Fnatic (LOL)

Fnatic (LOL)

OPINIÃO DOS USUÁRIOS

Conheça a Fnatic, primeira campeã mundial de League of Legends

Julio César Puiati
por Julio César Puiati em 26/06/2018 12h03

A Fnatic é uma das organizações de esports mais antigas do mundo. Conhecida pela força no cenário, a org conta com uma tradicional equipe de League of Legends desde 2011. O atual elenco conta com os jogadores Paul "sOAZ" Boyer (topo), Mads "Broxah" Pedersen (caçador), Rasmus "Caps" Winther (meio), Martin "Rekkles" Larsson (atirador), Zdravets "Hylissang" Iliev (suporte), Gabriël "Bwipo" Rau (reserva) e o técnico Dylan Falco. Os europeus têm no currículo cinco títulos de LCS e um Mundial.

História

A organização foi fundada em 2004 por Sam e Anne Mathews. Inicialmente, os empresários ingleses decidiram apostar suas fichas em equipes de Unreal Tournament, Call of Duty e Counter-Strike. O inevitável crescimento da marca, entretanto, fez a Fnatic abrir portas para outras modalidades. League of Legends foi uma delas. A equipe foi criada em 2011, após a compra da até então myRevenge. De lá pra cá, o time europeu tem se destacado como uma das grandes potências do velho continente e do contexto internacional.

Pioneirismo mundial

Logo na temporada de estreia, a Fnatic se classificou para o primeiro Mundial organizado pela Riot Games junto de mais sete equipes: duas europeias, duas asiáticas e três norte-americanas. Ainda em fase experimental, o torneio mais importante da categoria foi disputado entre os dias 18 e 20 de junho no festival DreamHack, em Jönköping, na Suécia. A competição ainda não havia tomado as proporções atuais.

A organização europeia finalizou a Fase de Grupos em terceiro lugar no grupo A após duas derrotas e uma vitória, carimbando passagem para os playoffs. No mata-mata, eliminou Counter Logic Gaming e Epik Gamer antes de alcançar a grande final. Maciej "Shushei" Ratuszniak, Lauri "Cyanide" Happonen, Enrique "xPeke" Martínez, Manuel "LaMiaZeaLoT" Mildenberger e Peter "Mellisan" Meisrimel levantaram a taça após vitória sobre a against All authority por dois a um.

Legado Rekkles

A partir de 2012, a Fnatic iniciou uma campanha de consolidação nos cenários regional e internacional de League of Legends. A equipe fundada por Sam e Anne Mathews ganhou alguns campeonatos presenciais que antecederam a criação do circuito de regiões. Foi com o nascimento da LCS Europa – atual competição mais importante do Velho Continente – que a organização inglesa definitivamente se afirmou como potência.

A Fnatic acumulou cinco triunfos regionais entre 2013 e 2018. No ano de estreia, por exemplo, Paul "sOAZ" Boyer, Bora "YellOwStaR" Kim, xPeke e Cyanide reinaram absolutos na Europa após conquistarem ambos os splits. Outros dois títulos viriam mais tarde: as primeiras etapas de 2014 e 2015. O sucesso na liga doméstica, entretanto, não se traduziu em campanhas internacionais convicentes. Após o grande feito de 2011, a equipe nunca mais alcançou uma final mundial.

Alguns bons atletas passaram pelo time, mas quem realmente se destacou a ponto de se tornar uma espécie de "franchise player" foi o sueco Rekkles. Considerado o maior ídolo da organização e um dos maiores do mundo, o atirador chegou à Fnatic em novembro de 2012. Com exceção de breves passagens por PrideFC, Alliance e Elements, Rekkles esteve praticamente a carreira inteira à frente da equipe.

O craque da Suécia se tornou um dos atletas mais jovens da história a atuar competitivamente com apenas 16 anos de idade. De lá pra cá, o capitão da Fnatic disputou 404 partidas com a camisa laranja e preta. Ele conquistou três títulos de LCS Europa, se firmou como referência na posição e certamente deixou o nome marcado na história do League of Legends.

Saindo da seca

Em 2018, a Fnatic voltou a vencer uma etapa de LCS após dois anos e meio de seca. De quebra, os europeus ainda deram fim a uma sequência de quatro títulos seguidos da rival G2 Esports. Rekkles, Hylissang, sOAZ, Broxah e Caps confirmaram o hexacampeonato depois de saírem vencedores da grande final por três a zero, com direito a duplo pentakill do atirador sueco. O craque da organização, inclusive, foi eleito o melhor jogador da competição.

O bom desempenho apresentado no torneio regional, entretanto, não ganhou continuidade no Mid-Season Invitational. A equipe treinada por Dylon Falco oscilou entre boas e más atuações e só conseguiu a classificação para os playoffs na última rodada da Fase de Grupos. Nos confrontos de mata-mata, Rekkles e companhia acabaram eliminados pela campeã Royal Never Give Up nas semifinais. Apesar do adeus, Caps foi considerado um dos melhores atletas do mundialito.

Elenco

Paul "sOAZ" Boyer (topo)
Mads "Broxah" Pedersen (caçador)
Rasmus "Caps" Winther (meio)
Martin "Rekkles" Larsson (atirador)
Zdravets "Hylissang" Iliev (suporte)
Gabriël "Bwipo" Rau (topo/reserva)
Dylan Falco (técnico)

Principais ex-jogadores

Enrique "xPeke" Cedeño (meio)
Lauri "Cyanide" Happonen (caçador)
Manuel "LaMiaZeaLoT" Mildenberger (atirador)
Peter "Mellisan" Meisrimel (suporte)
Maciej "Shushei" Ratuszniak (topo)
Kim "Reignover" Yeu-jin (caçador)
Heo "Huni" Seung-hoon (topo)
Bora "YellOwStaR" Kim (suporte)
Fabian "Febiven" Diepstraten (meio)
Maurice "Amazing" Stückenschneider (caçador)

Títulos

Mundial (2011)
DreamHack Winter (2012)
LCS Europa – Primeiro Split (2013, 2014, 2015)
LCS Europa – Segundo Split (2013, 2015)

Fotos

Fnatic, SKT e mais: veja quais times campeões mundiais foram homenageados pela Riot Games com skins
League of Legends: relembre as skins dos vencedores do Mundial de LoL
A europeia Fnatic conquistou vaga na final do Mundial 2018 após sete anos de hegemonia asiática 
Mundial de LoL 2018 surpreende com time ocidental; relembre finais
Campeões no primeiro split, equipes voltam a conquistar Europa e América do Norte
Chineses derrotam europeus por três a zero e agora esperam o vencedor de KING-ZONE e Flash Wolves

Opinião dos usuários

Fórum

Fnatic (LOL)

Você ficou com alguma dúvida sobre Times ? Visite o Fórum TechTudo e peça ajuda para a comunidade.

Você vai gostar

Veja tudo sobre Times