Jogos de aventura

NOTA tt
8.8

Review The Walking Dead Season 2: Episódio 3 - In Harm’s Way

The Walking Dead Season 2: Episódio 3 – In Harm’s Way é um dos melhores na série até agora, com decisões difíceis e um foco maior na narrativa. Confira o review completo do game!

Bernardo Dabul
por
em

The Walking Dead Season 2: Episódio 3, o mais novo capítulo na saga de Clementine, deixa um aspecto do universo do game bem claro: às vezes não existe uma escolha boa. As decisões difíceis junto com a narrativa sensacional fazem este episódio manter o alto nível de qualidade pelo qual a série é conhecida. O episódio, intitulado In Harm’s Way, está disponível para Xbox 360, PlayStation 3, PC e iOS.

Confira o review do episódio anterior, A House Divided!

twd-ep3Review The Walking Dead Season 2: Episódio 3 – In Harm’s Way (Foto: Divulgação)


A saga de Clementine continua

O episódio novo começa momentos depois de onde o anterior terminou, nele Carver capturou Clementine assim como o resto de seu grupo. Eles são levados para a comunidade estabelecida e liderada por Carver, porém são tratados como prisioneiros, sendo forçados a consertar as fortificações que mantêm os zumbis do lado de fora, colher os frutos da horta, dentre outras tarefas.

Porém o grupo não aceita a situação em que se encontram e começam a criar um plano para escapar. Ao longo do episódio, Clementine é forçada a tomar uma série de decisões difíceis e que não necessariamente possuem uma escolha que possa ser definida como boa. Mais do que nunca, o game força o jogador a sair de sua zona de conforto, tornando a narrativa muito mais memorável no processo.

Clementine já passou por muitas situações difíceis desde que a encontramos em sua casa na árvore durante o primeiro episódio da série. Um mundo onde zumbis andam por toda parte e muitos dos humanos restantes não são confiáveis, forçaram-na a amadurecer muito mais rápido do que seria considerado normal.

Mais do que nunca a protagonista se mostra como alguém que entende a realidade em que se encontra, porém sempre luta pela sua sobrevivência. Quando derrubada, se ergue e tenta novamente, por pior que tenha sido a queda. Clementine continua evoluindo a cada episódio que passa e é uma jornada incrível de se acompanhar.

twd-prisãoReview The Walking Dead Season 2: Episódio 3 – In Harm’s Way (Foto: Divulgação)

Porém, o que mais chama a atenção, é como aqueles que estão à sua volta começam a enxergar também este fato. Durante a primeira temporada, Lee (e por extensão o jogador) era responsável por manter Clementine segura. Durante os dois episódios passados não era estranho ouvir os personagens protestarem contra certas ações e decisões envolvendo a protagonista por ser ela “apenas uma garota”.

Agora, depois que alguns personagens tiveram este período de convivência, tratam-na como uma adulta, capaz de opinar em decisões difíceis e colaborar com o plano de fuga. Isto fica ainda mais evidente quando um dos personagens novos tenta impedir Clementine de tomar certas ações, no que é contestado por um outro membro do grupo que a conhece a mais tempo, defendendo sua capacidade e maturidade.

Quanto ao vilão Carver, este é intimidante e imprevisível. O fato dele ser a maior autoridade no local, combinado com suas ações drásticas, faz com que toda cena em que esteja presente seja tensa.

twd-carverReview The Walking Dead Season 2: Episódio 3 – In Harm’s Way (Foto: Divulgação)


Se não está quebrado, não tente consertar

In Harm’s Way não apresenta nenhuma mecânica nova, porém apresenta bem menos exploração e solução de puzzles do que em episódios anteriores. Mais do que antes, o foco está na narrativa e no diálogo entre personagens. Assim, cenas onde o jogador está livre para explorar o cenário são poucas e curtas.

Ainda existem momentos de mais ação, onde é necessário apertar um botão repetidamente ou colocar o cursor em um local específico da tela, mas estes são somente uma forma de adicionar interatividade aos momentos mais tensos, não chegando a ser algo que prejudique a narrativa geral.

twd-clemReview The Walking Dead Season 2: Episódio 3 – In Harm’s Way (Foto: Divulgação)


Gráfico e Som

Como todos os jogos da Telltale Games, os gráficos não são nada que se destaquem. O estilo mais cartunesco funciona bem para a série, porém não traz nenhuma novidade nunca antes vista em outros games feitos pela desenvolvedora Telltale Games.

Por outro lado, o som continua sendo um dos pontos mais fortes, especificamente a atuação. Todos os dubladores fazem um trabalho fantástico, de forma que torna possível acreditar no que os personagens estão passando. Michael Madsen (Cães de Aluguel, Kill Bill) se destaca em seu papel como Carver, fazendo uma performance incrível, deixando claro que o vilão é alguém para se temer.

Conclusão

The Walking Dead Season 2 entrega mais um episódio espetacular para a série. Como foi o caso em outros games da desenvolvedora, como The Wolf Among Us e The Walking Dead Season 1, o terceiro episódio se apresenta como o mais sombrio de todos. Porém é uma jornada que prende o jogador durante todo a sua duração e continua mostrando a evolução de Clementine de uma garota indefesa para alguém capaz de sobreviver ao apocalipse zumbi por conta própria.


Qual o melhor jogo de Zumbi?
Opine no Fórum do TechTudo!


Nota TechTudo

NOTA tt
8.8
Gráficos
7
Jogabilidade
8
Diversão
10
Som
10

Prós

  • - História excepcional
  • - Decisões difíceis
  • -Evolução de Clementine

Contras

  • - Gráficos deixam a desejar
  • - Alguns personagens pouco explorados
Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Mauricio Souza
    2014-05-20T09:10:33  

    Jogo muito bom... Mas falta tradução das falar em português... Isso prejudica muito o jogo no Brasil.

    recentes

    populares

    • Mauricio Souza
      2014-05-20T09:10:33  

      Lucas, legendas em inglês...

    recentes

    populares

    • Mauricio Souza
      2014-05-20T09:10:33  

      Ah sim Maurício, vlws. Se a legenda fosse em português, já bastava (Na minha opinião). Acho que as falas em inglês ficam muito mais phodas xD Eu entendo inglês bem, então não tenho problema com isso. Mas para maioria das pessoas, realmente, precisa de pelo menos legendas em português.