Jogos de ação

NOTA tt
8.0

Review SOCOM 4

Além de Killzone 3, outra grande aposta da Sony para 2011 é SOCOM 4, que retorna ao console 3 anos depois de seu último título. O jogo é considerado por muitos um dos mais eficientes simuladores de táticas de guerra da atual geração. Confira o review completo:

Diego Borges
por
em

Nome: SOCOM 4
Gênero: Ação
Distribuidora: Sony
Plataformas: PS3

SOCOM 4 (Foto: Divulgação)SOCOM 4 (Foto: Divulgação)

Além de Killzone 3, outra grande aposta da Sony para 2011 é SOCOM 4, que retorna ao console 3 anos depois de seu último título. O jogo é considerado por muitos um dos mais eficientes simuladores de táticas de guerra da atual geração. Confira o review completo: 

Táticas de guerra 

Desde que foi lançado para a geração anterior, SOCOM é sinônimo de ação e estratégia. O jogo sempre buscou que o jogador utilizasse mais a inteligência do que o poder de fogo, apresentando missões complexas que precisavam ser pensadas e repensadas até que fossem feitas as ações certas para alcançar os objetivos. Em SOCOM 4 isso não muda, mas a complexidade destas missões foi deixada de lado, fazendo com que tiroteios coordenados resolvam todos os seus problemas. 

O enredo do game lembra bastante a guerra do Vietnam, talvez pela localidade, já que o jogo é ambientado no Sudeste Asiático, ou pelos cenários que nos remetem aos filmes da guerra que ecoou há cerca de 40 anos. Sua missão é acabar com o domínio do exército rebelde que tomou conta de toda a região. Para isso, você vai contar com o apoio de soldados aliados para executar missões táticas em busca da pacificação do local.   

No começo da história, pouca coisa é contada e compreendida, e o jogo limita-se a apresentar a evolução da sua tropa ao conquistar e destruir os territórios inimigos. Com o desenrolar da trama, tudo fica um pouco mais interessante. Porém, se você não tiver paciência de assistir a todas as animações não se preocupe, pois pouca coisa será perdida. 

SOCOM 4 (Foto: Divulgação)SOCOM 4 (Foto: Divulgação)

A diversão é online 

Existem jogos em que o modo multiplayer é apenas o coadjuvante do pacote, mas existem outros que fazem a interatividade coletiva ser a grande atração do título. SOCOM 4 é um exemplo de um game que nasceu para ser jogado por muitas pessoas, e ao mesmo tempo. Com suporte para até 32 jogadores, a qualidade do modo multiplayer online é impressionante, rodando sem problemas de lags ou qualquer outro bug. 

SOCOM 4 (Foto: Divulgação)SOCOM 4 (Foto: Divulgação)

A modalidade online também chama a atenção pela diversidade. O game apresenta modos cooperativos nos quais é necessário realizar missões com a ajuda dos seus companheiros, ou o popular “time contra time” que resulta em uma pontuação ao final da partida. Essa pontuação aumenta o seu nível de experiência online, modo que ficou popular em franquias como Call of Duty

Mas se você prefere se isolar e jogar sozinho, ou se, por algum motivo, não consegue jogar online, SOCOM 4 apresenta muita diversão para os solitários de plantão. Além do tradicional modo campanha, o jogo permite que você crie suas próprias missões, basta escolher o cenário e o intuito. Por exemplo, Takedown consiste em localizar e neutralizar o comandante inimigo designado; ou Espionage, onde deve-se localizar e obter as informações valiosas de seus inimigos.

É uma pena que SOCOM 4 não conte com um modo cooperativo local, algo tradicional em boa parte dos jogos de ação da atual geração. Além do mais, facilitaria muito a ajuda de seus amigos durante algumas missões no modo campanha. 

SOCOM 4 (Foto: Divulgação)SOCOM 4 (Foto: Divulgação)

Um belo trabalho visual 

Os gráficos de SOCOM 4 devem ser considerados um grande ponto alto. Apesar dos personagens não possuírem tantos detalhes como em outros jogos, a expressão facial de cada um deles é representada de uma forma bem realista. Os cenários também possuem uma bela textura e, mesmo que se passando em regiões parecidas, não transmitem a sensação de “mesmisse” deixando muito nítido em que lugar estamos.

As animações também são dignas de elogios, apesar de, como dito mais acima, o enredo não colaborar muito. Isso acaba tornando-as puros diálogos em cenas de computação gráfica.

Os efeitos sonoros reproduzem todo o clima das missões. Cada detalhe chama a atenção, desde o silencio das missões na calada da noite, até o cantar dos pássaros em meio a mata ao longo do dia. O realismo também está presente nas explosões e nos sons dos destroços caindo ao chão. Isso, sem mencionar os diálogos em que podemos distinguir o soldado que troca informações com você. 

SOCOM 4 (Foto: Divulgação)SOCOM 4 (Foto: Divulgação)

Movimentos eficientes 

A jogabilidade de SOCOM 4 merece elogios. Com uma movimentação simples e comandos que respondem perfeitamente, o jogo não decepciona quando é preciso pensar e agir rápido. E por mais que a visão do game seja em terceira pessoa, a transição para o zoom de sua mira telescópica é instantânea, ajudando bastante a acertar um alvo a uma determinada distância.

E para quem não sabe, SOCOM 4 conta com diversas missões em que é preciso agir de modo sorrateiro, geralmente com a agente Quarenta e Cinco. Essas missões visam muito mais alcançar seus objetivos sem ser notado do que eliminar tudo e todos que estiverem em seu caminho. E nessas missões, o controle se comporta de modo eficiente apresentando uma boa sensibilidade e evitando que o personagem se aproxime mais do que você coordena. Neste modo é possível notar uma grande inspiração em jogos como Splinter Cell e Metal Gear Solid

SOCOM 4 (Foto: Divulgação)SOCOM 4 (Foto: Divulgação)

Compatibilidade com o PS Move 

Durante as partidas, testamos o jogo com o joystick Assault Rifle Controller distribuído no Brasil pela Play Control, com o PS Move. Por ser um jogo em terceira pessoa, encontramos dificuldade para movimentar e atirar com a mesma agilidade do controle tradicional.

E a dificuldade foi maior ainda nas missões com a agente “Quarenta e Cinco”. Abordar os inimigos de modo silencioso e percorrer as fases de forma imperceptível foi um trabalho árduo a ser executado pelo controle. 

Aliados e inimigos pouco racionais 

O que também decepciona em SOCOM 4 é a inteligência artificial bem limitada de seus inimigos e aliados. Com o seu time, é notável a demora de alguns aliados para se executar uma tarefa, principalmente em relação as suas posições, pois caso seja ordenado para que eles fiquem atrás de uma determinada barricada, se por ventura seus inimigos surgirem pelos lados, eles não se preocupam nem um pouco em se proteger do fogo cruzado, resultando em baixas.

E os inimigos também sofrem do mesmo problema. O velho hábito de não se preocupar com uma granada arremessada ao seu lado chega a ser hilário. Isso sem contar com a velha estratégia de se esconder colocando metade do corpo para fora da proteção. Seus movimentos também são bem previsíveis, mostrando que surgem sempre no mesmo lugar para atirar contra você e seus aliados. No final das contas, acaba sendo bem fácil eliminá-los sem muito trabalho. 

Conclusão 

SOCOM 4 fez jus a sua campanha de divulgação e trouxe um game acima das expectativas. O título fica devendo por não possuir um multiplayer local e por apresentar inimigos com I.A.decepcionante, mas com uma boa jogabilidade e modos multiplayer online eficientes, o jogo é um prato cheio para aqueles que buscam diversão cooperativa com seus amigos na PSN

 

Nota TechTudo

NOTA tt
8.0
Gráficos
7
Jogabilidade
8
Diversão
9
Som
8

Prós

  • - Jogabilidade eficiente.
  • - Modalidades online viciantes
  • - Gráficos excelentes.

Contras

  • - I.A. limitada.
  • - Sem multiplayer local.
  • - Enredo simples.
Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares