MIBR (CS:GO)

MIBR (CS:GO)

Fórum

Você ficou com alguma dúvida? Visite o Fórum TechTudo e peça ajuda para a comunidade.

MIBR: conheça história, elenco e títulos do time brasileiro de CS:GO

A MIBR (Made in Brazil) é uma organização brasileira que atua no cenário competitivo de Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO). A equipe, que foi criada para competir na versão original de Counter-Strike 1.6, esteve em atividade durante os anos de 2003 a 2012, quando saiu oficialmente do jogo, até retornar em 2018. A line up atual da equipe composta pelos jogadores Gustavo "⁠yel⁠" Knittel, Ricardo "⁠boltz⁠" Prass, Daniel "danoco" Morgado, Marcelo "⁠chelo⁠" Cespedes e Bruno "⁠shz⁠" Martinelii, e o coach Alessandro "Apoka" Marcucci.

Os jogadores Vito "kNgV-" Giuseppe, Alencar "trk" Rossato, Gabriel "FalleN" Toledo, Epitácio "TACO" de Mello e Fernanda "fer" Alvarenga entre setembro de 2020 e janeiro de 2021 após diversas polêmicas. Os pro-players que estavam em contrato temporário desde outubto de 2020, Lucas "LUCAS1" Teles, Leonardo "leo_drk" Oliveira e Vinicius "v$m" Moreira, além do coach Raphael "cogu" Camargo, também deixaram a equipe alegando que os diretores da MIBR ofereceram um contrato com péssimas condições de trabalho. A decisão não agradou ao público no Twitter, fazendo com que diretoria da organização sofresse duras críticas.

História

A MIBR, também conhecida por Made in Brazil, foi criada em 2003 por Paulo “pvell” Velloso, após investir na equipe de seu filho, Rafael “pred” Velloso, para disputar o CPL Dallas. A primeira escalação do time, já em 2003, contava com Rafael “pava” Pavanelli, Thiago “btt” Monteiro, Wellington “ton” Caruso, Eduardo “eduzin” Chagas, Alan “adr” Diego Riveros e Jorge “Jorginho” Elias. Atletas como Lincoln “fnx” Lau, Bruno “bit” Lima, Renato “nak” Nakano, Raphael “cogu” Camargo e Pedro “Maluk3” Campos foram alguns dos que já jogaram pela camisa do MIBR. A equipe também competiu pelo CS:Source.

O auge, o fim e o recomeço

Em 2006, a equipe conquistou o título de maior importância em toda sua trajetória de esports: a Electronic Sports World Cup. A line up, composta por cogu, Carlos “KIKO” Segal, nak, Bruno “ellllll” Ono e fnx, derrotou a fnatic na final e conquistou o mundial de CS. A equipe também conquistou a DreamHack Winter 2007, a shgOpen, de 2007, GameGune 2008 e IEM III American Championship Finals.

Após nove anos em atividade, a equipe Made in Brazil ou MIBR declara o encerramento das atividades, em março de 2012. A organização fez um breve anúncio de retorno em 2016, porém devido a problemas com contratação de line up, o retorno não saiu do papel.

Em 2018, negociações entre Paulo Velloso e a organização Immortals ocorreram e o time anunciou a nova line up no dia 23 de junho. Os jogadores brasileiros Gabriel “FalleN” Toledo, Marcelo “coldzera” David, Fernando “fer” Alvarenga, Ricardo “boltz” Prass e o americano Jake “Stewie2k” Yip saíram da alemã SK Gaming e foram para a equipe brasileira.

Fracassos e polêmicas

Em setembro de 2020, após baixo desempenho do time e da polêmica relacionada ao "bug do coach", a MIBR decidiu afastar o técnico Ricardo "dead" Sinigaglia e os jogadores Epitácio "TACO" de Melo e Fernando "fer" Alvarenga do seu elenco. A decisão polêmica fez com que o in game leader Gabriel "Fallen" Toledo pedisse para ficar no banco de reservas. Em outubro de 2020, a MIBR anunciou o contrato temporário dos jogadores Lucas "LUCAS1" Teles, Leonardo "leo_drk" Oliveira, Vinicius "v$m" Moreira e Raphael "cogu" Camargo como técnico. Apesar dos resultados bons, o elenco não renovou com a organização em 2021 após diversas polêmicas envolvendo a diretoria.

Para a nova fase, a organização contratou cinco nomes que integravam a escalação da BOOM Esports, sendo eles os jogadores Gustavo "⁠yel⁠" Knittel, Ricardo "⁠boltz⁠" Prass, Marcelo "⁠chelo⁠" Cespedes, Daniel "danoco" Morgado, Bruno "⁠shz⁠" Martinelii e o coach Alessandro "Apoka" Marcucci. 


Elenco atual

Gustavo "⁠yel⁠" Knittel

Ricardo "⁠boltz⁠" Prass

Marcelo "⁠chelo⁠" Cespedes

Bruno "⁠shz⁠" Martinelii

Daniel "danoco" Morgado

Alessandro "Apoka" Marcucci (coach)

Ex-jogadores

Lucas "LUCAS1" Teles

Vito "kNgV-" Giuseppe 

Allencar "trk" Rossato

Epitácio “TACO” de Melo 

Fernando “fer” Alvarenga 

Gabriel “Fallen” Toledo 

Ricardo "dead" Sinigaglia

Marcelo "coldzera" David

João Cabral "felps" Vasconcellos

Tarik “tarik” Celik

Jacky 'Jake' "Stewie2K" Yip

Lucas "LUCAS1" Teles

Ricardo "boltz" Prass

Alan Diego "adr" Riveros 

Alexandre "Gaules" Bochi

Bruno "bit" Lima

Bruno "bruno" Ono

Carlos Henrique "KIKOOOO" Segal

Eduardo "eduzin" Chagas

Ignacio "meyern" Meyer

Jorge "Jorginho" Elias

Jonas "bsl" Alsaker

Vikan Johan "vesslan" Ryman

Leonardo "leo_drk" Oliveira

Lincoln "fnx" Lau

Ola "elemeNt" Moum

Pedro "Maluk3" Campos

Rafael "pava" Pavanelli

Rafael "pred" Velloso

Raphael "cogu" Camargo

Renato "nak" Nakano

Thiago "BTT" Monteiro

Welington "ton" Caruso

Vinicius "v$m" Moreira

Títulos

CPL World Tour: Brasil: 2005 e 2006

CPL World Tour: Chile: 2005

digiLAB: 2006

DreamHack Winter: 2007

ESWC: 2006

ESWC Brasil: 2003, 2004, 2007

GameGune: 2008

IEM III American Championship Finals: 2008

shgOpen: 2007

3 fotos
Com grande atuação do jogador rain, FaZe buscou a vitória por 2–0 na grande final e levantou sua primeira taça de Major na história; veja detalhes sobre a partida
FURIA enfrenta a G2 e Imperial joga contra a CPHF pelas últimas vagas para os playoffs do Major de CS:GO; acompanhe a agenda de jogos, transmitidos pela Twitch, e a tabela de resultados
Depois de iniciar a série com vitória, equipe brasileira sofreu a virada e deu adeus ao Major de CS:GO; Imperial Esports joga ainda nesta quinta-feira (12) para tentar avançar ao Legends Stage
Imperial disputa com a forZe e MIBR joga contra a Bad New Eagles Equipes pela vaga no Legends Stage nesta quinta-feira (12); veja horário dos jogos e tabela de resultados
Equipe brasileira conquistou uma importante vitória sobre a Eternal Fire e vai em busca de uma vaga próxima fase do Major de CS:GO, o Legends Stage
Equipe brasileira levou susto no duelo que valia a permanência no Major de CS:GO, mas conquistou a vitória de virada para seguir sonhando com o Legends Stage
Imperial enfrenta IHC enquanto MIBR joga contra Eternal Fira nesta quarta-feira (11) pela permanência no Major de CS:GO; veja horário dos jogos, transmitidos na Twitch, e acompanhe tabela de resultados
Representantes do Brasil têm resultado ruim e ficam em situação delicada no Major de CS:GO; times precisam de duas vitórias seguidas para avançar para o Legends Stage
Astralis e Bad News Eagles são as rivais de MIBR e Imperial respectivamente nas partidas desta terça (10); acompanhe resultado dos jogos, transmitidos por Gaules na Twitch
Depois das derrotas nos jogos de estreia, equipes brasileiras se recuperaram e garantiram as primeiras vitórias no Major; veja horário das próximas partidas

Em breve!

Estamos providenciando conteúdo dessa página, aguarde.