque na concha do lado direito, teoricamente isso deveria tornar seu uso mais prático. Porém, pela falta de botões, muitas vezes é difícil conseguir que o fone cumpra os comandos corretamente, enrolando bastante o usuário. Com certeza é questão de tempo, mas prepare-se para passar um pouco de raiva nesse processo. Além disso, muitas vezes um esbarrão com a mão pode tirar a sua música ou pausar o som.

Por fim, o fone ainda conta com a opção de ser conectado diretamente por um cabo P2, o que não chega a modificar a experiência sonora e ajuda a poupar bastante o tempo de uso da bateria.

Bateria

Em questão de autonomia da bateria do fone de ouvido, não há muito o que reclamar. É possível facilmente usar o aparelho um dia inteiro sem precisar carregar. No trabalho, por exemplo, a bateria pode chegar a três dias de uso moderado com tranquilidade. A fabricante promete que ele chega a 30 horas sem necessitar de energia, e pelos testes é mais ou menos o que ele apresenta mesmo: um número bem satisfatório.

Sony WH-XB900N tem boa qualidade sonora e graves bem marcantes — Foto: Marlon Câmara/TechTudo

Preço e custo-benefício

O preço sugerido do Sony WH-XB900N é de R$ 1.299 no Brasil. Um pouco caro para um modelo intermediário (o WH-1000XM3 é o mais avançado da linha da Sony). Porém, como em lojas virtuais é possível encontrar o modelo por preços bem inferiores, mais próximos dos R$ 900, ele pode ser sim uma boa pedida. É um fone de qualidade, com capricho no áudio, design bonito e bom cancelamento de ruído.

Na hora de escolher, porém, é bom levar duas coisas em consideração: você está desembolsando cerca de R$ 1 mil em um fone com baixos muito valorizados, que podem se tornar até exagerados dependendo do gosto. Se não for sua pegada, passe longe. Uma boa alternativa é o JBL Everest Elite 750NC, com valor semelhante mas com um som mais equilibrado e sem tanto destaque nos tons profundos. Além disso, a construção do modelo da Sony pode decepcionar um pouco, por ser feita de plástico e não se mostrar "parrudo" como pode se esperar de um aparelho mais caro.

Se a questão do peso e material não for um problema, e for do seu gosto ouvir graves muito fortes e profundos, considere com tranquilidade o WH-XB900N. Você ainda ganha no visual e na bateria com ótima autonomia.

8.8

Muito bom, mas para poucos

O fone de ouvido Sony WH-XB900N tem qualidade no áudio e traz graves impressionantes e bom cancelamento de ruído, mas pode desagradar quem busca um som mais equilibrado. Além disso, seu design, apesar de bonito e leve, pode parecer um pouco frágil e pouco robusto. Se a preocupação for a bateria, o headphone se destaca e traz uma autonomia de mais de um dia.
Design e conforto
7
Qualidade de som
9
Funcionalidades
10
Bateria
10
Custo-benefício
8

Qual fone de ouvido é bom para uso geral? Saiba no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo