Reus

Reus

OPINIÃO DOS USUÁRIOS

Reus resgata temática de deuses em animado jogo 2D

Daniel Ribeiro
por Daniel Ribeiro em 13/08/2013 10h16

Reus é um jogo de simulação e estratégia em 2D onde você irá controlar gigantescos elementais que precisão moldar o planeta e ajudar povoados de humanos.

Resgatando um pouco a temática de god games, suas enormes criaturas deverão utilizar seus poderes para criar diferentes biomas e enriquecer seus territórios com plantas, animais e minerais, ajudando os vilarejos a coletar recursos para construir projetos, recebendo em troca “profetas” que irão habilitar novos poderes dos elementais.

Além de ter uma dinâmica diferente e partidas bem casuais, este jogo possui um visual bonito e bastante agradável.

Um God Game diferente

No controle de quatro gigantes com diferentes poderes, em Reus você deverá elaborar diferentes ambientes pelo mundo, abastecendo-os com fontes naturais na forma de ninhos de animais, plantações e ricas minas, adaptados a cada ambiente que for desenvolvido.

Os recursos formados por estas invocações atrairão humanos nômades que irão se fixar construindo povoados e, conforme enriquecerem com suas coletas, passarão a buscar a edificação de projetos que exigirão uma atenção especial dos seus gigantes.

Desta forma não há uma interação direta entre estes enormes elementais e os vilarejos, a não ser durantes os conflitos ou quando os projetos são terminados e os gigantes recebem um “profeta”, que habilita novos poderes.

Controles fáceis e interface agradável

Com um visual em 2D atrativo e bem interessante, Reus pode ser inteiramente controlado pelo mouse, porém há vários atalhos no teclado que tornam o game mais dinâmico e fluído.

As setas direcionais podem mover a câmera para os lados e aproximar ou afastar seu zoom, enquanto os gigantes podem ser selecionados pelos números do teclado e alguns de seus poderes poderem ativados por atalhos.

O design da tela jogo é fantástico, com vários pequenos boxes informativos, discretíssimos dados sobre todos os recursos produzidos pelos biomas e uma barra de comando extremamente acessível.

Enquanto no lado esquerdo da interface o jogador poderá saber informações sobre os povoados e seus projetos, guerras e profetas, na lateral direita encontram-se todos os detalhes sobre cada território que for selecionado com o mouse, informando o nome, a produção de recursos, as bonificações e quais as possíveis atualizações.

Na parte inferior da tela você encontrar um pequeno mostrador para selecionar seus elementais e uma barra com todas as poderosas habilidades que estes gigantes poderão utilizar.

Diversão casual

Sem possuir objetivos rígidos, em Reus você deverá cumprir uma série de realizações, informadas antes de iniciar uma partida, que poderá ocorrer em diferentes “eras”: de 30 minutos, uma hora ou duas horas.

Além da duração, estas diferentes modalidades variam em dificuldade e no número de profetas que seus gigantes poderão carregar, o que basicamente significa que eles ficaram mais poderosos, assim como os povoados mais desenvolvidos.

Porém essa evolução dos vilarejos é o verdadeiro “inimigo” do jogo, pois quanto mais eles progredirem, maiores serão os seus níveis de ganância e menos será a sua adoração pelos gigantes.

Essa combinação turbulenta pode levá-los a atacar outras vilas ou até mesmo os seus elementais, sendo necessário tomar atitudes drásticas ou invocar uma série de animais perigosos e plantas venenosas para refrear esta ambição.

Quando o tempo da partida chegar ao fim, seus gigantes começarão a hibernar, deixando de agir sobre o mundo, sobrando somente alguns minutos para que alguns projetos sejam concluídos e certas realizações alcançadas.

Nossa opinião

Totalmente em 2D, mas com cenários extremamente belos e coloridos, Reus é um god game que, além de ter gráficos bastante agradáveis, conta com uma boa trilha musical e ótimos efeitos sonoros.

Os comandos do jogo não são muito complicados, sendo ensinados em seu rápido e didático tutorial, que infelizmente é curto demais. Como o game tem muitos detalhes, é provável que os jogadores tenham dificuldade para se acostumar com a quantidade de informações nas primeiras partidas.

Sem contar com objetivos fixos ou realizações complexas, Reus oferece bastante liberdade aos seus jogadores, mas peca por não desenvolver muito sua história ou pequenas tramas em suas partidas.

Longe de serem repetitivas, as ações tomadas durante as “eras” do jogo se refletem continuamente por toda a partida, sendo possível combinar várias habilidades dos gigantes, formando novas espécies e materiais, e cumprir várias realizações antes do fim das partidas.

Prós
  • Visual fantástico e excelentes efeitos sonoros
  • Jogabilidade bastante fluída
  • Dinâmica interessante e divertida
  • Várias realizações para serem realizadas
Contras
  • Falta um pouco de história no jogo para instigar suas partidas

Fotos

Aprenda a jogar este divertido game indie com belos gráficos 2D.
Baixar para baixar
mais infos +

downloads

tamanho do download

Licença

Idioma

Desenvolvedor

Abbey Games

Nossa Opinião

NOTA tt
9.5

Totalmente em 2D, mas com cenários extremamente belos e coloridos, Reus é um god game que, além de ter gráficos bastante agradáveis, conta com uma boa trilha musical e ótimos efeitos sonoros.

Opinião dos usuários

Fórum

Reus

Você ficou com alguma dúvida sobre Jogos de estratégia ? Visite o Fórum TechTudo e peça ajuda para a comunidade.

Você vai gostar

Veja tudo sobre Jogos de estratégia