Tablet

NOTA tt
7.4

Review Galaxy Note 10.1

O Galaxy Note 10.1 pode ser considerado um tablet top de linha, mas isso não quer dizer que ele consegue ser o "supertablet" que aparenta. O aparelho tem funções incríveis, a maioria delas para enriquecer a experiência com a S-Pen.

Marlon Câmara
por
em

O Samsung Galaxy Note 10.1 foi apresentado como um aparelho recheado de funcionalidades inovadoras e desempenho espetacular. De fato, o dispositivo é caprichado: conta com recursos nunca antes vistos em um tablet, especificações técnicas muito boas, e tinha tudo para ser o concorrente direto do iPad da Apple. Só que, embora provavelmente seja o melhor tablet Android já lançado, ainda deixa a impressão de "falta alguma coisa". Confira o review do Note 10.1 preparado pelo TechTudo.

Samsung Galaxy Note 10.1 (Foto: Marlon Câmara/TechTudo)Samsung Galaxy Note 10.1 tem bons recursos e desempenho (Foto: Marlon Câmara/TechTudo)


Design

O Galaxy Note 10.1 tem traços muito bonitos, lembrando bastante a linha que a Samsung tem seguido com seus smartphones desde o Galaxy S3. Com as bordas arredondadas prateadas e os alto-falantes dispostos de maneira bem harmoniosa, o tablet é um aparelho daqueles que tiram elogios imediatos de quem o vê. A parte traseira é minimalista e tem uma pintura também muito elegante.

Toda a elegância do modelo, porém, acaba quando se pega ele em mãos. Pesado (600g) e com uma espessura muito grossa, o dispositivo é bem desconfortável quando se utiliza por muito tempo. Além disso, dá para ver que o Note não foi feito para que o usuário tenha conforto: sua caneta stylus, que fica encaixada na parte de baixo do tablet, é bem difícil de tirar e pior ainda para encaixar de volta, já que ela só entra em uma posição específica. Esteja preparado para ter que virar o aparelho, ver o lado correto da caneta e só então guardá-la, toda vez que estiver usando.

Samsung Galaxy Note 10.1 (Foto: Marlon Câmara/TechTudo)Galaxy Note 10.1 roda a plataforma Android 4.0 (Foto: Marlon Câmara/TechTudo)


Sistema operacional

O Android modificado pela Samsung é um dos grandes pontos negativos do aparelho. Se o sistema já tem seus problemas no smartphone, no tablet ele fica ainda mais esquisito. Além de pesado e pouco fluido, ele vem repleto de widgets e aplicativos desnecessários de fábrica, o que deixa tudo ainda mais lento.

Outro ponto bem ruim é a localização dos botões pelo display: alguns importantes (como "Voltar" e "Home") ficam na parte mais inferior do aparelho, com difícil acesso. Enquanto isso, o atalho para acessar o menu de aplicativos, fica no topo, no extremo oposto. É uma arrumação confusa e pouco prática, que pode incomodar.

No geral, o hardware do aparelho suporta muito bem o Android 4.0 - que ainda nem ganhou atualização para o 4.1 -, não fica travando e nem apresenta grandes problemas. Mas o sistema também não é tão ágil como já visto em outro aparelhos - alguns até inferiores -, e sempre deixa a impressão de "alguma coisa está estranha".

Samsung Galaxy Note 10.1 (Foto: Marlon Câmara/TechTudo)Parte traseira do Galaxy Note 10.1 equipada com câmera de 5 megapixels (Foto: Marlon Câmara/TechTudo)

Outra coisa que chega a incomodar bastante é o excesso de widgets e aplicativos nativos no modelo. Logo ao ligar pela primeira vez, você vai perceber que a Samsung poluiu toda as telas do Android com widgets gigantes e sem muita importância - alguns são interessantes, mas você certamente vai querer excluir a grande maioria. Além disso, os apps nativos - que são muitos - muitas vezes também são inúteis, e não podem ser excluídos. Assim, é muito provável que você se irrite que seu tablet perca um pouco da "leveza" pelo excesso de aplicações desnecessárias instaladas.

Funcionalidades

O grande diferencial do Note 10.1 são as suas diversas funcionalidades especiais, algumas nunca antes presentes em um tablet Android. As duas principais, que merecem ser destacadas, são o multi-window e o aplicativo S-Note, que sempre aparecem como os principais atrativos do tablet.

O multi-window, que surgiu primeiramente no foblet Galaxy Note 2 e depois chegou ao Galaxy S3, já vem de fábrica no tablet da Samsung. E não tem jeito: é muito impressionante conseguir abrir um vídeo em Full HD e fazer uma anotação (ou acessar a Internet) ao mesmo tempo, dividindo a tela ao meio. No entanto, esta versão do recurso é a mais limitada, se comparada às do Note 2 e S3. Aqui, tudo o que você poderá fazer com duas telas é isso: anotar, ver vídeos (só no player, nada de app do YouTube) e entrar na Internet. Um pouco decepcionante, mas ainda uma ótima função.

Além de reconhecer funções matemáticas, o Note 10.1 ainda abre outra janela para mostrar o resultado (Foto: TechTudo)Além de reconhecer funções matemáticas, o Note 10.1 ainda abre outra janela para mostrar o resultado (Foto: Reprodução/TechTudo)

Já o S-Note deve ser o carro-chefe do Note 10.1. O aplicativo te dá a possibilidade de acessar "folhas de papel" virtuais com muita praticidade a qualquer momento, para escrever e desenhar usando sua caneta S-Pen (já inclusa no produto). Claro que só isso não seria grandes coisas, mas os blocos de anotações te permitem incluir fotos e, o mais importante, possui uma incrível função de "formatar" o que o usuário escreveu.

Essa "formatação" tem três utilidades diferentes: ela pode "transformar" qualquer coisa que você escrever à mão em um texto "batido"; pode refazer formas geométricas que você desenhar de forma torta; e, por fim, reescrever fórmulas matemáticas escritas à mão e ainda te dizer o resultado da equação. O funcionamento das três funções é excelente, e são realmente o grande destaque do tablet.

O Galaxy Note 10.1 reconhece o texto digitado à mão e "digita" (Foto: TechTudo)O Galaxy Note 10.1 reconhece o texto escrito à mão e "digita" (Foto: Reprodução/TechTudo)

Por outro lado, o próprio S-Note em si deixa muito a desejar. Seu funcionamento é muito pouco prático, e desanima qualquer usuário de "brincar" com a função depois de algum tempo. Por exemplo: para mover a "folha de papel" para cima, você não pode simplesmente arrastá-la com o dedo - isso fará com que você "risque" a tela com a caneta. Para mover o documento, é necessário sair do modo de edição, entrar no modo de movimento, mexer o "papel", e só então voltar a desenhar.

Caneta S-Pen

Outro dos destaques do aparelho, a caneta stylus S-Pen é apresentada pela Samsung como inovadora e dona de um funcionamento espetacular. Mas verdade seja dita: é uma caneta para tablets apenas boa. Seus defeitos começam desde o encaixe dela no tablet, já que só é possível guardá-la em uma posição, obrigando o usuário a virar o tablet para acertar a entrada.

Samsung Galaxy Note 10.1 (Foto: Marlon Câmara/TechTudo)Caneta S-Pen que acompanha o Samsung Galaxy Note 10.1 (Foto: Marlon Câmara/TechTudo)

Além disso, ao contrário do que a fabricante diz, o desempenho da caneta não é nada demais. Ela é muito limitada principalmente na quantidade de "pressões" diferentes que consegue disferir. Quando foi apresentada, dava a impressão que faria linhas finas e grossas com facilidade, como se fosse uma caneta real. No entanto, não é o que mostra: é possível conseguir, no máximo, cerca de oito tipos de linhas realmente diferentes.

Desempenho

O desempenho do Note 10.1 nem de longe chega a decepcionar: dificilmente você perceberá travamentos sérios ou lerdeza ao abrir os programas - mesmo quando abrir mais de um, em janelas simultâneas. Porém, se você utilizar outro tablet top de linha - como o iPad 3, por exemplo - perceberá um funcionamento muito mais fluido e confortável que o do tablet da Samsung.

Samsung Galaxy Note 10.1 (Foto: Marlon Câmara/TechTudo)Samsung Galaxy Note 10.1 (Foto: Marlon Câmara/TechTudo)

Talvez seja pelo excesso de funções complexas, de aplicações nativas do sistema, ou de repente o próprio Android não consegue um desempenho ideal. Mas o fato é que, mesmo sem ver o tablet travando, é possível sentir que ele não roda como o super tablet que é  - já que suas especificações são bem avançadas (processador Exynos quad-core de 1,4 GHz, 2 GB de RAM e até 64 GB de armazenamento).

Câmera

Quando a Samsung desenvolveu o Note, definitivamente não se preocupou em colocar uma câmera de alto desempenho no aparelho. Logo de cara, seu sensor tem somente 5 megapixels - tudo bem, a mesma do iPad 4 -, mas a câmera não conta com nenhuma função diferenciada e tem uma performance apenas razoável. Em ambientes bem iluminados, até faz fotos boas, mas sem o cenário propício cria imagens muito granuladas e sem muita definição de cores.

Samsung Galaxy Note 10.1 (Foto: Marlon Câmara/TechTudo)Câmera que vem no Galaxy Note 10.1 só tira fotos boas em locais com bastante luz (Foto: Marlon Câmara/TechTudo)


Bateria

Outro ponto negativo do aparelho é a sua bateria. O componente é gigante, um dos maiores já vistos em um dispositivos móvel, com 7.000 mAh, mas pelo fato do tablet ter uma tela muito iluminada e funções bem pesadas - como o multi-window, que usa dois aplicativos na tela ao mesmo tempo -, ele gasta muita energia. Com uso intenso de jogos, apps, vídeos e internet, ele não consegue durar mais de 6 horas ligado - ainda que a fabricante prometa cerca de 30 horas sem recarregar. Além disso, em stand-by o aparelho também surpreende negativamente, já que se a internet estiver ligada, ele descarrega em poucas horas mesmo com a tela "desligada".

Custo-benefício

O Galaxy Note 10.1 pode ser considerado tranquilamente o melhor tablet Android já lançado no Brasil - pelo menos até 2012. Porém, por todas as questões de desempenho que ele deixa a desejar, seu preço é muito alto. O modelo chegou ao mercado por R$ 1.599 na versão somente com Wi-Fi, e por R$ 1.799 no modelo com 3G - sendo que os preços sofrem variações dependendo da capacidade de armazenamento do produto.

Logo, para alguém que procura o melhor aparelho de 10 polegadas com o sistema do Google e não se importa com o preço, ele é a escolha natural e ideal. Porém, se você está pagando o alto valor esperando um tablet fora do comum, vai se decepcionar bastante. Mesmo com todas as interessantíssimas funções que a Samsung incluiu no aparelho, ele prova que ainda não descobriram uma forma de fazer um tablet Android realmente espetacular - para bater de frente com o iPad que, independente do que digam os fãs do Android, ainda é um tablet muito superior.

Nota TechTudo

NOTA tt
7.4
Design
8
Desempenho
7
Tela
9
Câmera
6
Custo-benefí­cio
7

Prós

  • Design bonito;
  • Muitas funções interessantes;
  • Tela grande e bem iluminada;
  • Possui caneta stylus.

Contras

  • Desempenho abaixo do esperado;
  • Bateria de baixa autonomia;
  • Câmera apenas razoável;
  • Excesso de aplicativos nativos.
Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Antonio Todobom
    2015-04-07T23:13:55  

    PESO?! Ridículo querer comparar o Note com telefone, phablet ou tablet comum... Para mim o que conta é que ele me fez deixar de ficar levando um maldito notebook no ombro todos os dias. SIM... É LEve, porque é mais leve e prático que notebook. Ele mudou um paradigma para profissionais de vendas, criação, suporte e atendimento a cliente.

    recentes

    populares

    • Antonio Todobom
      2015-04-07T23:13:55  

      Pura verdade. Não acho que o desempenho desse tablet esteja abaixo do esperado. Más a Samsung deveria ter liberado uma atualização para o sistema Android mais atual para esse gadget.

  • Alexandre Fidalgo
    2014-01-21T13:21:21  

    Adoro o ipad. Mas tenho esse aparelho e posso dizer que metade dessas informações estão erradas...

    recentes

    populares

    • Alexandre Fidalgo
      2014-01-21T13:21:21  

      tenho 1 e a bateria descarregou 7% em 26 horas de standy, não me incomoda nada a tal "fluides" do sistema, ele nunca travou, e os jogos rodam perfeitamente nele com gráficos mt bons por sinal. Concordo que as criticas ao aparelho não são verdades.

    recentes

    populares

    • Alexandre Fidalgo
      2014-01-21T13:21:21  

      O meu também depois de tantos anos continua com uma excelente autonomia de bateria.

  • Andersen Andrade
    2013-11-16T16:51:24  

    Aposto que este review foi feito por um fã da Apple.

    recentes

    populares

    • Andersen Andrade
      2013-11-16T16:51:24  

      Com certeza!

  • Antonio Todobom
    2015-04-07T23:12:25

    Tenho um e tenhoNote 10.1. O meu iPad Air virou brinquedo do filho de 2 anos, o Play Kids roda bem nele. O Note é minha ferramenta de vendas, LIGAÇÕES TELEFÔNICAS GRAÇAS A DEUS (motivo pelo qual quase caiu o iPad na parede com toda força quando comprei, ele não faz chamadas) WHATSAPP que continua funcionando apesar da pressão da Apple que tirou o Whats do play para esse modelo, basta instalar fazendo download e até chamadas Whatsapp vai maravilhosas. Bateria EXCELENTE estupro o coitado o dia todo, debaixo de sol e chuva, vendendo, demonstrando fotos e videos a clientes e tirando muitas fotos.