Jogos de ação

NOTA tt
8.3

Review Tower of Guns

Tower of Guns traz um FPS old school com jogabilidade precisa e desafiadora, porém, os gráficos e a trilha sonora decepcionam o jogador. Confira o review completo do game.

Felipe Velloso
por
em

Tower of Guns é um dos jogos mais estranhos e diferentes dos últimos anos. O título para PCs de tiro em primeira pessoa para apenas um jogador irá te fazer passar por dezenas de salas diferentes com o objetivo de alcançar o topo de uma torre. O desafio se encontra em sobreviver, uma vez que o local está fortemente armado com todo tipo defesas, de torres com metralhadoras até atiradores de serras elétricas, tudo no jogo parece ter o objetivo de matar o seu personagem. Confira o review completo do divertido shooter.

Conheça Octodad, outro clássico Indie para PC

Tower of Guns: capa do jogo mostra a torre a ser conquistada (Foto: Divulgação)Tower of Guns: capa do jogo mostra a torre a ser conquistada (Foto: Divulgação)



Jogabilidade viciante com diálogos desnecessários

Tower of Guns é uma experiência rápida, viciante e super recompensadora, que exigirá muita habilidade de seus jogadores. No começo de cada partida o jogador ganha uma pequena história aleatória (você é uma cheerleader fugindo de um apocalipse zumbi, um veterano de guerra procurando um estoque de cachorros quentes ou um entregador de um mercado que precisa entregar os pacotes no último andar), sempre com tom engraçadinho e completamente irrelevante para a jogabilidade. Na verdade, existe até uma opção para desativar os diálogos do jogo, de tão irrelevantes que eles são.

O jogo apresenta todo tipo de arma diferente (Foto: Divulgação)O jogo apresenta todo tipo de arma diferente (Foto: Divulgação)



Cenários aleatórios e jogabilidade alucinante

As narrativas são realmente muito bobas, mas não deixam de ser engraçadas e bem escritas. Na verdade, é uma pena que você não possa escolher o personagem com quem vai jogar. Como morrer nesse jogo significa voltar até a entrada da torre e perder todos os itens adquiridos, o título também faz com que você troque de personagem, dessa maneira, não é raro experienciar todos os diálogos do jogo. Um detalhe importante é que uma vez que você morre, a ordem das salas e os conteúdos delas são totalmente alterados, fazendo com que o jogo se torne bem menos repetitivo.

Outra necessidade é escolher um pequeno perk (como pulo duplo) e uma arma para iniciar o seu progresso pelas fases. O objetivo de Tower of Guns é chegar até o último andar da torre e derrotar o chefão final sem morrer. A jogabilidade é sempre muito rápida e alucinante, a dica mais importante é nunca ficar parado e aprender a circular os seus inimigos sem atrapalhar sua mira neles. Nesse sentido, ele parece muito mais com shooters antigos como Quake e Unreal Tournment, te obrigando a coletar recursos dos inimigos que morrem, como vida e experiência. Este segundo recurso pode ser usado para aumentar o seu nível com as diversas armas do jogo.

Os chefões não costumam a ser muito difíceis, exceto pelo final (Foto: Divulgação)Os chefões não costumam a ser muito difíceis, exceto pelo final (Foto: Divulgação)




Tower of Guns é repleto de segredos, sejam eles paredes falsas até cantos inalcançáveis que guardam prêmios valiosos. No final de cada andar o jogo te diz quantos destes locais secretos você encontrou do total, e mesmo que você fique procurando por eles, não é raro que você não chegue a encontrar metade dos lugares propostos.

Visual leve e trilha sonora fraca

Em termos de visual, o jogo apresenta um estilo um pouco cartunesco e menos preocupado com o realismo. Apesar de toda a agressão em cima do seu personagem não existe sangue, desmembramento e outros tipos de violência gráfica. A maioria dos PCs não terá problemas de rodar Tower of Guns com facilidade.

Ficar parado é como pedir para ser alvo de dezenas de projéteis (Foto: Divulgação)Ficar parado é como pedir para ser alvo de dezenas de projéteis (Foto: Divulgação)

Musicalmente o jogo deixa a desejar, com uma trilha que chama bem pouco a atenção dos jogadores. Os efeitos sonoros até são bons, e muitas vezes se mostram essenciais para salvar os jogadores de ameaças que estão fora de seu campo de visão.

Conclusão

Tower of Guns é um jogo de muito desafio que irá encantar os fãs de first person shooters clássicos. Com uma jogabilidade rápida e frenética e muitos segredos escondidos por todos os cantos ele certamente é um dos títulos que demanda mais capacidade dos seus jogadores nesse gênero. A aleatoriedade de salas, diálogos e inimigos torna a experiência sempre fresca, reforçando a vontade do jogador de voltar ao título depois de zerado.


Qual o seu jogo indie preferido de PS4?
Comente no Fórum do TechTudo.


Nota TechTudo

NOTA tt
8.3
Gráficos
7
Jogabilidade
9
Diversão
9
Som
8

Prós

  • - Aleatoriedade promove a vontade de jogar novamente
  • - Diálogos engraçados
  • - Jogabilidade precisa e desafiadora

Contras

  • - Gráficos e trilha pouco inspirados
  • - Você não pode escolher seu personagem
  • - A dificuldade pode ser muito alta para certos jogadores
Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares