Jogos de ação

NOTA tt
7.8

Review Senran Kagura Shinovi Versus

Confira o review completo do divertido jogo japonês!

Rafael Monteiro
por
em

Senran Kagura Shinovi Versus é o mais novo capítulo na série japonesa de garotas ninjas que esbanja do erotismo para chamar atenção. Dessa vez elas atacam no portátil da Sony, o PS Vita, e isso permite que elas chegam ao limite da censura em um videogame. Além dessa camada superficial no entanto, há ainda um jogo de ação divertido e uma história até bem profunda.

Senran Kagura Shinovi Versus: como desbloquear o Homura Crimson Squad

Senran Kagura traz ação frenética, história profunda e ninjas peladas (Foto: Operation Rainfall)Senran Kagura traz ação frenética, história profunda e ninjas peladas (Foto: Divulgação)


Luz e sombra

A série Senran Kagura começou no Nintendo 3DS, acompanhando a história das academias Hanzo e Hebijo de ninjas. A primeira treinava ninjas do bem, enquanto a segunda treinava ninjas do mal. Porém, diferente da maioria dos jogos, onde as mocinhas simplesmente enfrentam as vilãs, Senran Kagura as faz entender a necessidade do equilíbrio.

O assunto volta a ser o centro da questão em Shinovi Versus, conforme dois novos esquadrões se unem à história, desafiando a escola Hanzo para um shinobi Battle Royale, uma disputa onde o vencedor queima a escola do perdedor. De um lado há a escola Gessen, que deseja eliminar todo o mal do mundo, e do outro uma nova elite da Hebijo, agora caçando as vilãs do jogo anterior.

Apesar de o apelo erótico do jogo deixá-lo com uma aparência bastante superficial, a história pode atingir níveis bem mais densos. Várias das personagens sofreram perdas significativas em suas vidas, as quais acabaram por levá-las ao caminho Shinobi. Outras possuem questões não resolvidas que acabam vindo à tona.

Quatro escolas Shinobi disputam no jogo pelo equilíbrio entre o bem e o mal (Foto: Explosion)Quatro escolas Shinobi disputam no jogo pelo equilíbrio entre o bem e o mal (Foto: Divulgação)


Dojos e arenas

O jogo conta com uma extensa campanha com 4 histórias. Cada uma das escolas possui aproximadamente 25 missões a serem completadas e 5 ninjas diferentes para controlar, sendo que a escola de Homura, com seu novo Crimson Squad, só é desbloqueada após completar as outras três.

Além da campanha principal envolvendo todas as personagens cada ninja tem também uma mini campanha opcional, com uma história um pouco mais leve, mas que fala um pouco mais sobre cada ninja. A vantagem é que elas oferecem várias batalhas em sequência, sem muito texto entre elas.

Há também um modo multiplayer, local ou online, no qual até 4 pessoas podem se enfrentar em uma variedade de modos. Há modalidades que incentivam o confronto direto, enquanto outras exigem que cada jogador adquira a maior quantidade de itens para vencer, os quais no caso são calcinhas.

Os repetitivos cenários 2D do Nintendo 3DS foram trocados por boas arenas 3D no PS Vita (Foto: Gert Lush Gaming)Os repetitivos cenários 2D do Nintendo 3DS foram trocados por boas arenas 3D no PS Vita (Foto: Divulgação)


Artes ninjas secretas

Enquanto a versão do Nintendo 3DS era mais como um beat’em up, com fases horizontais que sua personagem ia percorrendo, no PS Vita o jogo é todo em 3D e os estágios são mais como arenas, onde seu objetivo é eliminar todos os inimigos. Essa mudança é muito bem-vinda, pois a ação no portátil da Nintendo às vezes ficava repetitiva, algo que ocorre menos nesse capítulo.

Todas as personagens possuem ataques fracos e fortes que podem ser alternados para criar combos e lançar inimigos no ar, permitindo que você os siga e continue batendo neles. No meio do combate elas podem usar transformações que as deixam ainda mais fortes, com direito a artes ninjas secretas que funcionam como golpes especiais.

Quase sempre as arenas têm uma boa quantidade de inimigos nelas, porém demora para o jogo apresentar diferentes tipos de adversários e de fases. No combate e no estilo de luta de cada personagem há variedade suficiente para não deixar que as coisas fiquem muito repetitivas.

Golpes especiais causam grandes danos mas atrapalham um pouco o ritmo da ação (Foto: PlayStation Blog)Golpes especiais causam grandes danos mas atrapalham um pouco o ritmo da ação (Foto: Divulgação)

Há ainda um sistema de níveis que permite que você fique mais forte a cada batalha. Uma coisa interessante é que cada batalha garante de 4 a 5 níveis extras, realmente incentivando o jogador a atingir o nível máximo com suas ninjas preferidas. Com níveis mais altos é possível jogar novamente as mesmas missões em um nível maior de dificuldade.

Conforme o combate fica mais intenso, as roupas das ninjas podem ser rasgadas e é aí que a erotização fica um pouco forte demais. A ideia de rasgar partes do uniforme para demonstrar dano já existia na versão do Nintendo 3DS, deixando-as ninjas de biquíni, porém no PS Vita é possível até mesmo deixá-las nuas, apenas com um efeito de censura. Essas cenas são um pouco incômodas e não servem propósito nenhum ao jogo.

Belos gráficos

O jogo tem gráficos bonitos, não extremamente detalhados, mas em geral muito bons. Às vezes é possível ver uma ou outra textura mais fraca ou algum objeto do cenário que deixa a desejar, mas em compensação, há uma série de itens de personalização que podem alterar o visual das ninjas, o que conta bastante.

Em vários momentos as ninjas ficam completamente peladas, protegidas apenas por uma censura (Foto: Rice Digital)Em vários momentos as ninjas ficam completamente peladas, protegidas apenas por uma censura (Foto: Divulgação)

Na maior parte do tempo há uma grande quantidade de inimigos e o PS Vita aguenta bem tudo isso sem deixar tudo lento. Algumas vezes há pequenas quedas de velocidade ou ângulos de câmera que causam lentidão, mas não é algo que aconteça com frequência e não chega a atrapalhar

Assim como no Nintendo 3DS todas as vozes estão dubladas em japonês, o que pode ser um incômodo para jogadores. As músicas ficam em maioria em segundo plano, mas os efeitos sonoros fazem um bom trabalho de deixar a briga barulhenta, dando a satisfação de acertar vários golpes em sequência.

Conclusão

Senran Kagura Shinovi Versus mantém sua tradição como um jogo extremamente erotizado, mas dá um passo extra um pouco desnecessário, que chega ao limite do que é permitido pelas fabricantes em seus videogames. Por baixo de toda essa aparente superficialidade, no entanto, há um ótimo jogo de ação com muito conteúdo a ser destrinchado e uma história até bastante profunda em certos momentos.


Qual o melhor portátil: PS Vita ou Nintendo 3DS?
Comente no Fórum do TechTudo.


Nota TechTudo

NOTA tt
7.8
Gráficos
7
Jogabilidade
8
Diversão
9
Som
7

Prós

  • - Ação frenética e divertida
  • - Muitas personagens
  • - História intrigante

Contras

  • - Sexualização exagerada
Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares