Publicidade
Red Canids Kalunga (LOL)

Red Canids Kalunga (LOL)

Baixar
  • Downloads

    -

  • Tamanho do download

    -

  • Licença

    -

  • Idioma

    -

  • Desenvolvedor

    Riot Games

  • Lançamento

    -

  • Versão

    -

  • Requisitos mínimos

    -

Fórum

Você ficou com alguma dúvida? Visite o Fórum TechTudo e peça ajuda para a comunidade.

Conheça a Red Canids do LOL, campeã brasileira do segundo split de 2021

A Red Canids Kalunga é uma organização de esportes eletrônicos com um time de League of Legends (LOL). A equipe tem como maiores conquistas o título da primeira etapa do Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLOL) 2017, o Rift Rivals 2017, este vencido ao lado da equipe da atual Vivo Keyd (na época, Keyd Stars) e o segundo split do CBLOL 2021. Após a queda sofrida na segunda etapa do CBLoL 2018, a equipe passou dois anos no torneio de acesso, até conquistar o segundo split do Circuito Desafiante de 2020. 

A equipe faz parte do sistema de franquias inaugurado no CBLOL 2021. A Red Canids Kalunga terminou o primeiro split de 2021 na terceira posição, após ser derrotada pela Vorax na semifinal. Já no segundo split do ano, superou a Rensga Esports e garantiu a participação no Mundial de LOL (Worlds 2021), que acontece em 5 de outubro, na Islândia. A organização também tem equipes de Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO), Free Fire e Fortnite

A line up atual conta com os jogadores: Guilherme "Guigo" Ruiz (topo), Leonardo "Promise" Aguiar (topo), Andrew "Neephesto" Shiina (caçador), Cesar "NiT Cesar" Barsocchi (caçador), Gabriel "Aegis" Lemos (caçador), Adriano "Avenger" Perassoli (meio), Daniel "Grevthar" Xavier (meio), Felippe "Fekz" Corradini (meio), Alexandre "TitaN" Lima (atirador), Thalis "SoraHead" Araujo (atirador), Gabriel "JoJo" Dzelme (suporte), Vinicius "Woodboy" Hartmann (suporte) e o técnico "Coelho" Rabaiolli.

História

A Red Canids surgiu em 2016 após problemas enfrentados pela INTZ Red, um segundo time pertencente à organização INTZ e-Sports. Na época, a Riot Games criou uma regra que impedia uma mesma organização possuir duas line ups no CBLOL. Por isso, a INTZ precisou negociar a line up INTZ Red e sua vaga na principal competição brasileira de League of Legends, o que veio a dar início a Red Canids.

Apesar da mudança, foi descoberto que os proprietários da Red Canids tinham relações diretas com a INTZ e-Sports, gerando polêmica e o banimento dos mesmos após pouco mais de um mês. Com isso, a Red Canids foi vendida novamente, dessa vez para Felippe Corradini, antigo dono da Brasil Mega Arena, que manteve o nome do time para o CBLoL 2016.

Batalha contra o rebaixamento

A Red Canids iniciou sua trajetória no CBLoL com Marcelo "Ayel" Mello, Jonas "Caos" Cardoso, Bruno "Brucer" Pereira, Gustavo "Sacy" Rossi e Márcio "Eryon" Costa. Apesar de um time com nomes conhecidos no cenário, a equipe sofreu diversas mudanças ainda na primeira etapa do CBLoL 2016, como a contratação do suporte francês Hugo "Dioud" Padioleau e do astro Felipe "YoDa" Noronha. Apesar das turbulências, a Red Canids sobreviveu à primeira etapa, ficando em sexto lugar na tabela e se livrando da zona de rebaixamento.

No entanto, o mesmo não aconteceu na segunda etapa, quando eles precisaram jogar uma série contra a Big Gods para não sofrer o rebaixamento direto para o Circuito Desafiante. Embora tenham vencido, a sétima colocação os jogou para a Série de Promoção, o que fez com que contratassim um jogador da Estônia chamado Mauno "beansu" Tälli para garantir a vitória contra a Team Genesis e a permanência no CBLOL.

Depois da tempestade

A Red Canids viveu seu melhor momento até agora em 2017. Com a lineup reformulada, que contava, inclusive, com o atirador Felipe "brTT" Gonçalves, a equipe parou de somente sobreviver ao CBLoL e começou a bater de frente com as melhores equipes do Brasil. Como resultado, a Red Canids alcançou a segunda colocação na fase de grupos da primeira etapa e levou o título nos playoffs após vitórias contra a paiN Gaming e a Keyd Stars.

Além disso, eles conquistaram o Rift Rivals 2017 ao lado da própria Keyd Stars. Porém, apesar de terem mantido maior parte de seus jogadores, a Red Canids não repetiu as mesmas atuações na segunda etapa, culminando na eliminação nos playoffs para a Team One, que foi consagrada campeã.

Parcerias, novos rumos e rebaixamento

Ao final da segunda etapa de 2017, a Red Canids anunciou diversas saídas de jogadores, como as de brTT e Yoda, e novas contratações, com destaque para os sul-coreanos Park "Winged" Tae-jin e Kim "Sky" Ha-neul. Também foi confirmada uma parceria com o Sport Club Corinthians Paulista, que estampou seu escudo no uniforme da Red Canids. Tais mudanças foram benéficas para a equipe, levando-os até a segunda colocação da fase de grupos da primeira etapa do CBLoL 2018.

Entretanto, eles caíram nas semifinais dos playoffs em partida contra a Vivo Keyd e foram eliminados da competição. Também, no mesmo período, foi encerrada a parceria com o Corinthians e confirmada a saída não oficial de Winged, que se tornou inativo na equipe. Para seu lugar, Lee "Chaser" Sang-hyun, outro sul-coreano, foi contratado, mas a Red caiu bastante de produção na segunda etapa do CBLoL 2018, terminou na última colocação e sofreu seu primeiro rebaixamento na história.

Recomeço no Circuito Desafiante 2019

Sem mais jogadores sul-coreanos na lineup, a Red Canids apostou alto para conquistar seu retorno à elite brasileira do League of Legends. A começar pela contratação do Caçador Gabriel "Revolta" Henud e de Felipe "Yoda" Noronha, que retornou da aposentadoria para atuar na Rota do Meio com Adriano "Avenger" Perassoli, que é o titular da posição.

Os jogadores que permaneceram foram Gustavo "Sacy" Rossi, Caio "Loop" Almeida e Pedro "LEP" Marcari. No entanto, por problemas de saúde, LEP não vem atuando pela equipe, dando lugar ao Topo Guilherme "Guigo" Ruiz. Assim, a Red Canids enfrenta outras equipes do cenário, como paiN Gaming e Team One, em busca da vaga direita para a segunda etapa do CBLoL 2019.

O bicampeonato no CBLOL

Em 2021, a RED Canids conseguiu conquistar o seu bicampeonato nacional ao vencer a Rensga Esports, pelo segundo split do CBLOL daquele ano. Vencendo por um agregado de 3-1, a campanha da equipe na competição foi um desafio seguido do outro, com a RED despachando times como Flamengo e Vorax Liberty.

Line up atual

Guilherme "GUIGO" Ruiz (topo)
Leonardo "Promise" Aguiar (topo)
Andrew "Neephesto" Shiina (caçador)
Cesar "NiT Cesar" Barsocchi (caçador)
Gabriel "Aegis" Lemos (caçador)
Adriano "Avenger" Perassoli (meio)
Daniel "Grevthar" Xavier (meio)
Felippe "Fekz" Corradini (meio)
Alexandre "TitaN" Lima (atirador)
Thalis "SoraHead" Araujo (atirador)
Gabriel "JoJo" Dzelme (suporte)
Vinicius "Woodboy" Hartmann (suporte)

 

Principais ex-jogadores

Carlos "Nappon" Rücker
Hugo "Dioud" Padioleau
Felipe "brTT" Gonçalves
Leonardo "Robo" Souza
Gabriel "tockers" Claumann
Bruno "Brucer" Pereira
Park "Winged" Tae-jin
Lee "Chaser" Sang-hyun
Kim "Sky" Ha-neul
Luccas "Zantins" Zanqueta
Daniel "Danagorn" Drummond
Marcelo "Ayel" Mello
Mauno "beansu" Tälli
Guilherme "Guigo" Ruiz
Gabriel "Revolta" Henud
Adriano "Avenger" Perassoli
Felipe "YoDa" Noronha
Gustavo "Sacy" Rossi
Caio "Loop" Almeida
Victor "Cabu" Oliveira
Pedro "LEP" Marcari
Pedro "Shaquinn" Salazar
Guilherme "Guirila" Cardoso 

Principais títulos

CBLoL 2017 (Primeira etapa)
Rift Rivals 2017 (LLN-CLS-CBLOL)
CBLoL 2021 (Segundo split)

No principal jogo do dia, a FURIA superou com autoridade a RED e manteve sua invencibilidade na competição
Mesmo com desfalques, FURIA e RED superaram suas adversárias e são as únicas invictas no 2° Split da competição. Rensga e Flamengo Los Grandes dividem a lanterna.
Segunda etapa do CBLOL começará com duelo entre RED e paiN, finalistas da última etapa; veja datas e horários dos jogos, além de onde assistir pela Twitch e YouTube
Apostas em promessas da Academy e novos jogadores sul-coreanos estão entre os destaques das mudanças nas line-ups
No duelo entre as bicampeãs do MSI, equipe chinesa vence e se torna a primeira tricampeã da história da competição
Torneio, que está sendo sediado em Busan, Coreia do Sul, será finalizado a partir das 5h deste domingo (29); veja como assistir ao confronto que definirá o vencedor do MSI 2022
Com treinador brasileiro na disputa, playoffs do MSI 2022 começam na próxima sexta-feira (27); veja detalhes da fase e os próximos jogos do torneio
Equipe do Brasil voltou a perder para a RNG e deu adeus para o torneio de League of Legends; veja detalhes da partida e classificados do Grupo B
Depois de duras derrotas contra a PSG Talon e Royal Never Give Up, RED derrotou a Wildcats e continua viva no MSI 2022; veja como foi a atuação da RED nas partidas desta sexta-feira (13)
Depois de um excelente começo, RED acabou derrotada em jogo contra a Royal Never Give Up que contou com Pentakill do atirador GALA

Em breve!

Estamos providenciando conteúdo dessa página, aguarde.