Celular

NOTA tt
8.8

Review Xperia Z3

A Sony melhorou pontos cruciais em seu top de linha e trouxe ao Brasil outra vez uma versão com TV Digital e uma dual-chip. As novidades são suficientes para fazer dele uma boa compra? Confira.

Paulo Alves
por
em

A Sony lançou o Xperia Z3 cerca de seis meses depois do Xperia Z2, apresentando um aparelho que trouxe melhorias básicas. A mudança discreta no design aperfeiçoou o encaixe do aparelho nas mãos, a câmera ganhou mais desempenho com pouca luz e agora há versões com TV Digital e dual-chip. Mas, será que essas e outras novidades são o bastante para justificar a compra do modelo mais recente? Confira o review completo do Xperia Z3 e o vídeo mostrando os prós e contras do aparelho. 

Além do tamanho: conheça as diferenças entre o Xperia Z3 e Z3 Compact




Design

O aspecto retangular com bordas retas é a marca da linha Xperia há tempos, o que costuma agradar muito aos olhos, mas pouco às mãos de quem usa. No Z3, a Sony desenvolveu o desenho da carcaça aplicando um acabamento curvo na borda, fazendo com que ele pareça menor do que o Z2, embora tenha o mesmo tamanho de tela e praticamente as mesmas dimensões (146 x 72 x 7,4 mm e 152 g).

Bordas ficaram mais arredondadas para facilitar pegada (Foto: Paulo Alves/TechTudo)Bordas ficaram mais arredondadas para facilitar pegada (Foto: Paulo Alves/TechTudo)

As bordas também não são mais na cor prata. Dessa vez, têm tonalidade  parecida com a do restante do aparelho. Na versão preta, por exemplo, o Z3 fica inteiramente preto, enquanto branca, ficam champanhe. Isso inclui as portas das entradas SIM e microSD, além do microUSB para recarga, de modo que fiquem protegidas de água e poeira.

Os botões continuam na mesma posição e com formato e material bem semelhante ao anterior, portanto trazem suas mesmas qualidade e defeitos. Eles são bonitos e ficam localizados ao alcance das mãos, mas a resposta do clique não é tão boa quanto em concorrentes como iPhone 5S ou Moto X – o botão dedicado à câmera pode falhar ao ser pressionado, forçando o usuário a tentar outra vez.

Entradas do Z3 são protegidas por portas para resistir a água e poeira (Foto: Paulo Alves/TechTudo)Entradas do Z3 são protegidas por portas para resistir a água e poeira (Foto: Paulo Alves/TechTudo)

O vidro temperado também permanece na frente e atrás, dando ao smartphone o aspecto conhecido da linha Xperia. Embora a fabricante não tenha divulgado, é importante notar que a traseira parece reter menos digitais e outras marcas de uso que no Z2. Mas como ainda se trata de vidro, é bom esperar por muita sujeira caso o usuário não use um case.

Tela

O painel do Xperia Z3 é exatamente o mesmo encontrado no seu antecessor: um IPS Full HD com 5,2 polegadas, tecnologia Triluminous para brilho e X-Reality para o finder da câmera. Ao contrário de Samsung, LG e Motorola, a fabricante japonesa optou ainda por não fazer o salto para a resolução Quad HD, o que, nesse caso, traz mais mais pontos positivos do que negativos.

Os ângulos de visão são excelentes, assim como o brilho, que consegue com certa facilidade vencer a incidência direta de luz solar. O único ponto fraco fica por conta dos tons escuros, notadamente menos reais do que o proporcionado por telas Amoled, como é o caso de alguns Galaxy.

Mesmo com widgets e vários apps abertos, desempenho do Z3 é satisfatório (Foto: Paulo Alves/TechTudo)Mesmo com widgets e vários apps abertos, desempenho do Z3 é satisfatório (Foto: Paulo Alves/TechTudo)

Os concorrentes da Apple estão deixando o iPhone para trás?Comente no Fórum do TechTudo

No final, o display do telefone é agradável para grande parte dos usuários graças aos 441 ppi de densidade de pixels, pois o consumidor médio quase não vê diferença entre Full HD e Quad HD. Com isso, o Xperia ganha em desempenho energético, já que tem muito menos pixels para exibir na tela, tornando sua bateria capaz de desempenhar acima da média, como veremos a seguir.

Ponto para a Sony também por resolver os toques randômicos na tela após um mergulho na água. O smartphone agora pode ser usado com muito mais facilidade mesmo com vários respingos no display, eliminando um dos defeitos do Z2.

Bateria

Talvez o maior motivador de compra do Xperia Z3 seja sua bateria. Não unicamente por especificações técnicas, já que ela nem é tão grande assim (3.100 mAh), mas pelo tempo em que o aparelho consegue ficar longe da tomada em uso convencional. Em nossos testes, uma carga foi o bastante para quase dois dias de navegação via Wi-Fi e 3G, algumas ligações e checagem de e-mail e redes sociais.

Finder com X Reality continua proporcionando um efeito e tanto (Foto: Paulo Alves/TechTudo)Finder com X Reality continua proporcionando um efeito e tanto (Foto: Paulo Alves/TechTudo)

Em uso mais moderado e, principalmente, com o Modo Stamina ligado, o smartphone consegue até ultrapassar a barreira das 48 horas. Caso o usuário esteja em uma zona isolada e queira prolongar o uso do aparelho por até 5 dias, ainda há a opção de ativar o modo Ultra Stamina, que permite somente mandar SMS e realizar chamadas de voz.

Já em uso contínuo com reprodução de vídeo no Netflix via Wi-Fi e brilho no máximo, o Z3 alcançou 9 horas ligado. Não há outro smartphone dessa categoria que ofereça o mesmo rendimento, o que significa que a Sony acertou tanto em sua escolha por uma tela Full HD no lugar da Quad HD quanto em otimizações de software.

Câmera

Se você tem um Xperia Z2 ou já experimentou um e gostou da câmera, o mesmo vai acontecer com o Z3. O sensor embutido no novo top da Sony é bem parecido com o encontrado na versão lançada no início do ano, com 20,7 megapixels, mas com sensibilidade que eleva o ISO para a casa dos 12800, o que ajuda a quem gosta de tirar fotos noturnas.

Mesmo com incidência direta do sol, imagens do Z3 ficam com bom contraste e não estouram (Foto: Paulo Alves/TechTudo)Mesmo com incidência direta do sol, imagens do Z3 ficam com bom contraste e não estouram (Foto: Paulo Alves/TechTudo)

Mas, no dia a dia, o resultado é o mesmo. Colocando lado a lado, fica difícil distinguir entre as fotos do Z2 e Z3. O nível de detalhes é bom, embora não seja o melhor do mercado, e a reprodução de cores é excelente. É claro que o finder com X-Reality ajuda na boa impressão que se tem ao fotografar, mas as imagens também ficam com boa qualidade ao visualizar no computador.

Reprodução de cores das fotos do Z3 é fiel (Foto: Paulo Alves/TechTudo)Reprodução de cores das fotos do Z3 é fiel (Foto: Paulo Alves/TechTudo)

O ponto fraco fica por conta do aquecimento excessivo que a câmera provoca no aparelho, problema que ocorre desde versões passadas. Ao deixar o app de câmera aberto por algum tempo, o telefone pode esquentar a ponto de interromper completamente o uso, mesmo que o usuário esteja somente capturando imagens – gravando vídeos em 4K, então, nem se fala.

Alta temperatura pode fazer app de câmera travar (Foto: Paulo Alves/TechTudo) (Foto: Alta temperatura pode fazer app de câmera travar (Foto: Paulo Alves/TechTudo))Alta temperatura pode fazer app de câmera travar (Foto: Paulo Alves/TechTudo)

O software traz as costumeiras janelas em que se pode escolher modos de captura, filtros, entre outros recursos, que variam em desempenho. Uma das funções interessantes fica por conta do modo dual câmera, que permite fotografar com os sensores traseiro e frontal, este com 2,2 megapixels, ao mesmo tempo.

Desempenho

Aparentemente também para oferecer mais autonomia de bateria, a Sony optou por não melhorar o hardware do Z3, se comparado com o modelo anterior. O processador tem maior frequência, saltando do Snapdragon 801 de 2,3 GHz para a versão de 2,5 GHz. A memória RAM continua de 3 GB, resultando em um conjunto capaz de rodar qualquer aplicativo da Play Store sem engasgos.

Em jogos populares e exigentes para a GPU, como Dungeon Hunter e Sonic Jump, o desempenho foi satisfatório, sem apresentar qualquer falha ou queda de taxa de frames. O mesmo ocorre na navegação geral do sistema, até com muitos widgets na tela. De maneira geral, a performance se mantém a mesma do Z2, apesar da melhoria do processador, o que não chega a ser um defeito.

Software da câmera traz foto com sensores frontal e traseiro e continua com mesmo design (Foto: Paulo Alves/TechTudo)Software da câmera traz foto com sensores frontal e traseiro e continua com mesmo design (Foto: Paulo Alves/TechTudo)


O armazenamento interno é de 16 GB, mas só 11 GB são livres para uso. Os outros 5 GB são ocupados pelo Android e pelos vários apps pré-instalados de fábrica – e que não podem ser removidos, ao menos não no “KitKat” – pela Sony, como Walkman para música, álbum de fotos, entre outros.

De novo, o grande ponto fraco do Z3 no uso diário está no aquecimento excessivo. Em certas horas, como ao atualizar vários apps da Play Store ao mesmo tempo, é preciso até deixar de encostar a mão na parte de trás. Assim como no Z2, a impressão que fica é que alta dissipação de calor junto com vidro não é uma combinação agradável.

Software

A Sony customizou o Android 4.4.4 com algumas modificações que não interferem muito na experiência de uso quanto costumam fazer LG e Samsung, por exemplo. Entre esses e a Motorola, que usa uma versão quase pura, o Xperia Z3 traz uma interface intermediária que adiciona principalmente aplicativos proprietários à interface original.

Xperia Z3 (Foto: Paulo Alves/TechTudo)Xperia Z3 (Foto: Paulo Alves/TechTudo)

A resposta aos comandos é fluida e a disposição dos apps em pastas na tela é igual a do Android puro. As alterações maiores ficam na área de notificações, que é um tanto confusa, principalmente na tela de atalhos, que agora tem botão para gravação de vídeos, sempre adotando tons escuros com fontes brancas.

O grande destaque do software vai para o Remote Play, sistema que torna o smartphone uma tela sem fio para reprodução de jogos rodados no PlayStation 4. Basta abrir o app e conectar o aparelho ao controle do console para continuar a jogar de onde parou, tornando a TV menos disputada em ambientes divididos com a família.

No uso diário, o Z3 tem a exata aparência do Z2, já que este também ganhou os mesmos recursos de software na última atualização do Android para a versão 4.4.4, incluindo o Remote Play, suporte a áudio de alta definição e apps de foto como Sound Photo, AR Fun, Multi Camera e Face In.

Custo-benefício

O Xperia Z3 é o melhor smartphone já feito pela Sony e um dos melhores do mercado, rivalizando quesito por quesito com concorrentes de peso como iPhone 6, novo Moto X e LG G3. Ele não tem sensores inovadores ou tela de alta resolução, mas o desempenho da bateria pode ser o grande atrativo na hora de decidir pela compra.

Z3 aquece demais na traseira durante jogos pesados e atualização de apps (Foto: Paulo Alves/TechTudo)Z3 aquece demais na traseira durante jogos pesados e atualização de apps (Foto: Paulo Alves/TechTudo)

O Z3 também pode ser uma boa opção se você quer um top de linha com TV Digital ou suporte a dois chips. Mas, é importante também levar em conta o aquecimento extremo que o aparelho alcança. Caso sua pretensão for fazer muitas fotos e vídeos, o novo Xperia poderá deixar você na mão nos momentos em que mais precisar da câmera.

Com preço sugerido de R$ 2.700, ele pode ser encontrado por até R$ 2.100 na Internet, representando uma boa opção para quem busca trocar de smartphone e vem de outras marcas, como Apple, Samsung ou Motorola, e quer aproveitar mais bateria, sistema mais elegante ou câmera melhor, respectivamente.

Já para donos do Z2, fazer um upgrade para o Z3 é uma escolha mais difícil, pois é preciso avaliar se os benefícios trazidos são dignos da diferença de preço. Na maioria dos casos, conforme mostramos, dificilmente serão, tornando mais prudente esperar pelo próximo integrante da família Xperia, que pode chegar já no primeiro semestre de 2015.

Tabela de especificações técnicas do Sony Xperia Z3 (Foto: Arte/TechTudo)Tabela de especificações técnicas do Sony Xperia Z3 (Foto: Arte/TechTudo)

Nota TechTudo

NOTA tt
8.8
Design
8
Desempenho
9
Tela
10
Câmera
9
Custo-benefí­cio
8

Prós

  • Ótima câmera para fotos noturnas
  • Bom desempenho
  • Bateria dura bastante

Contras

  • Poucas melhorias em relação ao Z2
  • Design pode atrapalhar a pegar
Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Benedito Barbosa
    2015-05-01T11:18:31

    R$ 1900,00 no Balão informática,bem diferente dos R$2700,00 do "preço médio" da matéria.

  • Irene Nowicki
    2015-07-10T10:04:33

    esses aparelhos da sony não prestam! o meu com 7 dias de uso trincou a tela sem cair e parou de funcionar o touch

  • Elaine Lima
    2015-05-02T11:41:03

    oi comprei um aparelho da sony e não prestou nem um mês ai mandei para a fabrica e me mandaram de volta amassado quebrado e não arrumaram nada os aparelho da sony não presta

  • Bruno Zaninotto
    2015-05-02T11:09:24

    Mortal é esse Z3!! Tinha um Z sem problema então eu e um amigo compramos o Z3 que não duraram 4 meses. Primeiro quebrou vidro traseiro e depois, acreditem, no bolso trincou todo vidro dianteiro!!!! O do meu amigo também trincou todo!!! Procurem na internet e verão quantas reclamações e a Sony não está nem aí!!!! Para trocar tela é quase o preço do novo e não fica mas aprova dágua............Péssimo!!!

  • Andre Aquino
    2015-05-01T23:49:46

    O meu Z3 apresentou problema quando usei debaixo d'água e quando enviei para garantia a sony não apresentou nenhuma solução. Entrei com uma ação no procon para a sony restituir meu dinheiro. Péssimo aparelho e o atendimento da sony pior ainda!! Depois de 4 meses recebi um e-mail dizendo que irão restituir o dinheiro.

  • Brasil Liga
    2015-05-01T19:03:50

    essa propaganda não serviu pra nada,

  • Carlos Leite
    2015-05-01T18:56:52

    Esqueceram de mencionar o atributo mais importante do Celular: o REMOTE PLAY, que permite que você jogue o seu PS4 pelo Celular, desde que ambos estejam conectados na mesma rede. É só ter uma conexão boa que funciona muito bem.

  • Marcello Castellani
    2015-05-01T18:14:43

    Apesar de tudo isso o Moto X ainda é superior e custa a metade do preço anunciado na matéria. Não entendi a comparação feita pelo Techtudo...

  • Marcio Pinto
    2015-05-01T13:02:57

    Só não entendi a comparação com o moto X, o Z2 está a concorrer comas linas do iphone e galaxy