Produtividade

18/03/2011 18h17 - Atualizado em 14/07/2011 06h58

Adobe libera versão 10.2 beta do Flash para Android e promete mais velocidade

Bruno do Amaral
por
Para o TechTudo
Adobe Flash (Foto: Reprodução)Adobe Flash (Foto: Reprodução)

Usuários do Android, comemorem. A Adobe avisa que está chegando ao Android Market ainda nesta sexta-feira (18) a versão 10.2 beta do Flash, plugin tão famoso e útil quanto controverso. Aparelhos que rodem o sistema operacional do Google atualizado com o Froyo (2.2), Gingerbread (2.3) e Honeycomb (3.0) poderão contar com melhorias na velocidade e desempenho de bateria ao utilizar o software.

Apesar da atualização do Flash ser otimizada para equipamentos mais robustos com processador dual-core, a Adobe garante que mesmo aparelhos menos potentes conseguirão uma melhoria notável na performance.

De acordo com testes preliminares do site Engadget com um Motorola Droid 2, a reprodução de vídeos em resolução 480p no YouTube passou de “impossível de assistir” para “razoavelmente irregular”, uma evolução mesmo que ainda não ideal. Já no tablet Xoom, vídeos na mesma resolução rodaram perfeitamente, embora o mesmo não pudesse ser dito com imagens em HD 720p. A Adobe afirma, no entanto, que isso mudará em breve quando o Flash deixar de ser versão beta e passar a utilizar aceleração por hardware.

Motorola Xoom (Foto: Reprodução)Motorola Xoom (Foto: Reprodução)

A empresa afirma também que espera trazer integração com o navegador de web do Android Honeycomb, que atualmente tem problema em reconhecer comandos via touchscreen se o Flash não estiver sendo utilizado em tela cheia. Todas essas mudanças são bem-vindas principalmente para usuários do tablet da Motorola, já que o suporte ao plugin era um de seus pontos fortes no marketing contra o iPad.

Enquanto isso, a Adobe lida com problemas de performance e segurança na versão do Flash para computadores. Uma falha de segurança expõe o sistema (seja Windows, Linux ou mesmo Mac OS X) ao controle remoto total para hackers por meio de um arquivo SFW malicioso embutido em uma planilha de Excel que vem sido distribuída por e-mail.

Além da brecha, a reprodução de vídeos no YouTube tem sofrido problemas principalmente em tela cheia devido a uma falha do plugin no recurso de aceleração por hardware. A companhia sugere solucionar o problema clicando no botão direito do mouse em cima do conteúdo Flash, acessar o menu Configurações e desligar a aceleração. Isso tudo até a Adobe lançar uma correção para os problemas em uma atualização.

Via: Engadget

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares