Jogos de RPG

NOTA tt
9.3

Review World of Warcraft: Warlords of Draenor

World of Warcraft: Warlords of Draenor é renovação do famoso MMO. Game da Blizzard mostrava sinais de desgate, mas empresa ainda sabe dar a volta por cima. Confira a análise completa!

Felipe Vinha
por
em

World of Warcraft é, possivelmente, o MMORPG mais famoso do mundo. O game online para PC já soma 10 anos de existência e algumas expansões lançadas, incluindo Warlords of Draenor, seu mais recente capítulo e tema de nossa análise. Com ele, a Blizzard busca renovar o game para os jogadores clássicos e ao mesmo tempo introduzi-lo a uma nova geração. Será que deu certo? Acompanhe nosso review da expansão. 

World of Warcraft: saiba como subir de nível mais rápido no MMORPG

World of Warcraft: Warlords of Draenor (Foto: Divulgação)World of Warcraft: Warlords of Draenor (Foto: Divulgação)


A renovação

Renovar World of Warcraft é uma tarefa quase que ingrata, mas que a Blizzard consegue transformar em prazerosa e com um bom resultado. Warlords of Draenor não quer repetir os “erros” de Mists of Pandaria, a expansão anterior, que falhou em trazer uma grande parte de novos e antigos jogadores para o game. Com Draenor, a produtora tem como principal objetivo angariar mais público e ainda prestar uma homenagem à saga, já que há até elementos de viagem no tempo em seu enredo.

Isto posto, saiba que Warlords of Draenor é uma expansão de respeito. Não há raças jogáveis inéditas e muito menos novidades similares a Pandaria ou qualquer expansão anterior. O que conta aqui são as novidades de mecânica e também visuais, que são alguns dos principais pontos que envolvem este novo capítulo de WoW.

World of Warcraft: Warlords of Draenor (Foto: Divulgação)World of Warcraft: Warlords of Draenor (Foto: Divulgação)

E se a palavra de ordem é “renovação”, vamos renovar, certo? Foi assim que a Blizzard pensou, ao inserir elementos visuais inéditos ao game, pela primeira vez. Acontece que não daria para renovar WoW do zero, já que assim seria necessário modificar seu motor gráfico e lançar um tipo de “WoW 2”. A saída encontrada pela empresa foi a de dar uma bela repaginada visual nas principais raças jogáveis do game.

Desta forma, temos um World of Warcraft de cara nova, mas sem necessitar trocar sua assinatura, comprar um jogo novo e nem mesmo atualizar o computador, já que ele continua leve como sempre. Humanos, orcs, elfos, tauren, trolls e outras raças, com exceção dos elfos sangrentos, estão com o visual totalmente novo, mais compatível com a atual realidade dos games modernos. Não tem como olhar e não ver as diferenças, o que é uma bola dentro não apenas da expansão, mas também do esforço da Blizzard em manter o seu MMORPG relevante, mesmo após 10 anos.

World of Warcraft: Warlords of Draenor (Foto: Divulgação)World of Warcraft: Warlords of Draenor (Foto: Divulgação)


Homenagem e novidades

Outra principal novidade nesta expansão de World of Warcraft é o sistema de guarnições. Elas nada mais são do que grandes bases que podem ser administradas pelo jogador, no melhor estilo do Warcraft clássico. Sim, a Blizzard fez com que uma mecânica antiga e improvável fosse encaixada perfeitamente em seu MMO de sucesso.

As guarnições casam com o tema da história, que envolve um grande conflito e uma enorme guerra. É nela que você vai comandar um pequeno exército, recursos e também construir edificações para fortalecer isso tudo.

O modo de construção não é exatamente idêntico ao de Warcraft 3, por exemplo, e sim algo bem mais simples, o que pode decepcionar um pouco alguns jogadores, mas, ainda assim, é um tipo de homenagem inteligente.

World of Warcraft: Warlords of Draenor (Foto: Divulgação)World of Warcraft: Warlords of Draenor (Foto: Divulgação)

Mas não se preocupe, pois a guarnição é um sistema que está mesclado de forma inteligente à jogabilidade estilo MMO de World of Warcraft. Em nenhum momento você vai deixar de controlar seu personagem, que pode andar livremente pela sua base, conferir operários e até mesmo coletar recursos, que são obtidos por meio de missões e outros objetivos cumpridos pelo caminho no mapa do game.

Há ainda opções especiais, como a possibilidade de que seus operários e soldados lhe ajudem no campo de batalha, durante um curto período de tempo, facilitando o combate contra alguns monstros ou inimigos mais poderosos. A Blizzard foi inteligente em variar nestes recursos que, sem dúvidas, é um dos mais criativos que pintaram em WoW nos últimos tempos.

World of Warcraft: Warlords of Draenor (Foto: Divulgação)World of Warcraft: Warlords of Draenor (Foto: Divulgação)

E o futuro das guarnições também é promissor, já que as guarnições devem ganhar constantes atualizações, como a possibilidade de entrarmos em conflito contra outras construções de amigos ou desconhecidos.

World of Warcraft: Warlords of Draenor (Foto: Divulgação)World of Warcraft: Warlords of Draenor (Foto: Divulgação)


Uma questão de equilíbrio

Algo que preocupou muita gente com a expansão Warlords of Draenor era a possibilidade de termos um personagem iniciando o game no nível 90, seja ele criado do zero ou reaproveitado de algum outro nível que poderia estar. Mas não se preocupe, já que a Blizzard não costuma “dar ponto sem nó”, e soube aproveitar a oportunidade aqui.

Como forma de atrair novatos, principalmente, essa possibilidade de começar no nível 90 foi inserida propositalmente, já que ainda há um longo caminho para chegar até o nível 100, atual máximo de World of Warcraft.

World of Warcraft: Warlords of Draenor (Foto: Divulgação)World of Warcraft: Warlords of Draenor (Foto: Divulgação)

A história colabora para um bom uso do “Nível 90 automático”. O jogador pode optar por começar neste nível e conferir um início de história inédito, onde todas as raças estão unidos contra a Horda de Ferro, perante o Dark Portal. É uma batalha épica que se desenrola na frente de seus olhos e será preciso entrar em combate desde já, sem pensar muito, para resgatar o futuro de Azeroth e com a ajuda de personagens famosos.

Fica impossível não se empolgar com este início, e tudo em seguida é desenvolvido com base no seu personagem de nível 90, e com tudo o que ele pode fazer neste novo cenário. Ou seja, não se preocupe, já que você não vai começar lá de onde parou, ou do início, em um nível alto, o que poderia tornar as coisas desequilibradas.

World of Warcraft: Warlords of Draenor (Foto: Divulgação)World of Warcraft: Warlords of Draenor (Foto: Divulgação)

Outra forma de equilíbrio bem presente em Draenor está nos objetivos bônus, que são missões ainda mais difíceis e que ficam espalhadas pelo mapa. Elas concedem mais ouro, experiência e ainda recursos, mas demoram mais a serem concluídas e com dificuldade um pouco mais elevada.

E não se preocupe se você chegar de forma fácil e rápida ao nível 100. Ele, definitivamente, não é o limite. É possível fazer muito mais após chegar ao nível máximo de Warlords of Draenor, como participar de missões em masmorras heroicas, terminar todas as missões, participar de Ashran – que é uma área de jogador contra jogador inédita e cheia de ação -, e, claro, tentar evoluir sua guarnição, para quando os conflitos começarem, já estar com tudo preparado para se defender.

World of Warcraft: Warlords of Draenor (Foto: Divulgação)World of Warcraft: Warlords of Draenor (Foto: Divulgação)

Em termos de conteúdo, Warlords of Draenor pode ser eleita como a expansão mais insuperável de World of Warcraft até agora, deixando um belo desafio para que a produtora crie algo ainda melhor no futuro, com as próximas.

Conclusão

World of Warcraft: Warlords of Draenor vem para provar que a Blizzard ainda reina sozinha em termos de MMORPG. É claro, existem outros por aí, em grande quantidade, mas em termos de World of Warcraft, ninguém chega perto. A expansão não é perfeita e ainda faltam alguns conteúdos, mas só o que já veio neste lançamento, de cara, vale uma conferida, seja você um fã antigo ou alguém que só vai começar agora.


Qual o melhor MMORPG da atualidade?
 Opine no Fórum do TechTudo!

Nota TechTudo

NOTA tt
9.3
Gráficos
9
Jogabilidade
9
Diversão
10
Som
9

Prós

  • Novos gráficos.
  • Mais história.
  • Nível 90 automático.
  • Tudo bem equilibrado.
  • Guarnições.
  • Novas áreas PvP.
  • Referências.

Contras

  • Conteúdo que só vira com atualizações.
Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares