Publicidade

Por Thomas Schulze; Por TechTudo

TechTudo

Tales of Berseria é o novo capítulo da clássica série de RPG. Desenvolvido pela Bandai Namco, o jogo para PC, PlayStation 3 e PlayStation 4 é uma das melhores opções recentes do gênero, conciliando uma história forte, personagens cativantes e um sistema de combate atraente repleto de possibilidades. Confira a análise completa do game com seus prós e contras:

História sem fim

Desde que Tales of Phantasia foi lançado para o Super Nintendo em 1995, a série "Tales of" recebeu nada menos que 16 jogos. Seu mais novo capítulo, Tales of Berseria, mantém o elevado padrão de qualidade da franquia e consegue se firmar entre suas aventuras mais memoráveis.

A nova trama é mais sombria que o de costume, com pessoas se transformando em monstros graças a maldição de Daemonblight. Velvet Crowe, a primeira protagonista feminina da série, também ganha poderes monstruosos e perde sua família no processo, o que coloca a jovem em uma jornada de vingança pelo reino de Midgand.

Tales of Berseria é o novo capítulo da clássica série (Foto: Divulgação/Bandai Namco) — Foto: TechTudo

Heróis improváveis

Três anos após a tragédia inicial, Velvet escapa de seu cativeiro e não demora a encontrar aliados para a sua busca. Ainda que a trama tenha todos os clichês esperados pelos JRPGs, o cativante elenco de personagens eleva a narrativa a um nível superior.

Cada “herói” que se une à trupe de Velvet possui uma personalidade interessante e com diversas camadas, frequentemente flertando com a imoralidade. Falhas de caráter tornam fácil a identificação com sua humanidade, especialmente durante os divertidos diálogos, sempre exibidos na tradicional caixa com desenhos bidimensionais.

Tales of Berseria tem forte elenco de personagens (Foto: Divulgação/Bandai Namco) — Foto: TechTudo

Lutas cheias de ação

Enquanto os diálogos têm o formato padrão da série, o sistema de combate passa por uma bem-vinda modernização. Dessa vez é possível se mover livremente pelo campo de batalha, rodando a câmera e procurando o melhor ângulo para golpear, parecido com as mecânicas de Final Fantasy XV.

Embora exista uma opção de lutar automaticamente, o sistema é instigante o bastante para recompensar o jogador pelo seu tempo investido. Conforme os personagens ganham experiência e sobem de nível, novos combos e golpes especiais são habilitados, o que torna mais divertido ainda gerenciar as estratégias de combate.

Tales of Berseria diverte com combates mais fluídos (Foto: Divulgação/Bandai Namco) — Foto: TechTudo

Aplicativo doTechTudo: receba as melhores dicas e últimas notícias no seu celular

Mundo paralelo

Como todo bom RPG, Tales of Berseria é um jogo repleto de atividades secundárias para preencher o tempo entre as batalhas e diálogos. Mesmo que o design seja um tanto linear, há diversos minigames pelo caminho que podem ocupar o jogador e acrescentar valiosas horas de gameplay.

É possível mudar o visual dos personagens com alterações cosméticas ou participar de aventuras paralelas enviando barcos em perigosas missões. Além disso, o metagame de culinária é tão gratificante quanto descobrir as centenas de itens e tesouros espalhados pelo grande mapa da jornada.

Tales of Berseria possui uma boa variedade de ambientes (Foto: Divulgação/Bandai Namco) — Foto: TechTudo

Com cara de novidade

Embora Tales of Berseria tenha sido lançado originalmente para o PS3 apenas no Japão, é difícil pensar que não se trata de um título da atual geração. Sua ótima direção de arte e personagens cuidadosamente esculpidos como modelos de anime fazem com que o jogo tenha gráficos excelentes e contorne as limitações técnicas.

O áudio não tem a mesma qualidade do visual e a dublagem em inglês é bem fraca, mas o jogo foi lançado com dual audio. Ou seja, logo no começo é possível optar pelas vozes originais em japonês, o que acrescenta vida e dramaticidade aos diálogos.

Tales of Berseria soa melhor em japonês (Foto: Divulgação/Bandai Namco) — Foto: TechTudo

Conclusão

Tales of Berseria é um excelente RPG, capaz de agradar até os mais exigentes fãs do gênero. Seu forte elenco de personagens garante que a narrativa seja marcante, e, mesmo que sua história preceda os eventos do ótimo Tales of Zestiria, não é preciso conhecer a série para se divertir. O combate fluído e boas atividades paralelas completam o pacote, que só peca pelas fracas vozes norte-americanas.

Tales of Berseria é um ótimo capítulo da saga (Foto: Divulgação/Bandai Namco) — Foto: TechTudo

9

Gráficos
9
Jogabilidade
9
Diversão
10
Som
8

Prós

  • Personagens
  • Ssistema de combate
  • Direção de arte

Contras

  • Dublagem fraca em inglês

Mais do TechTudo