Jogos de luta

NOTA tt
8.4

Review Super Smash Bros. 3DS Edition

A versão de Smash Bros portátil pode não ser perfeita, mas é muito divertida! Confira o review completo!

Bernardo Dabul
por
em

Super Smash Bros. para Nintendo 3DS é uma tentativa de trazer a experiência da franquia em consoles para o ambiente portátil. Embora sofra de alguns problemas por ter sido adaptado para uma plataforma menor, o resultado ainda é um dos melhores jogos de luta da plataforma. Confira a análise completa!

Nintendo mostra bonecos interativos para usar em jogos do Wii U; veja

smash-capaReview: Super Smash Bros. 3DS Edition (Foto: Divulgação)


Pouca história, muitos modos de jogo

A franquia Smash Bros. nunca teve foco na narrativa. O único a apresentar alguma história foi Super Smash Bros. Brawl, no seu modo de jogo chamado Subspace Emissary. Da mesma forma, apesar da versão atual não ter nada semelhante, isto não compromete a experiência geral, uma vez que ainda resta muito conteúdo para ser aproveitado.

O jogo possui as modalidades clássicas esperadas da franquia. Em Classic o jogador deve enfrentar vários adversários, com condições diversas em cada luta. Ao final, deve-se derrotar a grande e poderosa Master Hand. All-Star coloca o jogador contra todos os personagens já desbloqueados, na ordem cronológica em que foram lançados.

Além disto, Stadium traz alguns desafios diversificados e Classic Smash é a experiência padrão. Um detalhe importante para veteranos da série: alguns elementos de customização de partida foram retirados como, por exemplo, a habilidade de modificar a frequência com que itens aparecem durante a luta.

smash-runReview: Super Smash Bros. 3DS Edition (Foto: Divulgação)

Smash Run, a nova modalidade destacada pela desenvolvedora, infelizmente não se mostra nada excepcional. A ideia de coletar upgrades para seu personagem é interessante, mas o estilo de movimentação do jogo não favorece o modo, uma vez que obriga que o jogador navegue por um labirinto com várias plataformas. Como Smash Bros. nunca foi idealizado para ser um jogo de plataforma 2D, o modo sofre por causa disto.

Em termos de multiplayer, Smash Bros. permite que jogadores se conectem tanto localmente quanto pela internet. A qualidade das partidas online depende muito da distância em que o oponente se encontra. Nestas, se o jogador estiver do outro lado do mundo, é quase certo que haverá lag, tornando a partida impraticável. Por outro lado, lutas contra oponentes mais próximos correm de forma tranquila e sem grandes problemas.

Personagens dos mais variados!

Smash Bros. tem a maior lista de personagens já vista na franquia, com 49 personagens (51 se contar os três Mii Fighters diferentes). Embora existam alguns que são meras cópias (estamos olhando para vocês Dark Pit e Dr. Mario!), o elenco presente tem bastante diversidade.

smash-little-macReview: Super Smash Bros. 3DS Edition (Foto: Divulgação)

Muitos dos que estão no jogo são veteranos da série, como Mario, Link e Kirby, enquanto novos competidores também foram adicionados como Little Mac, Shulk e Greninja. Cada personagem tem seu próprio estilo de luta, sendo divertido e desafiador tentar aprender a jogar com todos eles. Será interessante ver como a Nintendo dará suporte ao jogo daqui pra frente, com a possibilidade de DLCs.

Outra novidade é que o jogo dá a possibilidade de customizar personagens, podendo tanto incrementar atributos como velocidade, força e defesa como adicionar modificadores a ataques existentes. Esta opção é interessante, porém deixa muito espaço para partidas desequilibradas. É uma boa distração, estando longe porém de ser um aspecto essencial do jogo.

O aparelho que limita o jogo

A franquia sempre teve controles muito bons, o que continua sendo verdade em Smash Bros. para 3DS. O maior problema, infelizmente, não é com o jogo, mas sim com o aparelho. O circle pad do 3DS simplesmente não é a melhor ferramenta para este jogo, sendo muito impreciso para aqueles que procuram um nível de luta mais competitivo. O fato de não ser possível mudar a movimentação para o D-Pad, que é usado para as provocações dos personagens, só piora a situação.

Gráfico e Som

smash-4-playersReview: Super Smash Bros. 3DS Edition (Foto: Divulgação)

Mesmo sendo um jogo para o 3DS, com capacidade gráfica menor do que consoles como o Wii ou o WiiU, Smash Bros. tem um estilo visual muito agradável que consegue mesclar bem todos os personagens de diferentes franquias.

A tela menor do aparelho apresenta um problema para lutas em mapas maiores, uma vez que quando a câmera se afasta, tudo fica muito pequeno e difícil de identificar rapidamente. Existe, nas configurações de jogo, a possibilidade de deixar o traço em volta dos personagens mais grosso. Isto ajuda a remediar um pouco o problema, mas não o resolve completamente.

O som de Smash Bros. é simplesmente espetacular. Cada golpe tem seu respectivo som dando a impressão de impacto forte. Os personagens são bem dublados e a trilha sonora incorpora músicas velhas e novas de todas as franquias. Este é um daqueles jogos de 3DS que deve ser jogado com som, idealmente com fone de ouvido!

Conclusão

Super Smash Bros. para 3DS não é perfeito. A tela pequena do aparelho, junto com o circle pad inadequado para o estilo de jogo, atrapalham no aproveitamento da experiência. Por outro lado, suas qualidades são tão boas, que fazem com que estes pequenos problemas sejam relevados. Não se engane, este jogo é digno do nome Smash Bros.!


Quais personagens você gostaria de ver em Super Smash Bros.?
 Opine no Fórum do TechTudo!


Nota TechTudo

NOTA tt
8.4
Gráficos
8
Jogabilidade
8
Diversão
10
Som
10

Prós

  • - Gráficos bons para 3DS
  • - Smash Bros Portátil
  • - Muito conteúdo

Contras

  • - Tela pequena
  • - Circle pad
Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Muitocorintiano
    2014-10-17T09:23:41

    Nintendo já era! Lixo!