Jogos simuladores

NOTA tt
7.0

Review SimCity

O novo game da Maxis tenta superar os diversos problemas de seu conturbado lançamento e resgatar o prestígio do gênero que fez enorme sucesso na década de 90. Confira:

Felipe Vinha
por
em

O clássico SimCity está de volta, totalmente em português e com novos gráficos. O novo game da Maxis tenta superar os diversos problemas de seu conturbado lançamento e resgatar o prestígio do gênero que fez enorme sucesso na década de 90. Confira:

Faça o download de SimCity aqui.

Novo SimCity promete revolucionar (Foto: Divulgação) (Foto: Novo SimCity promete revolucionar (Foto: Divulgação))SimCity  (Foto: Divulgação)

Um novo conceito

Em muitos casos, um remake significa impor mudanças drásticas em relação ao jogo original. Porém, com SimCity não era possível errar a mão, afinal, o jogo é uma referência no gênero – tendo inspirado diversos outros títulos - e alterar sua essência significava um fiasco certo.

Diante desse impasse, a Maxis focou em mudar alguns elementos, mas mantendo o sentimento que fez da franquia um sucesso. Além dos gráficos, que falaremos mais adiante, conceitos característicos dos jogos atuais foram incrementados, como por exemplo o enredo.

O jogo não conta com uma história, mas sim objetivos quase sempre muito parecidos, criando uma espécie de roteiro pré-programado de ações intercaladas. Dentre essas ações, algumas se destacam por conceitos bem atuais, como as cidades sustentáveis, que visam a preservação da natureza. Sendo assim, orientações sobre o nível de poluição e forma organizada de projetar a rede de esgoto são uma das diversas questões ambientais do game.

A forma acelerada com que as cidades são urbanizadas também não deixa de ser uma leve crítica aos grandes centros urbanos. Basta organizar a sua área – residencial, empresarial ou industrial – para que rapidamente casas, prédios e fábricas sejam construídos de um dia para o outro – algo que não acontecia com tamanha rapidez em títulos anteriores. Boa notícia para os mais impacientes.

SimCity (Foto: Divulgação) (Foto: SimCity (Foto: Divulgação))SimCity (Foto: Divulgação)

Agindo como prefeito

Em SimCity o jogador conta com um vasto leque de estratégias para atingir os objetivos de construir, evoluir e conectar sua cidade com seus vizinhos. Elas começam na escolha do terreno e do mapa em que a área será projetada. Se você gosta de desafios, procure uma região repleta de falhas geológicas, como montanhas e pequenos lagos. Estradas, áreas urbanas e residenciais sofrerão com as construções, tornando a experiência mais difícil. Caso prefira a facilidade, um terreno plano e “liso” será a melhor alternativa.

A evolução acontece quase que naturalmente. Enquanto sua cidade ainda se desenvolve, centros empresariais e industrias de pequeno porte são facilmente instalados e, a partir daí, é preciso solucionar problemas simples. No começo sua população irá pedir mais energia e um controle maior na rede de esgoto, porém mais para frente ela irá implorar por mais segurança, áreas de lazer, transporte público, etc.

SimCity (Foto: Divulgação) (Foto: SimCity (Foto: Divulgação))SimCity (Foto: Divulgação)

Realizando essas tarefas, será possível habilitar mais opções de construções, além de evoluir alguns recursos importantes. Se no começo a energia eólica é uma das poucas opções plausíveis para alimentar sua cidade, com o tempo, será possível construir uma usina nuclear para dar conta de toda a área com facilidade. Essa dinâmica instiga o jogador a dedicar mais tempo na manutenção de uma única cidade, mesmo sabendo que o interesse irá diminuir ao passo em que as novas opções foram se tornando mais escassas.

A necessidade de se manter online

Infelizmente alguns jogos para PCs adotam uma prática um tanto questionável: a necessidade de conexão constante com os servidores do game. Essa medida ficou popularmente conhecida em Diablo 3, no qual a obrigatoriedade é útil, pois seu avanço sempre ficará armazenado em nuvem e você poderá jogar com seu personagem em qualquer PC conectado.

Entretanto, em SimCity a ideia não se encaixou muito bem, a começar pelos problemas envolvendo os servidores do jogo. Nos primeiros dias após o lançamento do game era praticamente impossível iniciar ou salvar o jogo, o que deixou milhões de jogadores frustados com o mal serviço prestado pela Eletronic Arts. Hoje em dia os problemas já foram quase todos resolvidos, mas a desconfiança em relação à necessidade de conexão à internet ainda é grande. A EA chegou a dar um jogo grátis aos usuários que compraram SimCity, como forma de pedir desculpas pelos transtornos e erros cometidos pela empresa.

SimCity tem belos gráficos (Foto: Divulgação) (Foto: SimCity tem belos gráficos (Foto: Divulgação))SimCity (Foto: Divulgação)

Tirando os servidores, outro grande problema é a limitação da banda larga de algumas regiões, como no Brasil. O resultado é a perda de conexão ou lentidão no tempo de resposta do jogo, que possui inúmeros elementos a serem armazenados, como mudanças nos cenários e estatísticas. Quer um exemplo prático deste problema? Tente visitar qualquer cidade mais evoluída de um outro jogador, o tempo de espera até que ela seja totalmente carregada é de minutos.

A única vantagem da conectividade é a forma colaborativa com que você pode dividir a manutenção de sua região com um ou mais amigos. Assim, é possível compartilhar recursos e trocar informações com eles, de uma forma que lembra bastante o jogo para Facebook: SimCity Social.

SimCity ficou offline e com problemas de servidor, impedindo jogadores (Foto: Divulgação) (Foto: SimCity ficou offline e com problemas de servidor, impedindo jogadores (Foto: Divulgação))SimCity ficou offline e com problemas de servidor, impedindo jogadores (Foto: Divulgação)

Construindo um paraíso visual

Algo que sempre chamou a atenção no novo SimCity foi seu visual. Os primeiros trailers já mostravam o potencial gráfico que a Maxis estava adotando no seu game, com mapas tridimensionais e um excelente sistema de iluminação dentre os aperitivos que o título reservava.

Com ele em mãos – e com um PC poderoso para rodá-lo – é impossível não se encantar com o mundo a ser manuseado. As regiões, mesmo ainda sem qualquer sinal de civilização, são impressionantes. Os relevos são bem reproduzidos e acabam se tornando mais realistas do que se imaginava.

SimCity pode ficar bem mais fácil com alguns truques e Cheats (Foto: IGN) (Foto: SimCity pode ficar bem mais fácil com alguns truques e Cheats (Foto: IGN))SimCity (Foto: Divulgação)

As construções do game também seguem os altos padrões. Destaque para a variedade de casas, prédios, indústrias, parques, monumentos e outros tantos objetos que são adicionados aos cenários. A forma com que eles evoluem também é bem realista, passando de simples casas de veraneio, a prédios chiques e bem iluminados. Com o zoom da câmera, é possível ampliar essas construções de perto, e aí sim podemos notar uma simplicidade aqui e outra ali, mas quem se importa? Afinal de contas, durante 90% do jogo você não precisará ampliar o seu cenário.

Conclusão

O remake de SimCity trouxe gráficos incríveis e um alto nível de realismo na administração das cidades, abordando problemas ambientais, além de desafios de grande e pequena escala. O belíssimo visual também é um forte ponto positivo. A grande diversidade de construções saltam aos olhos pela beleza e riqueza em detalhes, que se aplica também aos movimentos dos pequenos cidadãos e automóveis do jogo. infelizmente a necessidade de conexão constante acaba afastando muitos jogadores, principalmente aqueles que não possuem uma banda larga de qualidade.

Nota TechTudo

NOTA tt
7.0
Gráficos
9
Jogabilidade
5
Diversão
9
Som
7

Prós

  • - Visual encantador
  • - Conceitos urbanos atuais
  • - Possibilidades de criação

Contras

  • - Bugs e mais bugs
  • - Conexão online obrigatória
  • - Acontecimentos desordenados
502 Bad Gateway

502 Bad Gateway


nginx