Jogos de aventura

NOTA tt
8.8

Review Spyro Reignited Trilogy

Spyro Reignited Trilogy traz os três primeiros jogos do famoso dragãozinho com gráficos repaginados e totalmente em português.

Diego Borges
por
em

Spyro Reignited Trilogy é uma coletânea que reúne os primeiros jogos remasterizados de um dos personagens mais famosos do mundo dos games. Lançada para Xbox One e PS4, a trilogia aposta em gráficos atualizados, dublagem em português e sistema de troféus e conquistas para conquistar novos fãs e realizar uma bela viagem no tempo para os gamers mais antigos. Confira o review completo:

PlayStation Classic: dez clássicos do PSOne que podem ser relançados

A volta do mascote que deixa de ser exclusivo da Sony

Na era 32 bits, a Sony chocou o mundo com o seu primeiro console: o PlayStation. E assim como todo grande videogame da época, era preciso ter um mascote como protagonista das campanhas de marketing, ainda mais se tratando de uma empresa "nova" em um mercado dominado pela guerra entre SEGA e Nintendo.

Spyro Reignited Trilogy (Foto: Divulgação)Spyro Reignited Trilogy (Divulgação/Activision)

Por mais que muitos considerem Crash como o escolhido, confesso que sempre associei o início da vida do console ao dragãozinho Spyro. Primeiro por ser o personagem a estampar os famosos Discos de Demo que integravam o videogame, e segundo por ser mais carismático e fofinho do que o marsupial doidão. 

Curiosamente, assim como Crash Bandicoot N. Sane Trilogy, a coletânea de Spyro não é um game exclusivo do console da Sony, já que os jogadores do Xbox One também poderão adquirir a trilogia. Isso se deve ao fato que a Activision não conta mais com a parceria de exclusividade de seus jogos com a empresa do PlayStation, lançando seus antigos títulos para praticamente todos os videogames da atual geração. 


Spyro Reignited Trilogy (Foto: Divulgação/Activision)Spyro Reignited Trilogy (Divulgação/Activision)

E essa quebra de exclusividade deve ser vista com bons olhos. Primeiro por abranger um público maior e não apenas limitando-se a um leque de jogadores de um único console. E depois por ajudar a quebrar a "rivalidade imbecil" em torno da guerra dos videogames da atual geração. Vale lembrar que os mesmos que duelavam antigamente entre Sonic e Mario, hoje podem jogar juntos na mesma plataforma games que, curiosamente, unem os dois antigos "rivais.

Um exemplo de remasterização

Não temos como negar: a remasterização virou uma moda e uma excelente alternativa para se obter uma grana sem muitos esforços. Entretanto, são poucas as empresas que conseguem focar na qualidade de seus produtos em vez de simplesmente soltar no mercado mais uma versão de um game antigo.

Vou exemplificar com um título recente: Castlevania Requiem. O título da Konami traz seus dois clássicos, Symphony of the Night e Rondo of Blood em uma remasterização que, na minha opinião, nem deveria receber esse título. Isso porque os jogos têm praticamente o mesmo visual de quando foram lançados para os consoles originais, com apenas alguns filtros visuais e adaptações quase imperceptíveis da jogabilidade para o PS4. Em resumo: você está pagando por praticamente o mesmo jogo de anos atrás, mas com uma "carinha moderna".

Spyro Reignited Trilogy (Foto: Divulgação)Spyro Reignited Trilogy (Divulgação/Activision)


Já Spyro Reignited Trilogy mostra como a coisa deve ser feito. A trilogia traz gráficos totalmente refeitos, em cenários que passam a impressão de ser um jogo totalmente novo. Para que vocês possam ter uma ideia: quando joguei o primeiro título nos primórdios do PlayStation One, não conseguia identificar boa parte dos inimigos e personagens, apenas um amontanhado de polígonos coloridos que se mexiam. Na nova versão, consegui não apenas descobrir o que são, mas também me divertir com suas reações e movimentos, já que até expressões faciais mais nítidas esses personagens ganharam.

E esse trabalho de remasterização é tão incrível que ele acabou mexendo com um outro elemento do jogo: a dificuldade. Para quem não sabe, Spyro se resume a atravessar fases recolhendo diamantes e libertando outros dragões, sendo que boa parte desses objetivos estão espalhados pelo cenários. Com os novos gráficos, a ambientação ficou tão mais nítida e suave que ficou mais complexo descobrir essas localidades secretas, já que antes era apenas procurar um polígono diferenciado ou com uma cor diferente para achar um caminho novo, provando que a remasterização pode ter um benefício a mais.

Jogabilidade ganha com mudanças, mas sofre com quedas de frames

Outro quesito que ganhou muito com a remasterização de Spyro foi a jogabilidade. Lembro que, como boa parte dos jogos da época, era um tanto irritante golpear os oponentes com a habilidade de corrida do dragãozinho, principalmente contra a criatura de capuz que fugia em velocidade. Na nova versão percebi o quanto os controles ficaram mais suaves, tanto para a locomoção quanto para os voos nas fases adicionais. 

Spyro Reignited Trilogy (Foto: Divulgação/Activision)Spyro Reignited Trilogy (Foto: Divulgação/Activision)






Entretanto, tamanho foi o trabalho feito pela Activision que, curiosamente, o jogo acabou sofrendo com um problema de queda de quadros. Sim, Spyro Reignited Trilogy traz tantos detalhes que os jogos não rodam a 60 fps (como muitos títulos que passaram pelo mesmo processo), e ainda tem problemas de pequenos travamentos em mudanças bruscas de câmera ou muitos elementos na tela.

Uma pena pois, como disse anteriormente em relação aos gráficos, o jogo que tinha tudo para se tornar a grande referência em termos de qualidade do produto final no que diz respeito a remasterização.

Dublagem em português

Para nós, fãs brasileiros, Spyro Reignited Trilogy trouxe um enorme presente: dublagem totalmente em português. Para quem não lembra, no início de vida do PlayStation One, era praticamente impossível encontrar um jogo com opções de menus em português e, principalmente com áudio em nossa língua.

Spyro Reignited Trilogy (Foto: Divulgação/Activision)Spyro Reignited Trilogy (Foto: Divulgação/Activision)



Spyro Reignited Trilogy mostra que as empresas estão cada vez mais se importando com nosso país. A prova disso é a dublagem localizada e todos os três jogos do pacote. E não são apenas vozes de um trabalho mediano ou utilizando "famosos da internet" sem experiência ou especialização. Mas sim a presença de profissionais do ramo, com vozes conhecidas de animações exibidas no Brasil.

Remasterizado e só!

O que deixa a desejar em Spyro Reignited Trilogy é a coletânea contar apenas com os três jogos remasterizados e sem nenhum adicional. Ok, eu entendo e compreendo o trabalho que deu de praticamente refazer os títulos originais em uma conversão muito bem feita. Mas fica a sensação de que poderia pipocar alguns elementos extras, como artes, fases ou algo do tipo, principalmente para estimular ainda mais o fator replay.

Spyro Reignited Trilogy (Foto: Divulgação/Activision)Spyro Reignited Trilogy (Foto: Divulgação/Activision)



Conclusão

Spyro Reignited Trilogy chega não apenas como uma coletânea remasterizada, mas um exemplo de um trabalho que deveria ser feito por todas as empresas que buscam revitalizar seus clássicos. Apesar de contar com quedas de frames e rodar um pouco mais lento do que deveria, a trilogia agrada não apenas os gamers mais antigos que colheram muitas joias com o dragãozinho quando mais novos, mas também os novos jogadores, principalmente o público infantil que é esquecido cada vez mais nos consoles da atual geração. 

 

Nota TechTudo

NOTA tt
8.8
Gráficos
9
Jogabilidade
8
Diversão
9
Som
9

Prós

  • - Umas das melhores remasterizações
  • - Todos os jogos reunidos
  • - Dublagem em português

Contras

  • - Sem extras
  • - Constantes quedas de frames
  • - Primeiro jogo sem legendas
Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Iam Effluvium
    2018-11-14T18:06:28  

    A época de ouro do P.S. Em 2019 também volta Medievil.

    recentes

    populares

    • Iam Effluvium
      2018-11-14T18:06:28  

      Nossa medieval, morria de medo kkkkkk

  • Giovanni Luigi
    2018-11-14T20:48:26

    Eu tinha esse jogo no CD demo